SEGUIDORES DO BLOG




CALENDÁRIO NEGRO - ABRIL

1 – Criação do Partido dos Panteras Negras, EUA (1967)

1 – Nasce no bairro da Tijuca, Rio de Janeiro, o cantor e compositor Antônio Moreira da Silva - Kid Morengueira, famoso pelo jeito muito próprio de cantar o samba de breque. Fez sucesso com sambas antológicos como: "Acertei no Milhar", "O Rei do Gatilho" e "Na Subida do Morro" (1902)
1 – Tem início em Dacar, Senegal, o I Festival Mundial de Arte Negra (1966)
2 – Nasce em Santa Maria da Vitória (BA), o famoso escultor de carrancas do Rio São Francisco, Francisco Biquiba dy Lafuente Guarany. (1882)
2 – Nasce em Washington (EUA), o cantor, compositor, baterista, pianista, arranjador e produtor Marvin Gaye. Faz parte de seu repertório, sucessos como: "What's Going On", "Let's Get It On", "Sexual Healing" (1939)
2 – Criação no bairro de Madureira (RJ), do Grupo Afro-Cultural Agbara Dudu, que em iorubá significa "força negra", o mais antigo bloco-afro do Rio de Janeiro (1982)

2 – Nasce Dener Augusto de Sousa, o Dener, famoso jogador de futebol morto precocemente num acidente automobilístico (1971)
3 –
Martin Luther King Jr. profere seu discurso I've Been to the Mountaintop (Eu estive no topo da montanha), na sede da Igreja Mundial de Deus em Cristo, em Memphis, Estados Unidos (1968)

3 – Nasce nos Estados Unidos, o ator Eddie Murphy (1961)

3 – Nasce em São Paulo/SP, Mauro Mateus dos Santos, o compositor, cantor e ator brasileiro Sabotage (1973)

4 – Tem início em São Paulo, o I Encontro de Padres e Bispos Negros (1989)
4 – Nasce nos Estados Unidos, o ator e produtor Eddie Murphy (1961)
4 – Nasce em Rolling Forks, Mississipi (EUA), o músico e cantor de blues Mckinley Morganfield - Muddy Waters, um dos maiores mestres do blues urbano (1915)
4 – Independência do Senegal. (1960)
4 – Nasce em Lins/SP, Nelson Prudêncio, professor e atleta de salto triplo, ganhador de várias medalhas: uma medalha de prata nas Olimpíadas de Verão de 1968, na Cidade do México, uma medalha de bronze nas Olimpíadas de Verão de 1972, em Munique, uma medalha de prata nos Jogos Panamericanos de 1967, no Canadá, e uma medalha de prata nos Jogos Panamericanos de Cali, Colômbia, em 1971 (1944)

5 – Nasce nos Estados Unidos, o educador Booker T. Washington (1856)

5 – Nasce em Salvador (BA), Vicente Ferreira Pastinha - Mestre Pastinha, considerado o maior guardião da capoeira angola (1889)
5 – Nasce o compositor Joaquim Maria dos Santos, Donga, autor de “Pelo telefone”, primeiro samba gravado (1890)

6 – Nasce em Kinshasa/República Democrática do Congo, Fabrice Ndala Muamba, ex-jogador de futebol do Arsenal e Birminghan. Em 2012, teve um mal súbito, ficou com o coração parado por 78 minutos e sobreviveu (1988)
7 – Nasce em Baltimore (EUA), a cantora imortal, Billie Holiday, consagrada através de canções como: "Strange Fruit", "God Bless the Child", "Solitude", "My Man", "Don't Explain", entre outros (1915)

7 – Nasce Antônio Carlos Bernardes Gomes, o Mussum, músico, ator e humorista brasileiro, integrante do grupo Os Trapalhões (1941)
7 – Dia da Mulher Moçambicana - Em homenagem a Josina Mutamba Machel, comandante do destacamento de mulheres da FRELIMO e chefe de Assuntos Sociais do Departamento de Assuntos Exteriores de Moçambique
8 – A atriz Ruth de Souza recebe em Brasília a Comenda do Grau Oficial da Ordem do Rio Branco da República Federativa do Brasil, por sua contribuição ao cenário artístico brasileiro (1988)
9 – Nasce em Princeton (EUA), o ator e cantor Paul Bustill Robeson, Paul Robeson (1898)
9 – Nasce no Rio de Janeiro, o ator Haroldo de Oliveira (1942)
10 – Nasce na cidade de Pirapetinga (MG) o cantor Mário Souza Marques Filho - Noite Ilustrada (1928)
10 – Fundada no Rio de Janeiro, tendo como idealizador o Maestro Abgail Moura, a Orquestra Afro-Brasileira (1942)
11 – Em correspondência a Nina Rodrigues, o Dr. Remédios Monteiro externava sua opinião de que "...a raça negra tende a desaparecer em Santa Catarina por efeito do clima: as crianças anemiam-se, escrofulizam-se e tuberculizam-se enquanto as que não são de tal origem criam-se bem". (1899)
11 – Nasce em Pernambuquinho (RN), a escritora, militante do Movimento Negro em Pernambuco, Inaldete Pinheiro de Andrade, autora de "Cinco cantigas pra você contar", "Pai Adão era nagô", "Palavras de mulher" (1946)
12 – Nasce nos Estados Unidos o bailarino William Henry Lane - Juba, responsável por lançar as bases do sapateado, gênero de dança que consagrou artistas como Fred Astaire e Gene Kelly (1804)
13 – Nasce no Rio de Janeiro, a poetisa, cantora e compositora Yvonne Lara da Costa, D. Ivone Lara, primeira compositora de escola de samba a ganhar projeção com suas canções. (1921)
14 – Dia Mundial do Café, planta de origem etíope que foi a segunda mercadoria mais negociada no mundo por valor monetário, na década de 1980.

15 – Nasce no Rio de Janeiro o compositor e maestro Antônio Francisco Braga. (1868)

15 – Nasce, em São Lourenço da Mata/PE, José Albertino da Silva, o Caju, da dupla de embolada (1962)
16 – Decretada a abolição dos escravos no Distrito de Colúmbia (EUA). (1862)
16 – Nasce em Manhumirim (MG), o escritor e roteirista Júlio Emílio Braz, autor de "Saguairu", "Zumbi - O Despertar da Liberdade" e "Felicidade não tem cor" (1959)
17 – Nasce em Salvador/BA, Hyldon de Souza Silva, o produtor, guitarrista, baixista, compositor e cantor Hyldon, um dos maiores nomes do soul no Brasil (1951)

18 – Independência do Zimbabue. (1980)
18 – Inicia-se em Belo Horizonte, o II Encontro Nacional do MNU.
19 – Criação no Rio de Janeiro, do Grupo Negrícia - Poesia e Arte de Crioulo (1982)

19 – Nasce no Rio de Janeiro/RJ, Ronaldo Jorge Silva, o cantor, compositor e dançarino Naldo Benny (1979)
20 – Fundação no bairro de Miguel Couto, Nova Iguaçu (RJ), pela ialorixá Mãe Beata de Iemanjá, a Comunidade Terreiro Ilé Omi Oju Arô (casa da água os olhos de Oxossi) (1985)
20 – Nasce em Nogales, Arizona (EUA), o compositor Charles Mingus (1922)
21 – Nasce em Juiz de Fora/MG, Jorge Luís Andrade Silva, o ex-jogador e treinador de futebol Andrade, um dos jogadores que mais conquistaram o Campeonato Brasileiro de futebol (1957)

22 – Nasce o cantor e compositor Aldacyr Evangelista de Mendonça - Aldacyr Louro (1926)
23 – Dia consagrado ao orixá Oxóssi
23 – Nasce em Salvador ( BA), a negra Hilária Batista de Almeida, Tia Ciata ou Asseata, uma das tias baianas do samba carioca (1854)
23 – Nasce, em Alagoas, o escritor Jorge de Lima, um dos expoentes da poesia de temática afro-brasileira (1895)
23 – Nasce no bairro da Piedade (RJ), o compositor e músico Alfredo da Rocha Viana Júnior - Pixinguinha. Ganhou a imortalidade compondo músicas como: "Ingênuo", "Lamento", "Rosa" e "Carinhoso" (1897)
23 – Nasce em Juiz de Fora (MG), o cantor e compositor Geraldo Theodoro Pereira - Geraldo Pereira, autor de: "Acertei no Milhar", "Falsa Baiana", "Sem Compromisso" (1918)
23 – A cantora Elisete Cardoso, aos 5 anos de idade estréia como cantora na Sociedade Familiar Dançante e Carnavalesca Kananga do Japão (1926)
23 – Nelson Mandela, aos 47 anos, é condenado. Sua brilhante defesa não o livrou da prisão perpétua. Foi levado para a Ilha de Robben, prisão de segurança máxima para presos políticos (1964)
24 – Fundação em Belém (PA) do Club Amazônia, com o objetivo específico de organizar e promover a abolição da escravatura no vale do Amazonas (1884)
25 – Nasce em Newport New, Virgínia (EUA), a cantora de jazz Ella Fitzgerald, uma das musas da canção americana (1918)
25 – Nasce em Indianola, Mississipi (EUA), o cantor e guitarrista Albert Nelson - Albert King, um dos grandes expoentes do blues (1923)
25 – Nasce em São Paulo (SP) o cantor Agostinho dos Santos (1932)
25 – Criado no Pelourinho, Salvador (BA), o Bloco-Afro Cultural Olodum (1979)
26 – Festa Nacional da Tanzânia (1964)
26 – Iniciam-se as primeiras eleições multirraciais na África do Sul (1994)
26 – Nasce Benedita da Silva, primeira mulher negra a ocupar o cargo de governadora (1942)
27 – Independência do Togo (1960)

27 – Independência de Serra Leoa (1971)
27 – Nasce no Rio de Janeiro/RJ, a atriz e artista plástica Iléa Ferraz (1960)
27 – Fundação no Rio de Janeiro, do G.R.E.S. Arrastão de Cascadura. Cores: verde e branco (1973)
27 – Dia Nacional da Empregada Doméstica
27 – Realiza-se na África do Sul, a primeira eleição nacional livre sem a utilização de critérios raciais (1994)
Com o apoio maciço da população negra sul-africana, que pela primeira vez na história do país comparece às urnas para escolher seus representantes, o CNA - Congresso Nacional Africano conquista 62,6% dos votos e o líder Nelson Mandela é eleito presidente da África do Sul
28 – No bairro de Guaianazes, São Paulo, o trabalhador Robson Silveira da Luz, é morto vítima das torturas policiais. Este fato, aliado a outros, levou a criação do Movimento Negro Unificado. (1978)
28 – A Ialorixá Mãe Stella de Oxóssi recebe da Câmara Municipal de Salvador (BA) a Medalha Maria Quitéria, a mais alta comenda concedida à mulheres de destaque na Bahia (1995)
29 – Nasce em Washington, D.C. (EUA), o músico Edward Kennedy Ellington - Duke Ellington (1899)
30 – Nasce em Salvador (BA), o compositor Dorival Caymmi, autor de "O que é que a baiana tem ", "O Mar", "Dora", "Acalanto", "Oração de Mãe Menininha" (1914)

.

Pesquisa personalizada

segunda-feira, 24 de março de 2014

Lançamento do Projeto "Mais mulheres negras na universidade" - BA


quinta-feira, 20 de março de 2014

Minicurso "A experiência afro-americana através da poesia" - BA

Prof. John A. Mundell
O QUE? – Um panorama de obras poéticas escritas e vividas por afro-
estadunidenses desde a colonização britânica até a atualidade
QUANTO? – GRATUITO! Ganha-se certificado, 30 horas
QUANDO? – 25/03-15/05, às terças e quintas, 18:30-20:30
ONDE? – Centro de Estudos Afro-Orientais (CEAO), Largo Dois 
de Julho


*Obs: A poesia apresentada é em seu inglês original então é recomendado, porém não requerido, que @ alun@ tenha alguma proficiência em leitura em inglês. Apesar disso, o professor dará auxílio em aula para melhor compreensão dos textos.

Inscrições até terça, 25 de março:
jmundell87@gmail.com

quarta-feira, 19 de março de 2014

Sessão temática "Racismo institucional na saúde: o caso da Política de Saúde Integral da População Negra" - BA


domingo, 16 de março de 2014

Introdução à História da África e Resistência Negra - MG


Lançamento do Fórum Estadual de Assistência Estudantil da Rede de Educação Profissional e Superior Baiana - BA


“UMA DÉCADA DE AÇÕES AFIRMATIVAS”

Estamos organizando, a partir da articulação das Instituições Públicas de Educação Profissional e Superior da Bahia, o lançamento do FÓRUM ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA REDE DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E SUPERIOR BAIANA.  A ideia inicial era promover um Encontro de três dias (19, 20 e 21 de março) para, além de lançar o Fórum, desenvolver grupos de trabalho e oficinas. No entanto, consideramos que a articulação de encontros e debates futuros perpassa primeiro por este momento de instituição do Fórum, para melhor compreender e aglutinar as Instituições de ensino.
Convidamos todas as Instituições (gestores e profissionais) de ensino público baiana para estarem presentes no dia 19 de março de 2014, 19h, no auditório do Instituto de Saúde Coletiva – ISC (UFBA) para lançamento do referido fórum. Essa data antecipa as memórias e discussões sobre o Dia 21 de março, promulgado pela ONU como o “Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial”.
 Segue abaixo a programação da nossa noite de lançamento. Solicitamos aos gestores das Instituições de Ensino que convidem os profissionais que atuam na Assistência Estudantil, bem como as representações estudantis. Na oportunidade, devem ser indicados os nomes das representações de cada Instituição para compor o Fórum, assim organizado: 1 gestor, 2 profissionais que atuam na área e 1 representante estudantil.

PROGRAMAÇÃO DO LANÇAMENTO DO FÓRUM:

Data: 19/03/2014
Local: Auditório do Instituto de Saúde Coletiva – ISC (UFBA).
Rua Araújo Pinho, s/n, Canela, Salvador, Bahia.
18h - Acolhimento
18h30 - Mesa de abertura: Representantes das organizações promotoras

19h – Conferência: UMA DÉCADA DE AÇÕES AFIRMATIVAS NA BAHIA
Expositores:
  • Naomar Monteiro de Almeida Filho – Reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia
  • Ivete Sacramento – Secretaria Municipal de Igualdade racial
  • Marluce Macedo Pró-Reitora de Ações Afirmativas  (UNEB)
Mediadora:
  • Dulce Tâmara da Rocha Lamego  da Silva  Pró-Reitora de Ações Afirmativas e Assistência Estudantil (UFBA)

20h30 - INSTITUIÇÃO DO FÓRUM ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA REDE DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E SUPERIOR BAIANA (FEPAE – BA)
  • Explanação de Profº Ronaldo Crispim Sena Barros – Pro-Reitor de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis da UFRB

PROPOSTA DE ORGANIZAÇÃO DO FÓRUM
O Fórum de Assistência Estudantil da Rede de Educação Profissional e Superior Baiana deverá buscar a aproximação dos variados segmentos que atuam na assistência ao educando com o intuito de fortificar cada vez mais a inclusão dos discentes, o interesse da coletividade, bem como a troca de experiências daqueles que já estão inseridos na educação.
A proposta é que esse Fórum configure-se como espaço permanente para discussão e deliberação em torno da Política de Assistência Estudantil e sua execução nas agências de ensino profissional e superior públicas do Estado da Bahia. Além disso, elaborar propostas de atuação integradas para o eficaz atendimento das demandas discentes na perspectiva de garantia da sua permanência e sucesso acadêmico nos anos de estudo.  A iniciativa visa promover debates sobre a assistência estudantil consolidando-se como um canal propositivo e dialógico, capaz de suscitar novas perspectivas de engajamento profissional no contexto dessa política, observando as transformações ocorridas na educação a partir da ampliação do acesso da classe trabalhadora.

Participantes do Fórum:

·         Técnicos Administrativos envolvidos diretamente com a assistência estudantil, quais sejam: Assistentes Sociais, Pedagogos, Psicólogos, Nutricionistas, Assistente de alunos, Enfermeiros e técnicos em enfermagem, Médicos, Odontólogos;
·         Representações estudantis, tais como: grêmios, diretórios e centros acadêmicos, conselhos de residentes, membros dos conselhos Superiores;
·          Coordenadores de curso e de setores ligados à Política de assistência Estudantil; Gestores Institucionais (Diretor Geral, Direção de Ensino e Direção de Administração) e seus respectivos Coordenadores, demais servidores interessados.

Composição do Fórum:
·                     Cada Instituição de ensino deverá indicar: 1 gestor, 2 profissionais que atuam na assistência estudantil e 1 representante estudantil;
·                     Cada Instituição não governamental deverá indicar 1 representante.

Organização do Fórum:

·         Na primeira reunião do Fórum, seus representantes deverão elaborar e aprovar o seu regimento interno;
·         O Fórum deve se reunir mensalmente;
·         O Fórum deve organizar, a cada dois anos, um encontro de assistência estudantil;
·         O Fórum terá uma coordenação, que a cada dois anos é substituída por uma Instituição que o compõe.

Organizações Promotoras do evento:
UFBA, IFBA, UFRB, Frente Parlamentar de Assistência Social, CRESS, CRP, ABPESS, Centro de Combate ao Racismo e Intolerância religiosa, NEPGREG – Núcleo de Estudos  e Pesquisas Gênero, Raça, Etnia e Geração, DAMED-UFBA.

Organizações que  poderão participar do FÓRUM:

UFBA, IFBA, IFBaiano, UFRB, UNEB, UEFS, UESB, UESC, UNIVASF, UNILAB, UFESBA, Frente Parlamentar de Assistência Social, CRESS, CRP, ABPESS, Centro de Combate ao Racismo e Intolerância religiosa, Conselho Estadual de Educação, Conselho Estadual dos Direitos Humanos, DAMED-UFBA.

sábado, 15 de março de 2014

Defesa de tese sobre Manoel Querino e Booker T. Washington, no POSAFRO/UFBA


Seminário "O racismo nos esportes" - RJ


Curso à distância de formação continuada para professoras/es "História dos índios no Brasil"



Curso "História dos Índios no Brasil": inscrições de 17/03 até 31/03 pelo e-mail inscricaoindiosnobrasil@gmail.com. 

Inteiramente à distância pela plataforma moodle, o curso é de nível NACIONAL, apenas para professores da rede pública de ensino. 

Coordenação: Profª. Drª. Luisa Tombini Wittmann

sexta-feira, 14 de março de 2014

Seminário "Áfricas no Brasil" - SP

Seminário comemora os 100 anos de Carolina de Jesus - SP



A Ciclo Contínuo Editorial/Ano Centenário Carolina Maria de Jesus e o Sistema Municipal de Bibliotecas tem a honra de convidá-los para o evento “Prazer em (re)conhecer, sou Carolina!”, à realizar-se no dia 22 de Março, às 19 horas na Biblioteca Alceu Amoroso Lima (Rua Henrique Schaumann, 777 – Pinheiros/São Paulo).

Nesta oportunidade será prestada uma homenagem ao “Ano Centenário Carolina Maria de Jesus”, em nome de Vera Eunice de Jesus Lima – filha da escritora –, além de um bate-papo sobre a autora, usando da palavra o escritor Oswaldo de Camargo, Miriam Alves, Flávia Mateus Rios e Marciano Ventura.

Como parte da celebração, haverá um “pocket show” da peça “Ensaio sobre Carolina” com a atriz Lucélia Sérgio e Sidney Santiago, ambos integrantes da Cia de Teatro Os Crespos.

Para fechar a noite, cantaremos parabéns e assopraremos as velinhas de aniversário de 100 anos de Carolina ao som de MC Soffia acompanhada do Dj Guilherme.

quarta-feira, 12 de março de 2014

Curso de extensão "Cultura e História Africana e Afro-brasileira" SP


[Matão - SP] Estão abertas, até 28/03, as inscrições para o "Curso de Extensão Cultura e História Africana e Afro-brasileira: Promovendo a Cultura Negra via Educação". O curso é totalmente gratuito e tem como objetivos atuar na formação e capacitação dos professores para o atendimento da lei 10.639/03, que institui o Ensino da História e Cultura Africana e Afro-brasileira no sistema de ensino público e privado; e sensibilização e reflexão sobre a temática étnico-racial por alunos do Instituto Matonense Municipal de Ensino Superior - IMMES e demais interessados. Vagas limitadas. Para mais informações, acessewww.immes.edu.br.

Exposição "Ciência, raça, literatura e sociedade" - BA



A exposição “Ciência, raça, literatura e sociedade” apresenta aos visitantes recortes do processo histórico de construção do conceito de raça pelas ciências naturais, contemplando também tentativas científicas de desconstrução do conceito e algumas das polêmicas (re)configurações científicas na contemporaneidade. As distinções científicas propostas pela categoria de raça – entendida aqui como mito biológico, porém como inegável realidade social - estiveram comprometidas com processos de alterização, pelos quais determinados grupos sociais, culturais e/ou políticos promoveram segregação e marginalização de outros grupos e indivíduos humanos, justificando cientificamente sua pretendida inferioridade em termos biológicos e intelectuais. A exposição pretende contribuir para o combate contra processos sociais de alterização que implicam marginalização e exclusão social daqueles considerados como “Outros”. Um dos temas é a responsabilidade histórica da ciência na legitimação do racismo, por meio de reconstrução de episódios da história do racismo científico, inclusive no Brasil, estendendo-se também a outros temas, como questões de gênero. Apresenta-se ainda uma breve amostra de como o cientificismo na questão racial foi tratado desde múltiplas perspectivas na literatura brasileira. Pretende-se problematizar, assim, facetas significativas das complexas relações entre ciência, tecnologia e sociedade.

quinta-feira, 6 de março de 2014

IPEAFRO comemora o centenário de Abdias Nascimento - RJ


(Clique na imagem para ampliá-la)

terça-feira, 4 de março de 2014

sábado, 1 de março de 2014

II Simpósio "África: movimentos, territórios e contextos" - MA

II SIMPÓSIO ÁFRICA: MOVIMENTOS, TERRITÓRIOS E CONTEXTOS (São Luís, 27-30/5/2014)
Chamada de Trabalhos
  
Estão abertas as inscrições para apresentação de trabalhos no II Simpósio África: Movimentos, Territórios e Contextos, que acontecerá de 27 a 30 de maio de 2014, em São Luís-MA. O evento está sendo promovido pelo NEÁfrica: Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre África e o Sul Global, e se vincula ao Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Maranhão e ao Programa de Pós-Graduação em História, Ensino e Narrativas, da Universidade Estadual do Maranhão.
Assim como o I Simpósio África: Movimentos, Territórios e Contextos, realizado em 2010, o evento, que passará a ser bienal, deverá congregar estudantes, professores e pesquisadores de diversas universidades brasileiras e demais interessados em estudos africanos.

Até o momento, confirmaram participação os seguintes pesquisadores: Antonádia Borges (UnB), Claudio Furtado (UFBA), Jacques Depelchin (UEFS), Marcelo Bittencourt (UFF), Mônica Lima e Souza (UFRJ), Selma Pantoja (UnB), Silvio de Almeida Carvalho Filho (UFRJ), Valdemir Zamparoni (UFBA), Vanicléia Silva Santos (UFMG) e Walter Hawthorne (Michigan State University).
O II Simpósio África será constituído por conferências, mesas redondas, grupos de trabalho e oficinas de dança e culinária.
Inscrições
Os resumos, contendo de 1500 a 2800 caracteres, deverão ser enviados para o e-mailsimposioneafrica@gmail.com. O resumo deve conter um título, o nome do autor, sua formação e filiação institucional e deve obedecer a seguinte formatação: Fonte Arial, tamanho 11, espacejamento de 1,5 entre linhas.
Prazo de envio: de 24/02/2014 a 24/03/2014.    
Não será cobrada taxa de inscrição.
Hospedagem em São Luís
Não será possível arcar com os custos de passagem de todos os participantes. Entretanto, haverá uma casa (tipo pousada) com quartos coletivos para os primeiros que enviarem e tiverem seus trabalhos aceitos pela comissão organizadora. Aqueles que tiverem interesse em se hospedar neste estabelecimento deverão manifestar esta intenção na mensagem no ato da inscrição. Informações sobre hotéis ou pousadas em São Luís e sobre o evento em geral podem ser obtidas através do e-mail simposioneafrica@gmail.com.
Esperamos contar com sua participação.
Comissão Organizadora
Prof. Dr. Antonio Evaldo Almeida Barros (PPGH-UFMA)
Prof. Msc. Reinaldo dos Santos Barroso Júnior (UESPI)
Profa. Dra. Tatiana Raquel Reis Silva (PPGHEN-UEMA)


Profa. Dra. Viviane de Oliveira Barbosa (CAMPUSIII-UFMA)