SEGUIDORES DO BLOG




CALENDÁRIO NEGRO – NOVEMBRO

1 – Circula no Rio de Janeiro, o primeiro número de "O Abolicionista", órgão da "Sociedade Contra a Escravidão" (1880)

1 – Fundação em Salvador (BA), do Bloco Afro Ilê Ayê, o mais antigo do Brasil (1974)
1 – Independência de Antígua e Barbuda (1985)

1 – Nasce Luís Lázaro Sacramento Ramos ou Lázaro Ramos, ator, apresentador, cineasta, diretor, roteirista e escritor, em Salvador, Bahia (1978)
2 – O presidente dos Estados Unidos Ronald Reagan sanciona um projeto que torna a terceira segunda-feira de janeiro, feriado nacional em homenagem ao nascimento do líder negro Martin Luther King Jr. (1983)
3 – Nasce no bairro de Cascadura (RJ), o cientista Sebastião José de Oliveira, curador da Coleção Etimológica da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) (1918)
4 – Nasce no Rio de Janeiro (RJ) o cantor e compositor Monsueto Campos Menezes - Monsueto de Menezes. (1924)
4 – Assembleia Nacional do MNU - Movimento Negro Unificado - realizada em Salvador (BA) declara 20 de Novembro, data da morte de Zumbi dos Palmares, Dia Nacional da Consciência Negra. (1975)

4 – Nasce em Cuba, o intelectual pan-africanista Carlos Moore (1942).
5 – O Governo sul-africano anuncia a libertação de um dos líderes históricos do Congresso Nacional Africano, Goban Mueke, condenado à prisão perpétua vinte e quatro anos antes. (1987)
6 – Decreto Imperial do Gabinete Zacarias de Góes, autoriza que seja dada gratuitamente liberdade para os escravizados que estiverem em condição de servir ao Exército (1866)
7 – Através de um projeto apresentado ao Senado pelo Marquês de Barbacena, é aprovada a Lei Diogo Feijó, primeira lei proibindo o tráfico de escravos. A Lei "Declara livres todos os escravos vindos de fora do Império, impõe penas aos importadores dos mesmos escravos. (1831)
7 – Carl Stokes de Cleveland e Richard Hatcher de Gary tornam-se os primeiros prefeitos negros das principais cidades dos Estados Unidos. (1967)
8 – São enforcados e esquartejados na cidade de Salvador (BA), os alfaiates João de Deus Nascimento e Manuel Faustino dos Santos Liro e os soldados, Lucas Dantas de Amorim Torres e Luís Gonzaga das Virgens, líderes da Revolta dos Alfaiates ou Conjuração Baiana. (1799)
8 – Nasce em Indianópolis (EUA), Marshall Walter Taylor, Major Taylor, o mais rápido corredor de bicicletas do mundo durante 12 anos. (1878)
8 – Mais de 100 sociólogos, pesquisadores e entidades negras encaminham manifesto ao IBGE exigindo a inclusão do item cor no recenseamento de 1980. (1979)
9 – Nos Estados Unidos, o lutador de boxe Evander Holyfield nocauteia o campeão Mike Tyson e iguala o recorde de Muhammed Ali, ao conquistar por três vezes o título mundial dos pesos pesados (1996)
10 – Início da Revolta da Vacina, no Rio de Janeiro, com os primeiros confrontos entre o povo e a polícia. (1904)
10 – Tem início a primeira reunião da Convenção do Negro Brasileiro com a presença de vários Estados (1945)
10 – Nasce o cantor e compositor Abimael do Nascimento Álvares - Alvarese. (1917)
10 – O governo Médici proíbe em toda a imprensa notícias sobre índios, esquadrão da morte, guerrilha, movimento negro e discriminação racial / 1969
11 – Em menos de duas semanas após sua captura é executado na Virgínia (EUA) o escravizado Nat Turner, líder da Insurreição de Southampton. (1831)
11 – As forças do Governo, sob o comando de Caxias, conseguem destruir o Quilombo de Manuel Congo. (1838)
11 – Independência de Angola (1975)
11 – Independência do Zimbabwe, declarado Rodésia (1965)
12 – Nasce no Rio de Janeiro, o cantor e compositor Paulo César Batista de Faria - Paulinho da Viola, considerado um dos mais talentos compositores brasileiros. Autor de "Sinal Fechado", "Argumento", "Foi um Rio que Passou em Minha Vida", "Eu Canto um Samba", (1942)
12 – Nasce no bairro do Méier (RJ), o cantor e compositor João Baptista Nogueira Jr. - João Nogueira, autor, entre muitos sucessos de "Nó na Madeira" (João Nogueira e Eugênio Monteiro), "O Homem de um braço só", Sonho de Bamba", "Poder da Criação" ( João Nogueira e Paulo César Pinheiro). (1941)
13 – Madame Lilian Evanti, cantora de ópera, funda a Companhia Nacional de Ópera Negra nos Estados Unidos (1941)
13 – Nasce em Nova Iorque (EUA), a atriz Caryn Johnson - Whoopi Goldberg (1949)
13 – A Corte Suprema dos Estados Unidos decide que a segregação nos ônibus é inconstitucional (1956)

14 – Nasce em Salvador, Riachão, um dos maiores sambistas do país (1921)
15 – Nasce em Porto Alegre o compositor Antônio de Assis Republicano. (1897)
15 – Fundação no bairro de Neves, Niterói (RJ), por Zélio de Moraes, do primeiro Terreiro de Umbanda do Brasil (1908)
16 – A Constituição paraguaia ratifica a suspensão da escravidão (1870)
16 – Nasce nos Estados Unidos, W. C. Handy - "O Pai do Blues" (1873)

17 – Nasce em Pouso Alegre (MG) Mário Lúcio Duarte Costa, o goleiro Aranha (1980)
18 – Publicação no Diário Oficial do despacho de Rui Barbosa de 14/11/1890, ordenando a queima de livros e documentos referentes a escravidão no Brasil (1890)

18 – Nasce em Pelotas/RS, Arcanjo Antonino Lopes do Nascimento, o repórter Tim Lopes, brutalmente assassinado por traficantes em 2002, na favela Vila Cruzeiro/RJ (1950)
19 – Nasce o ator Charles S. Gilpin. (1878)
19 – Nasce o jogador de futebol Domingos da Guia. (1912)
19 – O jogador de futebol Edson Arantes do Nascimento, Pelé marca o milésimo gol de sua carreira, na partida Vasco da Gama X Santos, realizada no Maracanã (1969)
19 – Nascimento de Paulo Lauro - primeiro prefeito negro de São Paulo, SP (1907)
19 – Lançamento do primeiro volume de Cadernos Negros (1978)
20 – Morre Zumbi dos Palmares. (1695)
20 – Dia Nacional da Consciência Negra
20 – Fundação do Memorial Zumbi, na Serra da Barriga, (AL). (1986)
20 – Realiza-se em Brasília (DF), o primeiro Encontro Nacional das Comunidades Remanescentes de Quilombos. (1995)
20 – O Presidente da República Fernando Henrique Cardoso sanciona a Lei nº 9.315, de autoria da Senadora Benedita da Silva, incluindo Zumbi dos Palmares na galeria dos heróis nacionais. (1996)
20 – O grupo gaúcho Palmares declara o 20 como Dia do Negro / 1975
21 – Nasce em São Luís, Maranhão, a cantora Alcione Nazareth - Alcione (1947)
22 – Ocorre no Rio de Janeiro a Revolta da Chibata tendo como metas a abolição dos castigos corporais, melhoria do soldo e da alimentação para os marinheiros que eram tratados como escravos (1910)
22 – Elijah Muhammed funda em Detroit (EUA) a Nação do Islã (1930)
22 – Dia do Almirante Negro (Marinheiro João Cândido, líder da Revolta da Chibata, 1910), instituído por Lei Municipal (RJ) nº 1.234 de 12/05/88, de autoria do Vereador Jorge Ligeiro
23 – Os marinheiros participantes da Revolta da Chibata entregam um Ultimatum ao governo e às 17h 30min, o Congresso decreta a anistia aos revoltosos (1910)
23 – Nasce na cidade de Salvador (BA), o cantor e compositor Carlinhos Brown (1964)
23 – Nasce na cidade de Salvador (BA), Manoel dos Reis Machados, o capoeirista Mestre Bimba, criador da Capoeira Regional (1900)
23 – O senador americano Jesse Jackson recebe o diploma de Cidadão Benemérito do Rio de Janeiro e a Medalha Tiradentes, durante visita ao Rio de Janeiro. (1996)
24 – Nasce nos Estados Unidos Scott Jopplin, considerado o "Rei dos Compositores de Ragtime". (1868)
24 – Nasce em Desterro, hoje Florianópolis, Santa Catarina, João da Cruz e Sousa, o maior poeta simbolista brasileiro (1861)
24 – Criação, em São Paulo, da Feira Preta (2002)

25 – Dia da Baiana do Acarajé.
25 – Nasce no bairro de Laranjeiras (RJ), o maestro, músico, intérprete, trombonista, Raul Machado de Barros - Raul de Barros, compositor do samba antológico "Na Glória". (1915)
25 – Independência do Suriname. (1975)
25 – A Comunidade de Remanescentes de Quilombos de Boa Vista, município de Oriximirá, (PA), recebe a escritura coletiva da propriedade. É a primeira comunidade no Brasil a receber a titulação. (1995)
26 – Os marinheiros que se revoltaram contra a chibata, utilizada pela Marinha entregam os navios em perfeito estado aos oficiais, terminando a rebelião. (1910)
27 – É registrado no segundo livro de registro de direitos autorais da Biblioteca Nacional, folha 217, com o nº 2 295, a música Pelo Telefone, primeiro samba gravado no Brasil. (1916)
27 – Nasce às 10h e 15m, em Seattle, Washington (EUA), o músico James Marshall Hendrix, Jimi Hendrix, um dos maiores guitarristas do mundo. (1942)
28 – Independência da Mauritânia (1960)
29 – Publicação, nos Estados Unidos do jornal negro "The Chicago Defender" (1905)
29 – Nasce em Belo Horizonte (MG), a escritora Maria da Conceição Evaristo de Brito - Conceição Evaristo (1946)
30 – Criação do Partido da Revolução Popular do Benin - PRPB, pelo Presidente Mathieu Kerekou. (1975)
30 – Nasce em Ilhéus (BA), o zagueiro da Seleção Brasileira de Futebol, Aldair Nascimento dos Santos. (1965)
30 – Independência de Barbados (1966)

.

Pesquisa personalizada

segunda-feira, 31 de julho de 2017

UFU promove Curso de Formação "A Cor da Cultura" - MG

O Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da Universidade Federal de Uberlândia(NEAB/UFU) considerando a aprovação no EDITAL 90 PROEXC/UFU/COMFOR/REDEUFU torna pública, pelo presente Edital, a realizaçãodo processo seletivo de profissionais da educação pública e membros do movimento negro para o Curso de Formação A Cor da Cultura, observadas as disposições contidas neste Edital e em seus Anexos.
4. DAS INSCRIÇÕES

4.1 Poderão se inscrever para o Curso de Formação a Cor da Cultura:
a) Educadores/as, profissionais da rede pública de educação básica, incluídos/as os/as
professores/as, educadores/as infantis, coordenadores/as pedagógicos, orientadores/as e
supervisores/as educacionais e diretores/as de escola;
b) Demais profissionais de apoio a educação das escolas, ativistas do movimento negro
e da luta anti-racista.

4.2 As inscrições ocorrerão do dia 26 de julho a 08 de agosto de 2017 com entrega
presencial dos documentos abaixo, em envelope lacrado, no Núcleo de Estudos AfroBrasileiros
da Universidade Federal de Uberlândia (NEAB), localizado no Campus
Santa Mônica (Bloco B - Sala 101) desegunda a quarta-feira das 08:00 às 11:00 horas,
segunda e quarta-feira das 14:00 às 17:00 horas, na sexta-feira das 08:00 às 11:00 horas
e das 14:00 às 17:00 horas.

1 - Formulário de inscrição. (Anexo 01);
2 - Cópia do RG;
3 - Cópia do CPF;
4 – Carta de motivação. (Conforme detalhado no item 2.4 deste Edital);
5 – Comprovação de vínculo com a escola da rede pública. (Conforme detalhado no
item 2.4, alínea b, deste Edital) – Anexo 02.

5º Seminário de Religiões Afro-brasileiras, Cultura, Arte e Saúde - BA


Inscrições abertas, mande mensagem solicitando a confirmação da inscrição.
Se for apresentar trabalho de pesquisa ou extensão mande um Resumo de 1 lauda e confirme.
Não percam!



domingo, 9 de julho de 2017

25 de julho: Marcha pela Vida das Mulheres Negras em Salvador - BA



Chegamos ao “Julho das Pretas”! Continuamos firmes em nosso propósito de nos fortalecermos cada vez mais para lutarmos contra o racismo, o machismo e a misoginia. 

Reverenciando o 25 de Julho - Dia da Mulher Afro-latino-americana e Caribenha, a Marcha das Mulheres Negras 2017 traz como tema “Pela Vida das Mulheres Negras”, destacando a necessidade de mais ações coletivas e políticas públicas que visem ao enfrentamento da violência recorrente e sistemática contra mulheres e meninas negras. 


Esta data, estabelecida durante o I Encontro de Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-caribenhas, realizado em 1992, em Santo Domingo (República Dominicana), celebra as contribuições políticas, intelectuais, econômicas e socioculturais das mulheres negras para o desenvolvimento histórico do continente e reafirma a nossa luta contra a violação de direitos. Ao mesmo tempo, essa conexão entre mulheres negras dá força às vozes femininas na luta pela garantia de direitos.



Segundo o Mapa da Violência - 2015, em apenas 10(dez) anos, o número de casos de feminicídios envolvendo mulheres negras aumentou 54%, o que mostra o quadro dramático vivido por nós, mulheres negras, no Brasil. Essa situação de violência racista e misógina que se expressa de múltiplas formas: via extermínio, epistemicídio, racismo institucional, lesbofobia, etc. Dia 25 é dia de marcharmos, e é PELA VIDA DAS MULHERES NEGRAS que iremos às ruas.



Juntem-se a nós!



eBook Brincadeiras Africanas disponível para download

O e-book Brincadeiras Africanas para a Educação Cultural é uma obra vinculada ao Projeto de extensão LAAB, da UFPA.Qualquer parte desta obra poderá ser reproduzida desde que citada a fonte.
É proibida a venda por terceiros.

Clique AQUI para fazer o download

sábado, 8 de julho de 2017

sexta-feira, 7 de julho de 2017

quarta-feira, 5 de julho de 2017

terça-feira, 4 de julho de 2017

Boletim GEMAA 2: Raça e Gênero no Cinema Brasileiro (1970-2016)

O Grupo de Estudos Multidisciplinares da Ação Afirmativa (GEMAA), do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da UERJ (IESP-UERJ) acaba de publicar em seu site o Boletim GEMAA 2: Raça e Gênero no Cinema Brasileiro (1970-2016)
Este boletim expande o horizonte temporal dos trabalhos anteriores feitos pelo GEMAA sobre diversidade no cinema brasileiro. Com base nos dados disponibilizados pelo Observatório Brasileiro do Cinema e do Audiovisual (OCA-ANCINE), computamos as informações de gênero e raça das pessoas que desempenham as atividades de maior notoriedade na produção audiovisual (direção, roteiro e atuação), levando em conta todos os filmes que obtiveram público acima de 500.000 espectadores entre os anos de 1970 e 2016. Como podemos constatar, em quase meio século de cinema nacional, a despeito das mudanças de regime político e de governos, intensas desigualdades continuaram a marcar esse campo da indústria cultural, no qual predomina o gênero masculino e, sobretudo, as pessoas de cor branca.
Para visualizar o Boletim do GEMAA, clique aqui.

Mulher Negra Todo Dia: Escritoras


Mulher Negra Todo Dia: Ativistas


Mulher Negra Todo Dia: Educadoras


Mulher Negra Todo Dia: Quilombolas



Em torno de relações étnico raciais a partir das cotas raciais no vestibular da UFPR



Marcos Silveira discute as dinâmicas sociais da divisão racial no Brasil a partir de sua participação nas bancas de verificação de autodeclaração "étnico racial" no vestibular da UFPR. Ele destaca que menos de 10% dos candidatos que optam pelas vagas para cotistas são questionados ou convocados pela banca para falar acerca dos motivos de sua opção. Destes, metade têm seu pedido negado. Suas reflexões dizem respeito aos candidatos restantes, quando se apresentam à banca para justificar os motivos pelos quais sentem ter direito de ser contemplados pelas vantagens oferecidas pelas políticas afirmativas. Esses casos, em que à primeira vista o fenótipo dos candidatos causa estranhamento frente a sua autodeclaração enquanto "pardos", colocam em relevo as dinâmicas concretas da exclusão racial na sociedade e os dilemas da construção identitária individual frente a classificações raciais que não têm referente exato na realidade. A partir da apresentação de diferentes casos e do debate antropológico a esse respeito, Marcos Silveira apresenta as bancas de verificação como locais de construção de direitos e de reivindicações, de negociação e de reelaboração identitária.

sábado, 1 de julho de 2017