SEGUIDORES DO BLOG




CALENDÁRIO NEGRO – JANEIRO

1 – Dia Mundial da Paz
1 – Dia consagrado ao orixá Oxalá
1 – Independência do Haiti (1804)
1 – Lincoln assina a Proclamação de Emancipação abolindo a escravatura nos Estados Unidos (1863)
1 – Primeira libertação coletiva de escravos no Brasil, na Vila de Acarapé, hoje Redenção, Estado do Ceará (1883)
1 – Nasce em Niterói, (RJ), o músico e compositor José Paulo Silva (1892)
1 – Independência do Sudão (1957)
1 – Festa Nacional de Cuba (1959)
1 – Festa Nacional de Samoa (1960)
1 – O africano Kofi Annan assume o cargo de Secretário-Geral da ONU (1997)
2 – Fundação em São Paulo (SP), da Irmandade do Rosário dos Homens Pretos (1711)
3 – Fundação em Porto Alegre (RS), da União dos Homens de Cor (1943)
4 – Realiza-se em Brasília (DF), o I Encontro das Religiosas da Assunção Negra (1991)

4 – Nasce em Belém/PA, Cléa Simões, atriz que se tornou conhecida a partir do seu trabalho na novela O direito de nascer, de 1978 (1927)

4 – Nasce em Belém/PA, Norton Gândia Nascimento, o ator, produtor e apresentador Norton Nascimento (1962)

5 – Nasce em Trajano de Moraes/RJ, Carmelita Madriaga, a cantora Carmem Costa (1920)
5 – Nasce Enedina Alves Marques, primeira mulher negra a se formar engenheira civil no Brasil (1913)

5 – A Lei n. 7.716, denominada Lei Caó define os crimes resultantes de preconceitos de raça ou de cor (1989)
6 – Circula pela primeira vez o jornal O Clarim da Alvorada, organizado por José Correia Leite e Jayme de Aguiar (1924)
6 – Dia consagrado a São Baltazar, um dos três reis magos que levaram oferendas para Jesus
6 – Nasce Juliano Moreira, médico psiquiatra considerado pai da psiquiatria brasileira, em Salvador, BA (1873)
6 – Fundação no Rio de Janeiro do Rancho Rei de Ouro, organizado por Hilário Jovino Ferreira (1893)
6 – Nasce no Rio de Janeiro, o compositor José Gonçalves - Zé com Fome ou Zé da Zilda, autor entre outros sucessos de "Aos Pés da Cruz" e "Só pra Chatear" (1908)
6 – Fundação na Guatemala da Associação Garafiuna (ASO - GARAFIUNA) (1981)
7 – Nasce em Bom Jardim, município de Santo Amaro (BA), Teodoro Fernandes Sampaio - Teodoro Sampaio, engenheiro, escritor, geógrafo e historiador (1855)
7 – Criação, na África do Sul, por um grupo composto de advogados, jornalistas, professores e líderes negros, do CNA- Congresso Nacional Africano agremiação política que se notabilizou na luta contra o "apartheid" (1912)
7 – Nasce no Rio de Janeiro (RJ) o cantor e compositor Luiz Carlos dos Santos - Luís Melodia (1952)
8 – Fundação do Congresso Nacional Africano, movimento e partido político sul-africano (1940)

9 – O Estado de Mississippi separa-se da União norte-americana para fazer parte da Confederação dos Estados do Sul (1861)

10 – Nasce o cientista estadunidense George Washington Carver (1864)
10 – Tem início na Bahia, nos salões do Instituto Geográfico e Histórico Segundo Congresso Afro-Brasileiro. (1937)
11 – Nasce Mary Jane Blidge, cantora, compositora e produtora musical, rainha do Hip Hop soul estadunidense (1971)

12 – Nasce, em Los Angeles, Califórnia (EUA), Alice McLeod, a pianista, organista, harpista e compositora de jazz Alice Coltrane (1937)
12 – O escritor Joaquim Maria Machado de Assis, aos 16 anos, publica o seu primeiro texto; a poesia "Ela" (1855)
13 – Nasce na cidade de Cachoeira (BA), o engenheiro, professor universitário e abolicionista André Pinto Rebouças - André Rebouças (1838)
14 – Nasce em Bay Shore, Nova Iorque (EUA),
James Todd Smith III, o cantor de rap e ator estadunidense LL Cool J (1968)

15 – Nasce em Atlanta, Georgia (EUA), Martin Luther King Jr., Prêmio Nobel da Paz em 1964, por sua luta contra a discriminação racial e os direitos civis nos Estados Unidos (1929)
15 – Na Bahia, o governo suprime a exigência de registro policial para os templos de ritos afro-brasileiros. É o único Estado brasileiro a abolir essa exigência (1976)
16 – Nasce na Bahia, o desenhista, gravador e escultor, José da Paixão Silva (1938)
16 – Tem início no Rio de Janeiro, a I Conferência Estadual da Tradição dos Orixás (1988)

16 – Nasce em Ibadan, Nigéria, Helen Folasade Adu, a cantora de jazz Sade Adu (1959)
17 – O presidente do Congo Laurent Kabila é morto durante tentativa de golpe (2001)
17 – Nasce em Lousville (EUA), o campeão de box Muhammed Ali (1942)
17 – Nasce em Boa Esperança, município de Rio Bonito (RJ), o poeta Bernardino da Costa Lopes, B. Lopes (1859)
17 – Nasce em Arkebutla, Missouri (EUA), o ator James Earl Jones (1931)

18 – A Federação Latino-Americana e do Caribe de Jornalistas Desportivos elege Joaquim Cruz o melhor atleta latino-americano de 1984 (1985)
19 – Nasce o compositor, cantor e ritmista Olivério Ferreira, Xangô da Mangueira (1923)
20 – Dia consagrado ao orixá Oxóssi, no Rio de Janeiro
20 – Nasce em Salvador (BA), o compositor Domingos da Rocha Viana - Domingos Moçuranga. (1807)
20 – Nasce em Juiz de Fora (MG), Sebastião Cirino, músico, compositor, autor de "Cristo nasceu na Bahia", entre outras obras (1902)
20 – Realiza-se na antiga Rua Engenho de Dentro, atual Adolfo Bergamini, o primeiro concurso entre escolas de samba no Rio de Janeiro (1929)
20 – Nasce em Cachoeira do Paraguaçu (BA), Beatriz Moreira da Costa, a ialorixá Mãe Beata de Iemanjá, escritora, militante negra e social, autora do livro "Caroço de dendê - a sabedoria dos terreiros (1931)
20 – Criada no Rio de Janeiro a Ala de Compositores da Estação Primeira de Mangueira (1939)
20 – Nasce Mário Gusmão, ator baiano que contribuiu para a difusão da cultura negra (1928)

22 – Nasce em Quintas da Barra, Salvador, (BA), a atriz Francisca Xavier, Chica Xavier (1932)
23 – Início da luta armada em Guiné-Bissau, primeira colônia portuguesa a se tornar independente (1963)
24 – Tem início em Salvador (BA), a Revolta dos Malês, a insurreição urbana mais importante dos escravos brasileiros, com um saldo de 100 mortos e 281 presos (1835)
24 – Sai o primeiro número do jornal "O Clarim" (1924)
25 – Nasce em Maputo, Moçambique, o ex-jogador de futebol, Eusébio da Silva Ferreira, o "Pantera Negra", estrela do Benfica e da Seleção Portuguesa na década de 60 (1942)
25 – Nasce no Rio de Janeiro, a cantora Leny Andrade Lima - Leni Andrade (1943)
26 – Nasce em Birminghan, Alabama (EUA), a ativista política americana Angela Yvonne Davis – Angela Davis (1944)
26 – Realiza-se no Teatro Ginástico, Rio de Janeiro, a primeira apresentação do Teatro Folclórico Brasileiro. (1950)

26 – Nasce Winnie Mandela, enfermeira, política e ativista sul-africana, ex-exposa de Nelson Mandela (1936)
27 – Nasce em Maceió (AL), o cantor e compositor Djavan Caetano Viana - Djavan (1949)
28 – Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo

29 – Nasce Oprah Winfrey, apresentadora de TV e empresária estadunidense (1954)

31 – Pressionada pela Casa Branca, a Câmara dos Deputados aprovou a XIII Emenda à Constituição, abolindo a escravidão nos Estados Unidos (1865)

31 – Nascimento de Nzinga, rainha de Angola de 1633 a 1663 (1582)

31 – Nasce Roosevelt Sykes, cantor e pianista norte-americano (1908)

.

Pesquisa personalizada

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Debate "Combatendo a desigualdade racial: desafios e perspectivas" - BA


quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Seminário "Discutindo a história e a cultura afro-brasileira" - RJ




terça-feira, 28 de outubro de 2014

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

IV Encontro de Professores Indígenas do Norte e Oeste da Bahia



Será realizado nos dias 31/10 a 02/11/14 o IV Encontro de Professores Indígenas do Norte e Oeste da Bahia na Universidade do Estado da Bahia- UNEB  Campus - Paulo Afonso/BA. 
Segue programação. 


Programação
31/10/2014

14:00 - Credenciamento
17:30 - Jantar
20:30 - Palestra: Educação Profissional Indígena: Territorialidade, Identidade e Sustentabilidade
21:00 - Atividade Cultural e Grupo de Estudos
01/11/2014

8:30 - Mesa de diálogos: Políticas Públicas para a Educação Indígena no Brasil e na Bahia: Impasses, compromissos e perspectivas- Movimento Indígena: APINOBA, MIBA e FORUMEIBA
9:40 - Intervalo

10:00 - Grupos de Trabalho - Políticas Públicas para a Educação Indígena no Brasil e na Bahia: Impasses, compromissos e perspectivas

14:00 - Mini Cursos

19:30 - Comunicações

21:00 - Atividade Cultural

02/11/2014

8:00 - Plenária 

10:00 - Encaminhamento das propostas

12:00 - Encerramento

Abertas as inscrições no módulo à distância sobre Saúde População Negra


Oferecido pelo Ministério da Saúde por meio da UNA-SUS, curso busca sensibilizar profissionais de saúde para o enfrentamento ao racismo institucional no SUS

Foi para um público diversificado entre militância, representada por 19 entidades que trabalham em prol dos direitos da população negra, gestores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que o ministro da Saúde, Arthur Chioro, apresentou nesta quarta-feira (22) o 'Módulo Multidisciplinar de Saúde Integral da População Negra'. O lançamento do curso aconteceu no auditório Emílio Ribas, no Edifício Sede do Ministério de Saúde (MS), em Brasília/DF.

O Módulo Multidisciplinar é um curso virtual na modalidade de educação à distância (EaD) oferecido pela Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS). As inscrições são gratuitas e estão abertas no site da UNA-SUS.

Clique aqui para saber mais e fazer sua matrícula.

Desenvolvido pela Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES), em parceria com a Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa (SGEP), o curso apresenta a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra (PNSIPN) — com especial enfoque no enfrentamento ao racismo institucional no SUS.

“Este curso vai ser útil para os profissionais de saúde que atuam no PROVAB e Mais Médicos, mas também para estudantes e profissionais de saúde nas mais diversas carreiras e especialidades. Fazemos questão de fomentar a formação de profissionais de saúde com outros olhares e essa inciativa tem papel fundamental no combate ao racismo", frisou o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

A PNSIPN é transversal e precisa estar inserida em todas as políticas de saúde do governo federal, contribuindo para modificar e aperfeiçoar as práticas de cuidado, garantindo o atendimento integral aos usuários. Para o diretor do Departamento de Gestão da Educação na Saúde (DEGES), Alexandre Medeiros, é preciso discutir o papel dos determinantes sociais na vida de homens e mulheres negras. “A partir disso, é possível identificar processos terapêuticos que atendam melhor as demandas dos usuários da população negra”, avalia.

Para o secretário da SGEP, André Bonifácio, o lançamento do curso é um divisor de águas dentro do SUS. "Sem uma ação concreta como esta, com base no plano operativo da Política Nacional de Saúde Integral da População Negra, não podemos avançar. Tenho certeza de que o passo que demos hoje rompe com processos antigos e é um marco no combate do racismo institucional no SUS”, reflete.

Segundo o gerente de projetos da Secretaria Especial de Igualdade Racial da Presidência da República (SEPIR/PR), Felipe da Silva Freitas, é necessário pautar as agendas governamentais para o enfrentamento cada vez mais vigoroso ao racismo. "Precisamos consolidar a democracia com práticas de combate ao racismo dentro do serviço público”.

“Esta é uma grande oportunidade de mudança. Nós da militância social estamos há mais de dez anos lutando pelo fortalecimento do SUS.  O curso representa o início das mudanças e será uma ferramenta a mais na luta contra o racismo e pela saúde da população negra”, fala Nina Fola, Secretária Executiva do núcleo gaúcho da Rede Nacional de Religiões Afro-brasileiras e Saúde (RENAFRO).

Também participaram do lançamento do curso o secretário Executivo da UNA-SUS, Francisco Campos; e Vinícius Muricy Rocha, diretor de Desenvolvimento de Educação em Saúde do Ministério da Educação.

Por Sócrates Bastos
Fotos: Karina Zambrana - SGEP/MS

terça-feira, 21 de outubro de 2014

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

UCSal promove palestra "Mídia e racismo" - BA



O Núcleo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares sobre Violência, Democracia, Controle Social e Cidadania/CNPq da Universidade Católica promove, no póximo dia 22 de outubro (quarta-feira), às 19h, no Espaço Cultural do Campus da Federação, a palestra "Mídia e Racismo no Brasil". A mesa será composta pela pedagoga Aline Silva, pela publictária e articuladora no Sarau da Onça, Lissandra Pedreira, e pela advogada Gabriela Ramos. A estudante do 5º semestre em Direito, Bianca Santos, será a mediadora da mesa.
As inscrições serão realizadas no local e os participantes receberão certificado de participação de 03 horas, que vale como atividade complementar

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Helena Theodoro profere Aula Inaugural do curso de formação de professores do CEAP - RJ


12ª edição do Conversando com a sua História com o tema "Nascer e viver na Bahia" - BA


Mesa Redonda "Racismo nosso de cada dia" - BA




No dia 09 de outubro (quinta-feira), às 10h, vai acontecer a mesa "Racismo nosso de cada dia: micro e macro relações raciais (em Salvador)", no Auditório da Facom. O encontro se propõe a debater como o racismo é reconhecido e enfrentado em Salvador, uma das cidades do país com maior percentual de autodeclarados negros e pardos. A mediação será do Professor André Santana e os convidados serão EvaniTavares (Atriz e Pesquisadora), Lindinalva Barbosa (Pesquisadora nas áreas de Literatura Afro-brasileira e Religiões de Matriz Africana), Vovô do Ilê (Presidente do Bloco Afro Ilê Aiyê) e Hamilton Borges (Coordenador da campanha "Reaja ou Será Morto, Reaja ou Será Morta).

A ideia de fazer essa mesa partiu de um grupo de alunos da FACOM, por entender que o assunto precisa ser discutido dentro da instituição também, coisa que não vemos muito. A universidade é um espaço de todos, sendo assim o evento é aberto ao público, todas e todos são bem vindos. 

Pré-ENPESS Salvador 2014 discute transversalização de gênero e raça - BA



A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL TRANSVERSALIZANDO A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL : O LUGAR DAS MULHERES E NEGROS
29/09, 30/09 e 1° de outubro de 2014


O Pré-ENPESS antecede o 14º Encontro Nacional de Pesquisadores em Serviço Social (ENPESS), que se realizará em Natal, no período de 30 de novembro à 4 de dezembro de 2014. Ao colocar em pauta as lutas sociais e a produção do conhecimento no atual contexto, as Entidades apontam a necessidade do debate acadêmico e político a pensar alternativas para a formação e o trabalho profissional em sintonia com direção proposta pelo projeto profissional do serviço social. O tema escolhido para o PRÉ-ENPESS-SALVADOR visa aprofundar a centralidade que as lutas sociais, os processos de resistência e enfrentamento no campo das políticas de assistência social com recorte de raça/etnia e gênero.Este evento está promovido pelo CENTRO DE COMBATE AO RACISMO E INTOLERÂNCIA RELIGIOSA, GT6 da ABEPSS (Componente raça), Casa Laudelina de Campos Mello em parceria com NEPGREG- Núcleo de Estudos e Pesquisas Gênero, Raça/Etnia e Geração , Instituto Búzios, Fundação Casa Paulo Dias Adorno.

Local: Faculdade de Ciências Econômicas da UFBA –Piedade
Informações: servicosocialsepromiba@gmail.com