SEGUIDORES DO BLOG




CALENDÁRIO NEGRO – OUTUBRO

1 – Independência da Nigéria (1960)
2 – Independência da Guiné-Conacri, também chamada de República da Guiné para se distinguir da vizinha Guiné-Bissau (1958)
3 – Nasce no bairro do Engenho de Dentro, Rio de Janeiro o cantor Orlando Garcia da Silva - Orlando Silva, o "Cantor das Multidões" (1915)
3 – Nasce no bairro do Cachambi, Zona Norte do Rio de Janeiro, o compositor, violonista e arranjador Cláudio Jorge de Barros, Cláudio Jorge (1949)
4 – Nasce em Rua Domingos Lopes, n. 298, Madureira (RJ), o compositor Silas de Oliveira Assumpção. Autor de "Meu Drama" (Silas e J. Ilarindo), "Aquarela Brasileira", "Cinco Bailes da História do Rio" (Silas, D. Ivone Lara e Bacalhau), "Heróis da Liberdade" (Silas e Mano Décio), entre outros (1916)
5 – Nasce Neil deGrasse Tyson, divulgador científico, dramaturgo e astrofísico estadunidense (1958)
5 – Nasce em Chicago (EUA), Bernard Jeffrey "Bernie" McCollough, o ator e comediante Bernie Mac (1957)
6 – Nasce no Rio de Janeiro, o cantor e compositor José Flores de Jesus - Zé Keti (1921)
6 – O Bloco Afro Ilê Aiyê, através da resolução n. 4003/89, torna-se uma entidade de utilidade pública (1989)
6 – Criação do Coletivo de Mulheres Negras de São Paulo (1983)
7 – Nasce nos Estados Unidos, o fundador do movimento "Black Muslims", Elijah Muhammed (1897)
8 – Nasce em Greenville, Carolina do Sul, (EUA), Jesse Louis Burns, senador, reverendo Jesse L. Jackson (1941)
8 - Toni Morrison torna-se a primeira afro-americana a ganhar o Prêmio Nobel de Literatura (1993)
9 – Nasce em Nova Orleans (EUA), Ernest "Dutch" Moreal, primeiro prefeito negro de Nova Orleans (1929)
9 – Nasce em São Paulo o poeta, ensaísta e crítico Mário de Andrade (1893)
9 – Independência de Uganda (1962)
9 – Nasce em Campos (RJ), o jornalista, orador, publicista e político, José Carlos do Patrocínio - José do Patrocínio (1853)
10 – Nasce em Irará (BA), o goleiro da Seleção Brasileira de Futebol Nelson de Jesus Silva, Dida (1973)
11 – Inicia-se no Rio de Janeiro, o I Encontro dos Negros do Sul e Sudeste (1987)
11 – Dia Internacional de Solidariedade aos Presos Políticos da África do Sul
11 – Nasce em São Luiz (MA), Maria Firmina dos Reis. Escreveu "Úrsula" em 1859, considerado o primeiro romance escrito por mulher no Brasil e, igualmente, o primeiro romance abolicionista (1825)
11 – Nasce em Salvador/BA, Samuel dos Santos, ator que ficou famoso ao interpretar o Tio Barnabé, do Sítio do Pica Pau Amarelo (1922)
11 – O novo Código Penal da República transforma a capoeira em crime (1890)
11 – Nasce no Catete (RJ), Angenor de Oliveira, o Cartola. Compositor, poeta e fundador da Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira. Compôs sucessos como: "Não quero mais amar ninguém", "Quem me vê sorrir", “Divina Dama", "As rosas não falam", "Camarim" (1908)
11 – Nasce em Pedreiras (MA), o compositor João Batista do Vale - João do Vale (1934)
12 – Nasce em Serro (MG), o compositor José Joaquim Emerico Lobo de Mesquita. (1746)
12 – Explode na África do Sul a Guerra dos Bôeres entre ingleses e "africânderes" que teve profunda influência no destino dos negros sul-africanos (1899)
12 – Com a presença de mais de mil pessoas, é aprovado o Estatuto da Frente Negra Brasileira (1931)
12 – Nasce em Goiás, o cantor, instrumentista, professor e compositor José do Patrocínio Marques Tocantins, autor do "Cântico da Cerimônia do Lava pés" e "Salutaris Hóstia" (1851)
12 – Nasce em Caruaru (PE) o cantor, compositor e radialista Luís Rattes Vieira Filho, Luís Vieira (1928)
12 – Independência de Guiné-Equatorial (1968)
13 – Nos Estados Unidos, o escravo Jo Anderson inventa uma máquina para ceifar o trigo (1831)
13 – Fundação no Rio de Janeiro, do Teatro Experimental do Negro - TEN (1944)
13 – O Tribunal Superior do Trabalho, numa decisão inédita, desferiu um golpe no racismo nas empresas. O técnico da Eletrosul Vicente do Espírito Santo, foi recontratado depois de prover que havia sido vítima de discriminação pelo chefe que queria "branquear o departamento" (1996)
14 – Nasce no Rio de Janeiro, o cantor, instrumentista e compositor Armando Vieira Marçal - Armando Marçal (1902)
14 – Martin Luther King Jr. recebe o Prêmio Nobel da Paz (1964)
15 – O atleta João Carlos de Oliveira, João do Pulo, bate o recorde mundial do salto triplo, nos Jogos Pan-Americanos na Cidade do México com a marca de 17,89m (1975)
16 – O arcebispo Desmond Tutu recebe o Prêmio Nobel da Paz (1984)
16 – Nasce em Caratinga (MG) o cantor Agnaldo Timóteo (1936)
16 – O Presidente de Burquina Faso, Thomas Sankara é assassinado após um golpe de estado liderado por seu antigo companheiro Blaise Campocouré (1987)
16 – Libertação dos escravos em Pelotas (RS) (1884)
16 – Publicação de Lei proibindo o açoite nos castigos aos escravos (1886)
16 – Os atletas americanos Tommie Smith e John Carlos, medalhas de ouro e bronze nos 200 metros rasos nos Jogos Olímpicos do México, tornam-se mundialmente conhecidos ao subirem o pódio e acompanharem a execução do Hino Nacional Americano com os punhos erguidos calçados por luvas pretas, saudação característica do Movimento Black Power (Poder Negro) (1968)
16 – Wole Soyinka, escritor nigeriano, recebe o Prêmio Nobel de Literatura (1986)
17 – Nasce em Monte Azul Paulista (SP), o poeta e contista Abelardo Rodrigues (1952)
18 – Nasce em Uberabinha, atual Uberlândia (MG), Sebastião Bernardes de Souza Prata - Grande Otelo (1915)
18 – Nasce em Cachoeiro do Itapemirim (ES), o líder sindical ferroviário Demisthóclides Batista, Batistinha (1925)
18 – Nasce o cantor e instrumentista Chuck Berry (1926).
18 – Nasce em Pau Grande/RJ, Manuel Francisco dos Santos, o Garrincha, famoso jogador de futebol (1933)
19 – É publicado no Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, o folhetim triste Fim de Policarpo Quaresma, do escritor Lima Barreto. (1911)
19 – Nasce em Grange Hill, Westmore Land, Jamaica, Winston Hubert Mc'Intosh, Peter Tosh - "O Furacão da Jamaica" (1944)
19 – Nasce em Cubatão, (SP), o ator e compositor Deoclides José Gouveia - Deoclides Gouvea (1945)
20 – Expedido ofício de Gaspar Antônio da Costa Leal informando sobre um quilombo existente nas cabeceiras do Rio Moquim, que deságua no Itabapoana em Campos dos Goitacazes (1848)
20 – Nasce na cidade de São Pedro do Paraíso (RJ), o quarto-zagueiro Dari Batista (1940)
21 – Nasce em Cheraw, Carolina do Sul, Estados Unidos, o trompetista John Birks Dizzy Gillespie (1917)
22 – Nasce em Aldeia da Pedra, Itaocara (RJ), o flautista, compositor, Patápio Silva, autor de composições como: "Evocação", "Margarida", "Primeiro Amor", "Oriental", "Sonho", entre outras composições (1881) - Altamiro Carrilho
22 – O Projeto de Lei n.391, de autoria do deputado Fidelis Reis, proíbe a entrada de colonos da raça preta no Brasil (1923)
23 – Nasce em Três Corações (MG), o jogador de futebol Edson Arantes do Nascimento - Pelé (1940)
24 – Nasce em Bragança Paulista (SP), o poeta Oswaldo de Camargo. Publicou "Um homem tenta ser anjo", "Poemas negros", "O Carro do êxito", "Antologia dos Poetas de Cacimba", "A Descoberta do Frio", entre outros. (1936)
24 – Nascimento de Esmeralda Ribeiro, poeta e uma das coordenadoras do Quilombhoje / 1958
24 – Festa Nacional da Zâmbia. (1964)
25 – Dia consagrado a Crispim.
25 – O Clube Militar, em petição à Princesa Isabel, manifestou o desejo de não mais se utilizar o Exército para capturar escravos (1887)
25 – Nos Estados Unidos, o Coronel B. O. Davis torna-se o primeiro negro a ser promovido ao posto de general de brigada (1940)
26 – Nasce nos Estados Unidos o autor Jean Toomer (1894)
26 – Nasce em New Orleans (EUA), a "Rainha do Gospell", Mahalia Jackson (1911)
26 – Nasce no Rio de Janeiro, o cantor e compositor Milton Nascimento, autor de "Travessia", "Canção da América", "Nos Bailes da Vida", "Morro Velho", "Roupa Nova", "Coração Civil", entre outras canções de sucesso (1942)
27 – Nasce no Rio de Janeiro o cantor Pery de Oliveira Martins - Pery Ribeiro (1937)
27 – Independência de São Vicente, ex-colônia inglesa do Caribe (1979)
28 – Nasce no bairro carioca de São Cristóvão (RJ), o compositor Nelson Antônio da Silva - Nelson Cavaquinho, autor de sucessos como "A Flor e o Espinho", "Rugas", "Folhas Secas", "Quando eu me chamar Saudade", entre outros (1911)
29 – Nasce em Gary (EUA) Randy Jackson, músico e dançarino do The Jacksons 5 (1961)
30 – Nasce em Porto Alegre (RS), José Maria Vianna Rodrigues, o primeiro professor negro a lecionar na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1918)
31 – Surge em Esmeralda, Equador, a primeira Comunidade Negra das Américas que não sofreu a escravidão (1553)
31 – Nasce em Ourinhos (SP) Luís Silva – Cuti, poeta, dramaturgo e co-fundador do Quilombhoje (1951)

.

Pesquisa personalizada

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Até hoje! Inscrições para a Universidade das Quebradas - RJ


Abertas as inscrições para a Universidade das Quebradas, curso fantástico da UFRJ.
Informações:
http://www.universidadedasquebradas.pacc.ufrj.br/

terça-feira, 30 de julho de 2013

Seminário "O Recôncavo, a cidade de Cachoeira e a Irmandade da Boa Morte: referências históricas negras" - BA

XVI Fábrica de Ideias com o tema "Patrimônio, preservação e globalização" - BA


Seminário "Diálogos sobre diversidades: questões étnico-raciais, gênero e diversidades" - MG

Dia 02 de agosto de 2013 – Auditório do Campus I
Av. Amazonas 5253 - Nova Suíça - Belo Horizonte

O seminário "Diálogos sobre diversidades: questões étnico-raciais, gênero e diversidades" objetiva aprofundar o debate sobre ações afirmativas, relações de gênero, preconceito, inclusão educacional com qualidade e outros subtemas que envolvem questões étnico-raciais, gênero e diversidades.

PROGRAMAÇÃO:

8h30min - Cafezinho e inscrições

9h - Abertura 

Diretor de Extensão e Desenvolvimento Comunitário – Prof. Eduardo Coppoli

Coordenadora-Geral de Relações Étnico-Raciais, Inclusão e Diversidades – Profa. Silvani Valentim
 
9h30min – Mesa 1 

- Atividades didático-pedagógicas para o trato da temática étnico-racial – Profa. Leni Nobre de Oliveira (NEAB/CEFET-MG ) - Câmpus Araxá

- 10 anos da Lei 10.639/2003 – Experiências exitosas e desafios pedagógicos na Educação das Relações Étnico-Raciais: Estudo de caso no Ensino de História no CEFET-MG– Profa Edna V. da Silva – Supervisora Escolar e pesquisadora da Rede Estadual de Ensino de Minas Gerais.

- Relações de Gênero - Construindo a Igualdade de Gênero: "O Homem que dança: vivenciando no corpo, o acordo e desacordo" - Prof. Adriano Gonçalves da Silva e discente: Leandro Ferreira Pires (ganhadores do Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero) – (NEAB/CEFET-MG) - Câmpus Curvelo
Coordenação – Jussara Biagini (NAE e NEAB/CEFET-MG)
 
11:30 – Debate
12:30 - Almoço
 
14h – Mesa 2 

- Afirmação na Pós - Equidade na Pós-Graduação: uma parceria UFMG-UEMG-CEFET-MG: dados, informações e análise do perfil dos cursistas deste programa da Fundação Ford e Carlos Chagas - Profa. Rosângela Fátima da Silva (NEAB/CEFET-MG)
- Cotas sociais e raciais no CEFET-MG – Um primeiro balanço – (COPEVE/CEFET-MG)

- Políticas afirmativas de inclusão e permanência de estudantes no CEFET-MG. (SPE/CEFET-MG)
Coordenação: Profa. Silvani Valentim (CGRID/NEAB-CEFET-MG)
 
15h30min – Debate
 
16h40min – Informes da coordenação e encaminhamentos

 
17h – Encerramento
 
Realização: DEDC/CGRID/NEAB/CEFET-MG

segunda-feira, 29 de julho de 2013

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Curso "Universos culturais e estéticos africanos" - SP

(Clique na imagem para ampliá-la)

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Palestra na UESB aborda etnia e religião - BA


Capes aprova novo mestrado profissional em História da África, da Diáspora e dos Povos Indígenas na UFRB - BA

O novo curso de Mestrado Profissional em História da África, da Diáspora e dos Povos Indígenas do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O curso contará com 15 vagas anuais e será ministrado no campus de Cachoeira.

Formar profissionais aptos a desenvolver de forma plena e inovadora o projeto de aplicação da Lei 11.645 de 2008, que torna obrigatório o ensino de História da África, da Cultura Afro-Brasileira e da História Indígena, é um dos objetivos do curso. "Em 2013, completa dez anos da referida Lei que obriga que os currículos da educação básica incluam a História e Cultura da África e dos Afro-brasileiros. Logo, a aprovação desse curso representa uma conquista em relação ao propósito de contribuir com esse Projeto de Educação das Relações Étnico Raciais", aponta o professor Claúdio Orlando, um dos coordenadores do projeto.

O curso de pós-graduação lato sensu foi formulado a partir das experiências dos membros do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB) do Recôncavo da Bahia ao realizar o Curso de Especialização em História da África, da Cultura Afro-Brasileira e Africana. Nele, foram reunidos cerca de 170 professores das redes de ensino público dos municípios de Santo Amaro, Cachoeira, São Felix, Muritiba, Cruz das Almas, Amargosa, mutuípe e Brejões. "A partir da experiência da especialização, os membros do NEAB e professores do Curso de História do CAHL enviaram a Apresentação de Propostas de Cursos Novos (APCN) do Curso de Mestrado Profissional para a Capes", relata o coordenador do NEAB, professor Antonio Liberac.

"O Mestrado representa um avanço para formação e pesquisa no campo da História da África, da Diáspora e dos Povos Indígenas, ao tempo que amplia o comprometimento da UFRB em relação à formação de estudantes egressos das graduações, dos professores que estão concluindo o curso de especialização realizado pelo NEAB, e demais interessados na temática", aponta Claudio Orlando. Das vagas disponíveis, 50% serão para atender professores das redes de ensino estadual e municipais e 10% para servidores técnicos-administrativos, as demais são para livre concorrência.

Além de Orlando e Liberac, os professores Rosy de Oliveira, Sergio Guerra, Emanoel Soares, Juvenal de Carvalho, Rita Dias, Leandro Almeida, Osmundo Pinho, Walter Fraga e outros nomes atuaram juntos na elaboração do projeto que contou ainda com a apoio da Pró-Reitoria de Pós-Graduação. O Curso foi estruturado com corpo docente formado por 19 professores, dos quais 16 doutores e 3 mestres. A previsão de oferta do curso é o primeiro semestre letivo de 2014.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Curso na UERJ debate a importância dos cânticos da África - RJ

O Centro de Ciências Sociais da Uerj está com inscrições abertas para o curso de extensão universitária Cânticos da África. As aulas são abertas ao público em geral: estudantes de ensino fundamental, médio e superior; professores, pesquisadores, historiadores, antropólogos, etnólogos; servidores públicos; adeptos às religiões de matrizes afro; leigos e simpatizantes das tradições afro, dentre outros.

O curso, que acontece pela segunda vez na Universidade, pretende levantar novas interpretações sobre a contribuição da música e das vozes no interior da comunidade religiosa e demais associações, sensibilizando os participantes para a sintonização dos cânticos constituídos em sua totalidade, na busca da afirmação do saber utilizado no Candomblé.

As inscrições podem ser feitas online, no site do Cepuerj (http://sender3aclick.mailsender.com.br/Redir?0b2f76d1628614d752f726b5540c833f&d8dcb256438eabda1c1217c864aa89e3) até o dia 31 de agosto de 2013.


Mais informações:

Período do curso – de 05 de setembro a 21 de novembro de 2013.
Dia e horário – quintas-feiras, das 15h às 18h.
Preço – R$ 35,00.
 
--------------------------------------------------------------------------------------------
CENTRO DE PRODUÇÃO DA UERJ
Rua São Francisco Xavier, 524
Maracanã, Rio de Janeiro, RJ
1º andar, Bloco A, Sala 1006
CEP: 20559-900
Horário de atendimento na Recepção: de 2ª a 6ª feira, das 9h às 18h
Teleatendimento: (21) 2334.0639 de 2ª a 6ª feira, das 8h às 19h
E-mail: cepuerj@uerj.br

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Curso "Festival Gèlèdé: Origem, Iconografia e Significado" - BA



Ministrante: Prof. Dr. Babtunde Lawal

O curso introduz a cosmologia Yoruba, seus conceitos do poder feminino, suas lendas, historia e funções rituais. Ênfase especial será dada a analise iconográfica com o objetivo de proporcionar uma visão profunda na relação entre forma e significado da arte yoruba e melhorar o entendimento das varias dinâmicas que influenciaram a retenção e a transformação da iconografia Gèlèdé no Brasil. O curso será ilustrado com Power Point e títulos.

Informações e inscrição:
http://www.cdi.uneb.br/festivalgelede/index.html

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Lançamento do Edital NUFAC 2013 - BA

Inscrições abertas para curso de formação de líderes afrodescendentes - BA


Redação Correio Nagô – Nos dias 29, 30 e 31 de julho, será realizado em Salvador o I curso de Formação de Líderes Afrodescendentes do Brasil (Região Nordeste/Bahia). Realizado pelo Instituto de Ação Social e Cidadania Mão Amiga (IMA), o curso está com inscrições abertas até sexta-feira (12).


Segundo informações do IMA, o curso tem por objetivo formar 30 representantes ligados a organizações e/ou comunidades afrodescendentes da Bahia, com “potencial de replicar os conhecimentos adquiridos no curso, a fim de promover uma maior participação e incidência política deste segmento populacional nos organismos internacionais de nível interamericano, sub-regional, nacional e local”.



Ainda segundo o IMA, o curso ofertará ferramentas que “aprimorarão as habilidades dos (as) participantes tanto na formação de novos líderes afrodescendentes, como no entendimento amplo sobre os organismos internacionais e os direitos dos afrodescendentes no Brasil e nas Américas”.



Critérios - Para se inscrever, o (a) candidato (a) deve atender aos seguintes critérios: Ser afrodescendente; Pertencer a organizações de cunho institucional (coordenadorias governamentais que promovem a igualdade racial), social (organizações não governamentais, institutos e movimentos sociais especialmente focados no tema racial) e/ou comunidade tradicional que atue na temática racial; Ser brasileiro (a) residente no Estado da Bahia (capital, interior ou litoral); Ter disponibilidade de estar na cidade de Salvador (capital) durante os 3 dias do curso; Preencher e enviar a Ficha de Inscrição até às 23:59 (horário de Brasília) do dia 12 de julho de 2013 (sexta).



Todos os 30 participantes selecionados terão direito a alimentação e ao material do curso. Aos candidatos da capital de Salvador haverá suporte quanto ao transporte/locomoção até o local do curso e aos candidatos do interior e litoral da Bahia haverá apoio com transporte e hospedagem, desde que solicitadas na ficha de inscrição.



A lista com os nomes dos (as) 30 selecionados (as) será divulgada no dia 15 de julho 2013 (segunda-feira) no blog http://cursodelideresafrodescedentes.wordpress.com



 Aos selecionados (as) será enviado um email no dia 17/07 com a programação, o local e os detalhes logísticos do curso, devendo todos (as) responder a esta mensagem até o dia 19/07/2013 para confirmar participação.

UNEB promove Mesa Redonda "Literatura e História da África de Língua Portuguesa" - BA

Composição:

-Profa. Dra. Maria Nazareth Fonseca
Pontíficia Universidade Católica de Minas Gerais.
-Profa. Dra. Maria de Fátima Ribeiro
Universidade Federal da Bahia / CEAO.
-Prof. Msc. Juvenal Carvalho
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.
-Profa. Msc Suely Santos Santana (Mediadora)
Universidade do Estado da Bahia - Campus V

Data: 18 de julho de 2013 (Quinta-feira)
Horário: 15:00h
Local: UNEB/ Campus V (Auditório Milton Santos)

Realização:
-AFROUNEB / Campus V
-Programa de Pós-Graduação em História Regional e Local / Campus V
-Colegiado de Letras / Campus V

Apoio:
-CEPAIA/UNEB

sexta-feira, 5 de julho de 2013

UFPR promove Curso Intensivo de Formação Pré-Acadêmica - PR

A Coordenação do Núcleo de Estudos Brasileiros da Universidade Federal do Paraná (NEAB-UFPR), no uso de suas atribuições, torna público o edital 01/2013 do Curso Intensivo de Formação Pré-Acadêmica: 1ª Turma 2013.

O presente edital tem por objetivo capacitar alunos e alunas beneficiados por projetos de inclusão social e racial, tanto egressos da UFPR como de outras instituições de ensino superior em nível de graduação, para concorrer em processos seletivos de programas de pós-graduação (mestrado e doutorado), em condições de equidade. Para tanto, prevê-se a execução de um curso de extensão, caracterizado como Formação Complementar, com certificado relativo à quantidade de horas cursadas, aos ingressantes pertencentes ao público alvo acima previsto, como forma de capacitá-los ao ingresso nos cursos de pós-graduação.
link para o edital:


Núcleo de estudos Afro-Brasileiros - Universidade Federal do ParanáPraça Santos Andrade, n°50 CEP:80020-938 - Telefone: (41) 3310-2707

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Palestra "Mali e o norte da África: conflitos e fronteiras" - BA

(Clique na imagem para ampliá-la)

Indicação de leitura: livro “Uma conversa sobre as Áfricas”, de Juvenal Carvalho




O livro “Uma conversa sobre as Áfricas” é  uma proposta de diálogo a partir da lei que torna obrigatório o ensino de Histórias e culturas dos povos africanos. Sujeitos fundamentais na construção do Brasil deixaram marcas em todas as dimensões da vida nacional, mas esse legado tem sido ignorado ou secundarizado pela escola brasileira. 

O objetivo deste trabalho foi criar um instrumento para o ensino de História da África. Trata-se de introduzir o estudo das formações sociais africanas a partir do debate, levantando dúvidas e questões, estimulando a prática do diálogo, da conversa sobre  os povos africanos e suas contribuições para a humanidade, e para o Brasil em particular. 

 “Uma Conversa sobre as Áfricas", em uma linguagem simples e direta, promove o encontro entre um estudante que precisa de conhecimento e um velho, um sábio cheio de Histórias. É um diálogo provocado pelo interesse e pela motivação de quem busca sabedoria. Ao perguntar, o jovem conduz a conversa. Ao responder, o velho, sábio, indica caminhos e explora possibilidades. Cada resposta pode gerar muitas perguntas. O desenrolar da conversa segue assim, ao sabor das motivações, sem um traçado pré-estabelecido. 

Quantas outras perguntas poderiam ser feitas? Quantas outras respostas? A pretensão aqui não é tratar de tudo. O livro é um convite, um pedido de licença para abrir uma grande roda 
de conversa sobre as Áfricas.  

Diálogo com as escritoras Lívia Natália e Mel Adun no ILUFBA - BA



POESIA NEGRA EM FOCO: DIÁLOGO COM AS ESCRITORAS LÍVIA NATÁLIA E MEL ADÚN

Local: Sala 01 – Instituto de Letras (UFBA)
Data:12 de Julho de 2013
Horário: 14:30
Realização: Projeto EtniCidades: Escritoras/es e intelectuais afro-latinas/os
Apoio: Programa de Pós-Graduação em Literatura e Cultura (ILUFBA)