SEGUIDORES DO BLOG




CALENDÁRIO NEGRO - MARÇO

1 – Nasce Ralph (Waldo) Ellison professor e escritor norte-americano, ganhou eminência com seu primeiro romance, “O Homem Invisível”, de 1952 (1913-1994)

2 – Ocorre o primeiro carnaval oficial de escolas de samba do Rio de Janeiro, RJ (1935)
2 – Dia da Mulher Angolana
2 – Aprovada lei proibindo o tráfico de escravos africanos nos Estados Unidos (1807)
2 – Festa Nacional de Marrocos (1956)
3 – O paulista Domingos Jorge Velho assina em Pernambuco, com o governador da capitania, o contrato mediante o qual se dispunha a destruir o Quilombo dos Palmares (1687)
3 – Publicado alvará pelo qual os negros dos quilombos, toda vez que fossem aprisionados, para ser restituídos aos donos deviam ser marcados na espádua com um "F" por meio de ferro em brasa (1741)
3 – Em discurso, o presidente da Bahia, Francisco de Souza Martins afirmou que era necessário "fazer sair do território brasileiro todos os libertos africanos perigosos à nossa tranquilidade" (1835)
3 – Inauguração na cidade do Rio de Janeiro, da Avenida dos Desfiles, popularmente chamada de Sambódromo, hoje por lei denominada Passarela do Samba (1984)
3 – Nasce no Rio de Janeiro o cantor e compositor Jards Anet da Silva - Jards Macalé (1943)

3 – Nasce Jackie Joyner-Kersee, atleta estadunidense, considerada por muitos como a maior atleta feminina da história (1962)

4 – É deferido pela Regência o pedido de deportação dos africanos libertos envolvidos na Revolta dos Africanos ou Revolta dos Malês na noite de 24 e 25 de janeiro (1835).
4 – Nasce em Township, África do Sul, a cantora Mirian Makeba (1934)
5 – Fundação, em Salvador (BA) do Olori Afoxé (1981)

5 – Nasce Chiwoniso Maraire, cantora do Zimbabwe (1976-2013)

6 – Independência de Gana, primeiro país da África Negra a tornar-se independente (1957)
6 – Abolição da escravatura no Equador (1854)
7 – Grande marcha pelos direitos civis, de Selma à Montgomery, liderada por Martin Luther King Jr. (1963)
8 – Nasce no bairro de Periperi, Salvador (BA), o Bloco-Afro Ara Ketu (1980)
8 – Aprovada, na África do Sul a nova Constituição, que aboliu oficialmente o apartheid, regime racista dominado pela minoria branca (1996)

8 – Nasce Neusa Borges, atriz (1941)
9 – Nasce, na cidade de Recife (PE) o cantor e compositor José Bezerra da Silva - Bezerra da Silva (1938)
9 – Nasce, no bairro do Andaraí, Rio de Janeiro, a bailarina Isaura de Assis (1942)
9 – Nasce, em Colina (SP), o poeta Paulo Eduardo de Oliveira, Paulo Colina. Publicou "Fogo Cruzado", "Senta que o Dragão é Manso", participou também da "Antologia Contemporânea da Poesia Negra Brasileira" e "Cadernos Negros" (1950)
9 – Realiza-se, em Petrópolis (RJ), o I Encontro de Franciscanos Negros (1988)
10 – Nasce, em Tubarão (SC), Apolinária Mathias Batista - Mãe Apolinária, fundadora da "Sociedade Caboclos Amigos" em Porto Alegre (RS) (1912)
11 – Nasce, na Praça Mauá (RJ), a atriz Léa Garcia (1933)
12 – Independência das Ilhas Maurício (1968)

13 – Nasce Iziane Castro Marques, jogadora de basquete brasileira (1982)
14 – Nasce na Fazenda Cabaceiras, município de Muritiba (BA), Antônio de Castro Alves, o "poeta dos escravos". É um dos poetas mais populares do país, autor de "Vozes d'África, "Navio Negreiro", "A Cachoeira de Paulo Afonso", "Saudação aos Palmares", "Adormecida" e outros (1847)
14 – Nasce, em Juiz de Fora (MG) o cantor e compositor Sinval Machado da Silva, Sinval Silva, o compositor predileto de Carmem Miranda (1906)
14 – Nasce, em Franca, São Paulo, o artista e político Abdias Nascimento, fundador do TEN – Teatro Experimental do Negro (1914)
14 – Nasce, em Sacramento, Minas Gerais, a escritora Carolina Maria de Jesus, autora de "Quarto de Despejo" (1914)
14 – É lançado em Salvador, Bahia, o jornal O Abolicionista (1871)
14 – Realiza-se, em São Paulo, o I Encontro dos Agentes da Pastoral Negros (1983)

15 – Nasce Cecil Taylor, músico e compositor estadunidense, foi o pianista mais importante do free-jazz (1929)

16 – Surge nos Estados Unidos o Freedom's Journal, o primeiro jornal com temática negra da América (1827)
16 – Nasce em Japaratuba (SE), o artista plástico, Arthur Bispo do Rosário (1911)
16 – Nasce em Montgomery, Alabama, (EUA), o cantor e pianista Nahaniel Adams Coles - Nat King Cole (1919)

17 – Nasce Nathaniel Adams Coles, Nat “King” Cole, um dos mais importantes pianistas de jazz, cantor e compositor do século XX (1919-1965)

18 – Nasce Queen Latifah, cantora, rapper, atriz, compositora, modelo, produtora musical, comediante e apresentadora estadunidense (1970)

18 – Nasce Vanessa Lyn Williams, cantora, atriz e compositora estadunidense, famosa por ter sido a primeira Miss America Negra, em 1983 (1963)

19 – Nasce, em Pateoba (BA), o cantor e compositor José de Assis Valente, autor de inúmeros sucessos como: "Camisa Listada", "Boas Festas" e do samba antológico "Brasil Pandeiro" (1908)
19 – Inicia-se o I Encontro Estadual de Conscientização e Cidadania Negra, no Estado do Rio de Janeiro (1988)
20 – Nasce, no Rio de Janeiro, o ator e cantor lírico, Manuel Claudiano Filho - Claudiano Zani (1926)
21 – Nasce, no Rio de Janeiro (RJ), o radialista, humorista, cronista e compositor Haroldo Barbosa (1915)
21 – Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial
21 – Independência da Etiópia (1975)
21 – A polícia sul-africana atira contra um cortejo fúnebre de quinhentas pessoas no bairro negro de Langa, na periferia da cidade de Uitenhage, matando 21 manifestantes. O dia ficou conhecido como "Quinta-feira Sangrenta" (1985)
21 – Independência da Namíbia (1990)
21 – Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial, em memória das vítimas do massacre de Shapeville, na África do Sul (1960)
21 – Zumbi dos Palmares é incluído na galeria dos heróis nacionais (1997)
22 – O explorador negro Alonso Pietro se incorpora à expedição de Cristóvão Colombo (1492)
22 – Nasce em Madureira (RJ), o cantor e compositor Jorge Duílio Lima Menezes - Jorge Benjor, autor de "Chove Chuva", "Cadê Teresa", "África-Brasil (Zumbi)", "País Tropical", "Que Maravilha", entre outros sucessos (1944)
23 – Abolição da escravidão em Porto Rico (1873)

24 - É oficializada a abolição da escravatura na Venezuela (1854)
25 – Proclamação nesta data da libertação final de todos os escravos existentes na Província do Ceará (1884)
25 – Nasce, em Detroit, Michigan Estados Unidos, a cantora Aretha Franklin (1942)
25 – Criação, no Rio de Janeiro do jornal A Voz do Morro (1935)
25 – Nasce Aristides Barbosa, jornalista, educador e ex-militante da Frente Negra (1920)

26 – Nasce Diana Ross, cantora e atriz estadunidense, foi a líder do grupo musical "The Supremes” (1944)

27 – Nasce, numa família de músicos e artistas de Newark, Nova Jersey (EUA), a cantora de jazz, Sarah Louis Vaughan - Sarah Vaughan (1924)

27 – Nasce Luiza Helena de Bairros, socióloga, ativista do do Movimento Negro Unificado e feminista negra (1953)
28 – Nasce, em Cabo Frio (RJ), Antônio Gonçalves Teixeira e Souza, considerado um dos precursores do romantismo e autor do primeiro romance brasileiro: "O Filho do Pescador" (1843)
28 – Fundação, em Pelotas (RS) do Clube Abolicionista (1884)

29 – Nasce Lee ("Scratch") Perry, compositor, cantor e DJ jamaicano, um dos nomes mais destacados da música reggae (1936)

30 – Os homens afro-americanos conquistam direito ao voto nos EUA (1870)

30 – Nasce Maria Bibiana do Espírito Santo, Mãe Senhora, ialorixá do Ilê Axé Opô Afonjá (1900)
31 – Fundação, em Campos, Rio de Janeiro, da Sociedade Emancipadora Campista (1870)

.

Pesquisa personalizada

segunda-feira, 24 de março de 2014

Lançamento do Projeto "Mais mulheres negras na universidade" - BA


quinta-feira, 20 de março de 2014

Minicurso "A experiência afro-americana através da poesia" - BA

Prof. John A. Mundell
O QUE? – Um panorama de obras poéticas escritas e vividas por afro-
estadunidenses desde a colonização britânica até a atualidade
QUANTO? – GRATUITO! Ganha-se certificado, 30 horas
QUANDO? – 25/03-15/05, às terças e quintas, 18:30-20:30
ONDE? – Centro de Estudos Afro-Orientais (CEAO), Largo Dois 
de Julho


*Obs: A poesia apresentada é em seu inglês original então é recomendado, porém não requerido, que @ alun@ tenha alguma proficiência em leitura em inglês. Apesar disso, o professor dará auxílio em aula para melhor compreensão dos textos.

Inscrições até terça, 25 de março:
jmundell87@gmail.com

quarta-feira, 19 de março de 2014

Sessão temática "Racismo institucional na saúde: o caso da Política de Saúde Integral da População Negra" - BA


domingo, 16 de março de 2014

Introdução à História da África e Resistência Negra - MG


Lançamento do Fórum Estadual de Assistência Estudantil da Rede de Educação Profissional e Superior Baiana - BA


“UMA DÉCADA DE AÇÕES AFIRMATIVAS”

Estamos organizando, a partir da articulação das Instituições Públicas de Educação Profissional e Superior da Bahia, o lançamento do FÓRUM ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA REDE DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E SUPERIOR BAIANA.  A ideia inicial era promover um Encontro de três dias (19, 20 e 21 de março) para, além de lançar o Fórum, desenvolver grupos de trabalho e oficinas. No entanto, consideramos que a articulação de encontros e debates futuros perpassa primeiro por este momento de instituição do Fórum, para melhor compreender e aglutinar as Instituições de ensino.
Convidamos todas as Instituições (gestores e profissionais) de ensino público baiana para estarem presentes no dia 19 de março de 2014, 19h, no auditório do Instituto de Saúde Coletiva – ISC (UFBA) para lançamento do referido fórum. Essa data antecipa as memórias e discussões sobre o Dia 21 de março, promulgado pela ONU como o “Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial”.
 Segue abaixo a programação da nossa noite de lançamento. Solicitamos aos gestores das Instituições de Ensino que convidem os profissionais que atuam na Assistência Estudantil, bem como as representações estudantis. Na oportunidade, devem ser indicados os nomes das representações de cada Instituição para compor o Fórum, assim organizado: 1 gestor, 2 profissionais que atuam na área e 1 representante estudantil.

PROGRAMAÇÃO DO LANÇAMENTO DO FÓRUM:

Data: 19/03/2014
Local: Auditório do Instituto de Saúde Coletiva – ISC (UFBA).
Rua Araújo Pinho, s/n, Canela, Salvador, Bahia.
18h - Acolhimento
18h30 - Mesa de abertura: Representantes das organizações promotoras

19h – Conferência: UMA DÉCADA DE AÇÕES AFIRMATIVAS NA BAHIA
Expositores:
  • Naomar Monteiro de Almeida Filho – Reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia
  • Ivete Sacramento – Secretaria Municipal de Igualdade racial
  • Marluce Macedo Pró-Reitora de Ações Afirmativas  (UNEB)
Mediadora:
  • Dulce Tâmara da Rocha Lamego  da Silva  Pró-Reitora de Ações Afirmativas e Assistência Estudantil (UFBA)

20h30 - INSTITUIÇÃO DO FÓRUM ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA REDE DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E SUPERIOR BAIANA (FEPAE – BA)
  • Explanação de Profº Ronaldo Crispim Sena Barros – Pro-Reitor de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis da UFRB

PROPOSTA DE ORGANIZAÇÃO DO FÓRUM
O Fórum de Assistência Estudantil da Rede de Educação Profissional e Superior Baiana deverá buscar a aproximação dos variados segmentos que atuam na assistência ao educando com o intuito de fortificar cada vez mais a inclusão dos discentes, o interesse da coletividade, bem como a troca de experiências daqueles que já estão inseridos na educação.
A proposta é que esse Fórum configure-se como espaço permanente para discussão e deliberação em torno da Política de Assistência Estudantil e sua execução nas agências de ensino profissional e superior públicas do Estado da Bahia. Além disso, elaborar propostas de atuação integradas para o eficaz atendimento das demandas discentes na perspectiva de garantia da sua permanência e sucesso acadêmico nos anos de estudo.  A iniciativa visa promover debates sobre a assistência estudantil consolidando-se como um canal propositivo e dialógico, capaz de suscitar novas perspectivas de engajamento profissional no contexto dessa política, observando as transformações ocorridas na educação a partir da ampliação do acesso da classe trabalhadora.

Participantes do Fórum:

·         Técnicos Administrativos envolvidos diretamente com a assistência estudantil, quais sejam: Assistentes Sociais, Pedagogos, Psicólogos, Nutricionistas, Assistente de alunos, Enfermeiros e técnicos em enfermagem, Médicos, Odontólogos;
·         Representações estudantis, tais como: grêmios, diretórios e centros acadêmicos, conselhos de residentes, membros dos conselhos Superiores;
·          Coordenadores de curso e de setores ligados à Política de assistência Estudantil; Gestores Institucionais (Diretor Geral, Direção de Ensino e Direção de Administração) e seus respectivos Coordenadores, demais servidores interessados.

Composição do Fórum:
·                     Cada Instituição de ensino deverá indicar: 1 gestor, 2 profissionais que atuam na assistência estudantil e 1 representante estudantil;
·                     Cada Instituição não governamental deverá indicar 1 representante.

Organização do Fórum:

·         Na primeira reunião do Fórum, seus representantes deverão elaborar e aprovar o seu regimento interno;
·         O Fórum deve se reunir mensalmente;
·         O Fórum deve organizar, a cada dois anos, um encontro de assistência estudantil;
·         O Fórum terá uma coordenação, que a cada dois anos é substituída por uma Instituição que o compõe.

Organizações Promotoras do evento:
UFBA, IFBA, UFRB, Frente Parlamentar de Assistência Social, CRESS, CRP, ABPESS, Centro de Combate ao Racismo e Intolerância religiosa, NEPGREG – Núcleo de Estudos  e Pesquisas Gênero, Raça, Etnia e Geração, DAMED-UFBA.

Organizações que  poderão participar do FÓRUM:

UFBA, IFBA, IFBaiano, UFRB, UNEB, UEFS, UESB, UESC, UNIVASF, UNILAB, UFESBA, Frente Parlamentar de Assistência Social, CRESS, CRP, ABPESS, Centro de Combate ao Racismo e Intolerância religiosa, Conselho Estadual de Educação, Conselho Estadual dos Direitos Humanos, DAMED-UFBA.

sábado, 15 de março de 2014

Defesa de tese sobre Manoel Querino e Booker T. Washington, no POSAFRO/UFBA


Seminário "O racismo nos esportes" - RJ


Curso à distância de formação continuada para professoras/es "História dos índios no Brasil"



Curso "História dos Índios no Brasil": inscrições de 17/03 até 31/03 pelo e-mail inscricaoindiosnobrasil@gmail.com. 

Inteiramente à distância pela plataforma moodle, o curso é de nível NACIONAL, apenas para professores da rede pública de ensino. 

Coordenação: Profª. Drª. Luisa Tombini Wittmann

sexta-feira, 14 de março de 2014

Seminário "Áfricas no Brasil" - SP

Seminário comemora os 100 anos de Carolina de Jesus - SP



A Ciclo Contínuo Editorial/Ano Centenário Carolina Maria de Jesus e o Sistema Municipal de Bibliotecas tem a honra de convidá-los para o evento “Prazer em (re)conhecer, sou Carolina!”, à realizar-se no dia 22 de Março, às 19 horas na Biblioteca Alceu Amoroso Lima (Rua Henrique Schaumann, 777 – Pinheiros/São Paulo).

Nesta oportunidade será prestada uma homenagem ao “Ano Centenário Carolina Maria de Jesus”, em nome de Vera Eunice de Jesus Lima – filha da escritora –, além de um bate-papo sobre a autora, usando da palavra o escritor Oswaldo de Camargo, Miriam Alves, Flávia Mateus Rios e Marciano Ventura.

Como parte da celebração, haverá um “pocket show” da peça “Ensaio sobre Carolina” com a atriz Lucélia Sérgio e Sidney Santiago, ambos integrantes da Cia de Teatro Os Crespos.

Para fechar a noite, cantaremos parabéns e assopraremos as velinhas de aniversário de 100 anos de Carolina ao som de MC Soffia acompanhada do Dj Guilherme.

quarta-feira, 12 de março de 2014

Curso de extensão "Cultura e História Africana e Afro-brasileira" SP


[Matão - SP] Estão abertas, até 28/03, as inscrições para o "Curso de Extensão Cultura e História Africana e Afro-brasileira: Promovendo a Cultura Negra via Educação". O curso é totalmente gratuito e tem como objetivos atuar na formação e capacitação dos professores para o atendimento da lei 10.639/03, que institui o Ensino da História e Cultura Africana e Afro-brasileira no sistema de ensino público e privado; e sensibilização e reflexão sobre a temática étnico-racial por alunos do Instituto Matonense Municipal de Ensino Superior - IMMES e demais interessados. Vagas limitadas. Para mais informações, acessewww.immes.edu.br.

Exposição "Ciência, raça, literatura e sociedade" - BA



A exposição “Ciência, raça, literatura e sociedade” apresenta aos visitantes recortes do processo histórico de construção do conceito de raça pelas ciências naturais, contemplando também tentativas científicas de desconstrução do conceito e algumas das polêmicas (re)configurações científicas na contemporaneidade. As distinções científicas propostas pela categoria de raça – entendida aqui como mito biológico, porém como inegável realidade social - estiveram comprometidas com processos de alterização, pelos quais determinados grupos sociais, culturais e/ou políticos promoveram segregação e marginalização de outros grupos e indivíduos humanos, justificando cientificamente sua pretendida inferioridade em termos biológicos e intelectuais. A exposição pretende contribuir para o combate contra processos sociais de alterização que implicam marginalização e exclusão social daqueles considerados como “Outros”. Um dos temas é a responsabilidade histórica da ciência na legitimação do racismo, por meio de reconstrução de episódios da história do racismo científico, inclusive no Brasil, estendendo-se também a outros temas, como questões de gênero. Apresenta-se ainda uma breve amostra de como o cientificismo na questão racial foi tratado desde múltiplas perspectivas na literatura brasileira. Pretende-se problematizar, assim, facetas significativas das complexas relações entre ciência, tecnologia e sociedade.

quinta-feira, 6 de março de 2014

IPEAFRO comemora o centenário de Abdias Nascimento - RJ


(Clique na imagem para ampliá-la)

terça-feira, 4 de março de 2014

sábado, 1 de março de 2014

II Simpósio "África: movimentos, territórios e contextos" - MA

II SIMPÓSIO ÁFRICA: MOVIMENTOS, TERRITÓRIOS E CONTEXTOS (São Luís, 27-30/5/2014)
Chamada de Trabalhos
  
Estão abertas as inscrições para apresentação de trabalhos no II Simpósio África: Movimentos, Territórios e Contextos, que acontecerá de 27 a 30 de maio de 2014, em São Luís-MA. O evento está sendo promovido pelo NEÁfrica: Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre África e o Sul Global, e se vincula ao Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Maranhão e ao Programa de Pós-Graduação em História, Ensino e Narrativas, da Universidade Estadual do Maranhão.
Assim como o I Simpósio África: Movimentos, Territórios e Contextos, realizado em 2010, o evento, que passará a ser bienal, deverá congregar estudantes, professores e pesquisadores de diversas universidades brasileiras e demais interessados em estudos africanos.

Até o momento, confirmaram participação os seguintes pesquisadores: Antonádia Borges (UnB), Claudio Furtado (UFBA), Jacques Depelchin (UEFS), Marcelo Bittencourt (UFF), Mônica Lima e Souza (UFRJ), Selma Pantoja (UnB), Silvio de Almeida Carvalho Filho (UFRJ), Valdemir Zamparoni (UFBA), Vanicléia Silva Santos (UFMG) e Walter Hawthorne (Michigan State University).
O II Simpósio África será constituído por conferências, mesas redondas, grupos de trabalho e oficinas de dança e culinária.
Inscrições
Os resumos, contendo de 1500 a 2800 caracteres, deverão ser enviados para o e-mailsimposioneafrica@gmail.com. O resumo deve conter um título, o nome do autor, sua formação e filiação institucional e deve obedecer a seguinte formatação: Fonte Arial, tamanho 11, espacejamento de 1,5 entre linhas.
Prazo de envio: de 24/02/2014 a 24/03/2014.    
Não será cobrada taxa de inscrição.
Hospedagem em São Luís
Não será possível arcar com os custos de passagem de todos os participantes. Entretanto, haverá uma casa (tipo pousada) com quartos coletivos para os primeiros que enviarem e tiverem seus trabalhos aceitos pela comissão organizadora. Aqueles que tiverem interesse em se hospedar neste estabelecimento deverão manifestar esta intenção na mensagem no ato da inscrição. Informações sobre hotéis ou pousadas em São Luís e sobre o evento em geral podem ser obtidas através do e-mail simposioneafrica@gmail.com.
Esperamos contar com sua participação.
Comissão Organizadora
Prof. Dr. Antonio Evaldo Almeida Barros (PPGH-UFMA)
Prof. Msc. Reinaldo dos Santos Barroso Júnior (UESPI)
Profa. Dra. Tatiana Raquel Reis Silva (PPGHEN-UEMA)


Profa. Dra. Viviane de Oliveira Barbosa (CAMPUSIII-UFMA)