SEGUIDORES DO BLOG

.

.

CALENDÁRIO NEGRO – MAIO

1 – Circula em Campos (RJ), o primeiro número do jornal Vinte e Cinco de Março, de propriedade de Carlos Lacerda, inimigo radical da escravatura, contendo matéria onde se insinuava que os abolicionistas daquela cidade utilizar-se-iam mesmos de métodos violentos, se isso se fizesse necessário, com vistas ao alcance de seus objetivos. (1884)
1 – Nasce em Salvador (BA), o poeta José Carlos Limeira Marinho Santos (1951)
2 – Nasce em Miraí (MG), o cantor, compositor e letrista, Ataulfo Alves, autor de: "Ai que saudades da Amélia", "Errei Sim", "Na Cadência do Samba", "Leva meu samba", "Atire a primeira pedra" (1909)
2 – Nasce na Bahia, Maria Stella de Azevedo Santos - Mãe Stella de Oxossi, uma das mais importantes ialorixás brasileiras, sacerdotisa do Ilê Axé Opô Afonjá (1925)
2 – Com a atenção de todo o planeta voltada para a África do Sul e a presença de inúmeras personalidades, entre elas Coretta King, viúva do líder americano Martin Luther King, Nelson Mandela recebe a faixa presidencial de Frederick de Klerk, tornando-se o primeiro negro a presidir o país (1994)
3 – A ordem de São Bento institui o regime de "Ventre Livre" nas suas propriedades (1865)
3 – Nasce numa pequena cabana de madeira na floresta de Barnweel (EUA), o "padrinho do soul", James Brow (1933)
3 – Nasce em Cachoeiro do Itapemirim (ES), Elson Ananias, o famoso mestre-sala Elson PV (1940)
3 – Nascimento do geógrafo Milton Santos, que revolucionou a Geografia, dando-lhe um enfoque humanista (1926)
4 – O
s "Viajantes da Liberdade" - ativistas pelos direitos civis em defesa dos direitos da população negra nos Estados Unidos que, entre o ano de 1961 e os seguintes, viajaram em ônibus interestaduais pelo sul dos Estados Unidos (1961)

4 – Nasce em Indiana, nos EUA, Sigmund Esco Jackson, o Jackie Jackson, um dos primeiros integrantes da banda Jackson Five e o mais velho da família Jackson (1951)

5 – Nasce em Rio Claro, (SP), a cantora Vicentina de Paula Oliveira, Dalva de Oliveira que eternizou através de sua voz, canções como: "Ave Maria no Morro", "Vingança", "Máscara Negra", entre tantos sucessos (1917)
5 – Fundação no Rio de Janeiro, da Associação das Escolas de Samba do Brasil (AESB) (1952)
5 – Nasce em Salvador (BA), o Bloco-Afro Muzenza (1981)
6 – É inaugurada em Salvador (BA), a Casa do Benin (1988)

8 – Nasce em Hazlehurst, Mississipi (EUA), o cantor de blues, Robert Johnson (1911)
8 – Nasce no bairro de Madureira, Rio de Janeiro, Neuma Gonçalves da Silva - D. Neuma, uma das mais tradicionais integrantes da Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira (1922)
8 – Em uma noite histórica para o teatro brasileiro, o ator Aguinaldo Camargo no palco do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, viveu o trágico Brutus Jones O'Neill na peça "O Imperador Jones". Era a primeira apresentação do T E N - Teatro Experimental do Negro (1945)
9 – Nasce no Rio de Janeiro o escritor, filólogo, bacharel em Direito, poeta, compositor e sambista Nei Braz Lopes - Nei Lopes (1942)
9 – Fundação em Belo Horizonte (MG), da Casa Dandara, entidade voltada para a promoção da cultura afro-brasileira. (1987)
10 – O líder Nelson Mandela assume a presidência da África do Sul (1994)
11 – Realiza-se no Rio de Janeiro (RJ), organizada pelo Movimento Negro, a Marcha Contra os 100 Anos de Opressão (1988)
11 – Nasce na Rua Fonseca Telles, bairro de São Cristóvão, Rio de Janeiro, o cantor e compositor José Bispo Clementino dos Santos - Jamelão (1913)
12 – Nasce em Ovamboland, fronteira da Namíbia com Angola, o presidente da SWAPO, Shafushuna Samuel Nujoma - Sam Nujoma (1929)

12 – Nasce no Rio de Janeiro, a atriz Ruth Pinto de Souza - Ruth de Souza (1931)
12 – Encenação da "Missa dos Quilombos" pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro (1988)
12 – Dia da Escrava Anastácia
13 – Dia consagrado aos Pretos Velhos
13 – Nasce numa sexta-feira, Afonso Henrique Lima Barreto, uma das maiores expressões da literatura brasileira. Escreveu verdadeiras obras-primas como "Recordações do Escrivão Isaías Caminha", "Triste Fim de Policarpo Quaresma", "Clara dos Anjos", "Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá" (1881)
13 – Assinada pela Princesa Isabel a Lei Áurea declarando extinta a escravidão no Brasil, último país da América a libertar seus escravos (1888)
13 – Nasce em São Pedro da Aldeia (RJ), o artista plástico e único morador da Casa da Flor, Gabriel Joaquim dos Santos. Construção feita com suas próprias mãos utilizando cacos, faróis de automóveis, espelhos, mariscos, etc. (1892)
13 – Fundação em Itapetininga (SP) do Clube Recreativo 13 de Maio (1911)
13 – Nasce nos Estados Unidos o pugilista Joe Louis (1914)
13 – O Jornal "O Clarim da Alvorada", promove uma romaria aos túmulos dos abolicionistas Luiz Gama e Antônio Bento, no Cemitério da Consolação, em São Paulo (1927)
13 – Nasce em Ouro Preto (MG), o compositor Sebastião Vitorino Teixeira Catone, da Portela (1930)
13 – Nasce em Caitité (BA), o cantor e compositor Eurípedes Waldick Soriano - Waldick Soriano (1933)
13 – Nasce em Macaé (RJ), a cantora Abelim Maria da Cunha - Angela Maria (1929)
13 – Nasce no Rio de Janeiro, o ator, escritor e produtor cultural Haroldo Costa (1930)
13 – Nasce nos Estados Unidos, o cantor e compositor Steveland Morris - Stevie Wonder (1950)
13 – Inauguração do Monumento aos Pretos Velhos, no bairro de Inhoaíba, Rio de Janeiro (1958)
13 – A Lei de n. 2 340 de autoria do Deputado Estadual Jorge Leite, muda o nome da Rua Maruim no bairro de Madureira (RJ) para rua Compositor Silas de Oliveira (1974)
13 – Fundação no bairro do Engenho Velho de Brotas, Salvador (BA), do Afoxé Badauê (1978)
13 – Fundação no Rio de Janeiro, do Bloco Afro Cultural Olodumarê dos Palmares (1985)
13 – Dia Nacional de Denúncia contra o Racismo
14 – Os líderes da Revolta dos Malês, os libertos Jorge da Cunha Barbosa e José Francisco Gonçalves e os escravos Gonçalo, Joaquim e Pedro, são fuzilados no Campo da Pólvora, em Salvador (BA) (1835)
14 – Nasce em New Orleans, o músico Sidney Bechet (1897)
15 – Ministério da Justiça do Pará relatava terem os negros escravizados na fazenda "Pernambuco", pertencente ao Convento do Carmo, expulsado o feitor e assenhorando-se na fazenda mantendo em estado de rebelião (1866)
15 – Nasce em Campo Belo (MG), a pintora Maria Auxiliadora (1938)
15 – Nasce em São Paulo, o cantor Mário Ramos - Vassourinha (1923)
15 – Nasce em Muriaé (MG), Geraldo Teodoro, Mestre Teodoro, fundador da Folia de Reis "Estrela Dalva do Oriente, no subúrbio da Penha, Rio de Janeiro (1926)
15 – Nasce em Flint, Michigan (EUA), a cantora Lillie Mae Jones, Betty Carter, uma das grandes damas do jazz norte-americano (1929)

16 – O cantor Michael Jackson lança pela primeira vez em um show o passo Moonwalk (1983)
16 – Nasce em Indiana, EUA,
Janet Damita Jo Jackson, a cantora Janet Jackson (1966)

17 – Nasce no Rio de Janeiro, João Machado Guedes - João da Baiana, compositor, ritmista, autor de sambas, corimá, chulas, batucadas e vários pontos de candomblé (1887)
17 – Nos Estados Unidos, a Suprema Corte bane a segregação racial em escolas públicas (1954)
17 – A gaúcha Deise Nunes de Souza é coroada Miss Brasil. A primeira Miss Brasil negra em todos esses anos de concurso (1986)
18 – O baiano Antônio Ferreira França apresenta projeto de sua autoria fixando a data de 25 de maio de 1881 para a total extinção da escravatura no país (1830)
18 – O arcebispo sul-africano Desmond Tutu, Prêmio Nobel da Paz em 1984,chega ao Brasil para uma visita de uma semana (1987)
18 – Nasce em Omaha, Nebraska, (EUA), o fundador do movimento Black Muslims (Muçulmanos Negros), Malcolm Little, conhecido internacionalmente como Malcolm X (1925)
18 – Criação do Conselho Nacional de Mulheres Negras, no Rio de Janeiro (1950)
19 – Nasce no Rio de Janeiro (RJ) o cantor, compositor e instrumentista Alfredo José da Silva - Johnny Alf (1929)
20 – Nasce no Recife (PE), o músico, compositor e instrumentista Felipe Neri Trindade (1714)
20 – Nasce a bailarina e coreógrafa Mercedes Batista, primeira bailarina negra do Teatro Municipal (1921)
21 – Nasce no bairro da Gamboa (RJ), o pintor Manuel Faria Leal (1938)
21 – Nasce no Brooklin, EUA,
Christopher George Latore Wallace, o The Notorious B.I.G, Biggie ou Biggie Smalls, considerado um dos maiores rappers de todos os tempos (1972)

22 – Nasce em Londres, Naomi Elena Campbell ou Naomi Campbell, top model (1970)

22 – Nasce em Birmigham, Alabama (EUA), Herman Poole Blount ou Le Sony'r Ra, compositor de jazz, bandleader, pianista, poeta e filósofo, conhecido por sua "filosofia cósmica", composições musicais e performances (1914)
23 – Fundação em Salvador (BA), do Bloco-afro Malê Debalê (1979)
23 – Nascimento do poeta Carlos de Assumpção, autor do célebre poema Protesto (1927)

24 – Nasce em Kingston, Jamaica, Cecil Bustamente Campbell ou Prince Buster, uma das figuras mais importantes na história do Ska e do Rocksteady (1938)
25 – Criação da Organização da Unidade Africana - OUA (1963)
25 – Dia da Libertação da África, promovido pela ONU (1972)

25 – Dia de Solidariedade aos Povos da África Austral, instituído pela ONU em 20/05/72
25 – Nasce no bairro do Pilão, Feira de Santana (BA), o ator José Hilton dos Santos Almeida - Hilton Cobra (1956)
26 – Nasce em Mirante do Paranapanema (SP), o ator Antonio Viana Gomes - Tony Tornado (1930)
26 – Nasce em Alton, Illinois (EUA), o genial inovador do jazz, Miles Deney Davis III - Miles Davis(1926)
27 – Nasce em Yonkers, EUA,
Jayson Tyrone Phillips, o Jadakiss, rapper estadunidense (1975)

27 – Nasce em Três Lagos (MG) José Luís Barbosa, o Zequinha Barbosa, atleta campeão mundial indoor dos 800 metros rasos em Indianápolis, 1987, e ganhador de medalhas de prata e bronze em campeonatos mundiais (1961)

28 – Nasce em Pindamonhangaba (SP), o atleta João Carlos de Oliveira, João do Pulo, recordista mundial no salto triplo (1954)

29 – Nasce em Indiana (EUA), Rebbie Jackson, cantora, irmã mais velha de Michael Jackson (1950)
30 – O Centro de Estudos Afro-Asiáticos, a Sociedade de Estudos da Cultura Negra no Brasil (SECNEB) realizam no Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, as "Semanas Afro - Brasileiras, incluindo exposições de arte afro-brasileira, experiências de danças rituais Nagô, música sacra, popular e erudita afro-brasileira, seminários e palestras, com um público de aproximadamente 6 mil pessoas (1974)

30 – Nasce em Atlanta, EUA, Ralph Harold Metcalfe, atleta e congressista estadunidense, campeão olímpico do revezamento 4X100m nos jogos de Berlim, em 1936 (1910)

31 – Nasce no Rio de Janeiro Paulo Roberto da Costa, o Paulinho da Costa, percussionista brasileiro que se tornou um dos músicos mais requisitados nos estúdios de gravações em Los Angeles, na Califórnia (EUA) e um dos músicos que mais gravou e participou de discos nos tempos modernos, sendo considerado pela revista Down Beat "um dos percussionistas mais talentosos do nosso tempo (1948)

31 – Nasce Darryl "D.M.C." Matthews McDaniels, rapper estadunidense pioneiro da cultura hip hop e um dos membros fundadores do lendário grupo Run-D.M.C. (1964)

31 – Nasce no Harlem, Nova Iorque (EUA), Azealia Amanda Banks, a Azealia Banks, rapper estadunidense (1991)





.

Pesquisa personalizada

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Curso Cartografia das Relações Raciais - RJ

Datas:
·         Sextas-feiras, 20, 27 de setembro, 4, 11, 25 de outubro, 8 de novembro das 18h30 às 21h
·         Sábado, 19 de outubro das 9 às 13h
 
Local: Sede-Centro – Rua Pedro Lessa, 35/ 3ºandar – Centro
 
Contatos: 3262-3440 - Fax: 3262-3433 - escola@sinpro-rio.org.br
 
Público alvo: profissionais da educação, ativistas de movimentos sociais e interessados em geral.
 
Objetivos:
·         Possibilitar a construção de ferramentas teórico-práticas, voltadas para intervenções pedagógicas no campo das relações étnico-raciais.
·         Fomentar a construção de projetos pedagógicos de enfrentamento das desigualdades étnico-raciais nos territórios educativos.
·         Mapear as marcas das desigualdades étnico-raciais e do racismo impressas nos corpos e sentimentos, com intuito de constatar para enfrentar, incentivar a reflexão e debate sobre como os mapas das relações raciais são construídos e ao mesmo tempo, como podemos construir novos mapas que priorizem o respeito à diversidade, tendo como referência uma sociedade mais equânime.
 
Conteúdos:
1. Conceitos: racismo, discriminação, cartografias, territórios, cotidiano, corporeidade, indicadores sociais, educação/escola, espaços educativos.
2. Análise de conjuntura: tendo como referência os indicadores sociais, e que estes são consequências das escolhas sociais, políticas e econômicas. Entender que os indicadores sociais mapeiam as desigualdades. Neste contexto, apresentam-se enquanto ferramentas de constatação (de conjuntura, questões sociais, econômicas, etc.), assim como também podem contribuir para uma análise qualificada objetivando a superação.
3. Articulando conceitos: racismo, discriminação, cartografias, territórios, cotidiano, corporeidade, indicadores sociais, educação/escola, espaços educativos.
4. Mapeamento das relações e territórios (intrapessoal, interpessoal, grupal, comunitário e social).
5. Diário de bordo: exercitar a observação dos territórios tendo em vista um mapeamento das cartografias: aprendendo a mapear.
5.1. O diário de bordo como instrumento de registro de acontecimentos e sentimentos que se incidem nos territórios das relações étnico-raciais: aprendendo a intervir.
5.2. Exercícios de mapeamento e levantamento de acontecimentos e sentimentos para reflexão e elaboração de propostas de intervenção.
 
Carga horária: 19h
 
Valor:
·         Sindicalizado e dependente, estudante e sindicatos filiados à CUT: R$ 20
·         Outros interessados: R$ 50
·         Associado de outra entidade de professor ou professor maior de 60 anos: R$ 40
 
Azoilda Loretto da Trindade - Doutora em Comunicação e Cultura.
Sandra Regina Ribeiro - consultoria em elaboração e gestão de projetos e docente de Sociologia e História.

sábado, 14 de setembro de 2013

Lançamento do livro "Fé, guerra e escravidão", de Patrícia Santos - SP


terça-feira, 10 de setembro de 2013

UFRB promove Premiação Lélia Gonzalez de Textos - BA

 EDITAL 003/2013

 
A UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA, por meio da PRÓ-REITORIA DE POLÍTICAS AFIRMATIVAS E ASSUNTOS ESTUDANTIS (PROPAAE) e a PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO (PROEXT), torna público O EDITAL PARA PREMIAÇÃO LÉLIA GONZALEZ DE TEXTOS do II FÓRUM INTERNACIONAL 20 DE NOVEMBRO e do VII FÓRUM PRÓ-IGUALDADE RACIAL E INCLUSÃO SOCIAL.

Local: UFRB/Cruz das Almas
Data: 20 a 22 de Novembro de 2013

INTRODUÇÃO/APRESENTAÇÃO

Este edital é referente à Premiação Lélia Gonzalez e se destina ao público em geral (pesquisadores, servidores técnicos e docentes, estudantes e comunidade em geral), desde que, exclusivamente, tratem da temática geral do Fórum 2013 (As Populações Negras e a Sociedade do Conhecimento no Século XXI) ou abordem traços biográficos (da vida) de Lélia Gonzalez ou de assuntos e temas pesquisados por ela (englobando parte de sua produção intelectual). É destinada a trabalhos/pesquisas finalizados ou em andamento ou novos, ligados ou não a instituições de ensino e pesquisa públicas ou privadas.  Esta premiação se propõe a homenagear postumamente Lélia Gonzalez, uma importante militante e intelectual das questões raciais no Brasil e do feminismo negro. Lélia era filósofa e historiadora de formação, fez doutorado em Antropologia. Nasceu em 1º de fevereiro de 1935, em Belo Horizonte, e faleceu em 1994 no Rio de Janeiro. Filha de um ferroviário negro e uma índia empregada doméstica, mudou-se em 1942 para o Rio de Janeiro. Seu primeiro emprego, já no Rio de Janeiro, foi como babá. Foi uma das fundadoras do Movimento Negro Unificado, tornou-se professora da PUC-Rio, passando também pela UFRJ e UERJ. Escreveu diversos textos/livros sobre gênero e questões raciais, dentre eles, Festas populares no Brasil e Lugar de Negro, este último em coautoria com Carlos Hasenbalg, entre outros. Foi uma mulher intelectual e militante que faz parte da história social e intelectual engajada do Brasil.

INSCRIÇÃO

Estará aberta para o público em geral (pesquisadores, servidores técnicos e docentes, estudantes e comunidade em geral universitária ou não), bem como para Grupos de Pesquisadores e/ou projetos coletivos de pesquisa ou extensão. No caso de projetos coletivos, a inscrição deve ser feita pelo/a coordenador/a do projeto. Cada participante poderá enviar apenas um Único Texto para esta premiação, bem como cada projeto poderá participar apenas com uma única proposição.  A inscrição é gratuita e será feita diretamente no sítio da PROPAAE em local próprio para este fim. Não nos responsabilizamos por eventuais problemas eletrônicos no momento do envio da inscrição. PERÍODO DE INSCRIÇÃO: de 02/09 até 15/10.  E-MAIL PARA ENVIO DAS PROPOSTAS: leliagonzalez@proext.ufrb.edu.br


REGRAS GERAIS PARA INSCRIÇÃO
Enviar um Texto compreendido em uma das DUAS CATEGORIAS listadas abaixo:

1ª –Artigo acadêmico (com no mínimo 08 e no máximo 12 laudas/páginas, exceto bibliografia)
;


2ª –Artigo de opinião ou de livre expressão (com no mínimo 03 e no máximo 05 laudas/páginas)
– são os textos que não estão enquadrados no formato do artigo acadêmico, portanto, podem ou não serem baseados em pesquisa, projeto ou investigação, além de não precisarem ter a linguagem e códigos próprios do estilo acadêmico, possui um caráter mais livre, mas, mesmo assim, devem primar pela ética, clareza, objetividade e veracidade de fatos apresentados.

Os textos, nas duas categorias explicitadas, devem seguir a formatação proposta: Texto em Word, Fonte Times New Roman 12, espaçamento 1,5 entre linhas, justificado, contendo:

1- Capa com nome do proponente, ou coordenador/a e equipe do projeto, quando se tratarem de projetos (a capa está fora da contagem das páginas do texto);

2- Em outra página, instituição, título do projeto, local e período de realização do projeto (campo de atuação/abrangência), quando se tratarem de projeto.  Por fim, os textos devem prezar pela clareza, objetividade e, no caso dos artigos científicos, devem contemplar/ter: resumo, palavras-chaves, objetivos principais, resultados alcançados, metodologia utilizada e arcabouço teórico.

IMPORTANTE: Pede-se, também, no ato de envio do texto através do sítio próprio para esse fim, que seja enviada uma declaração simples e assinada, em formato digital, declarando que as informações colocadas no texto são legitimas e de própria autoria, não sendo, portanto, copiadas de outro autor ou fonte.

PREMIAÇÃO
Os projetos premiados, em uma das duas categorias, irão compor uma publicação científica coletiva, que será lançada nos Fóruns de 2014. Para publicação, em outro momento, serão feitas sugestões de alterações e correções nos textos selecionados/premiados, quando necessárias, para uma melhor adequação para publicação. Assim, o texto com sugestão de reformulação que não for devidamente entregue no prazo previamente estipulado será excluído da publicação.

Não será concedida qualquer forma de pagamento pecuniário (financeiro) ou de outra espécie aos autores pela elaboração e/ou publicação, mas serão dados os devidos créditos e, pelo menos, 02 exemplares do livro que será publicado.  A organização da presente publicação ficará sob o encargo dos membros da Comissão da Premiação Lélia Gonzalez e da Comissão Científica dos Fóruns de 2013 e será divulgada no dia da premiação, durante a realização do evento. Será entregue na solenidade de Premiação, durante os Fóruns, uma Carta de Premiação referente à premiação, a qual informará que determinado texto foi premiado e fará jus à participação na publicação coletiva.

CRITÉRIOS GERAIS PARA SELEÇÃO
Será constituída uma Comissão de Avaliação (CA) composta por docentes de áreas de atuação e ensino diversas da UFRB. Dessa forma, a ideia é garantir a diversidade de áreas do conhecimento na composição da avaliação, além de valorizar a interdisciplinaridade e olhares diversos frente a uma mesma temática. Os nomes dos membros componentes desta comissão serão divulgados no sítio da PROPAAE, após o final do período de inscrições. Esta avaliação será feita de forma criteriosa e sigilosa, assim, não será identificado o nome do proponente de cada proposta para os avaliadores. Será garantida a neutralidade neste procedimento.   Cada avaliador receberá uma determinada quantidade de textos. Cada texto será avaliado por ao menos dois avaliadores. Caso o número de inscritos não seja tão elevado, todos os membros da CA farão a leitura e pontuação de todos os trabalhos inscritos. Se houver situações de empate no processo de avaliação, será resolvido pela própria CA, caso permaneça o impasse, na sequência, e, como última instância, será remetido para Comissão da Premiação Lélia Gonzalez e, na sequência, para Comissão Científica dos Fóruns, que deliberará sobre a situação especificada, em reunião agendada exclusivamente para essa finalidade.

Critérios a serem observados na avaliação (será atribuído nota de 0 a 5):  1- Adequação da proposta às regras explicitadas no Edital; 2- Pertinência do texto ao tema proposto (vida e/ou obra de Lélia Gonzalez); 3- Originalidade e inovação da proposta; 4- Clareza, linearidade e objetividade do texto (início, desenvolvimento e conclusão).

DISPOSIÇÕES FINAIS

1- Os membros da Comissão Organizadora dos II Fórum Internacional 20 De Novembro e do VII Fórum Pró-Igualdade Racial e Inclusão Social poderão concorrer à premiação. Todavia, não poderão concorrer e compor a Comissão de Avaliação e Premiação (CA) ao mesmo tempo;

2- A simples inscrição no presente Edital não garante a premiação/publicação, nem qualquer forma de pagamento ou encargo, apenas dá o direito a participar do processo seletivo. Vale registrar que não haverá nenhuma premiação pecuniária (financeira) e nem qualquer tipo de pagamento. Os premiados irão apenas receber uma Carta de Premiação e direito a publicação no Livro coletivo;

3- Caso o trabalho seja aceito e faça parte da publicação, fica subentendido que o autor (ou autores) autoriza a publicação e a vinculação aos II Fórum Internacional 20 De Novembro e ao VII Fórum Pró-Igualdade Racial e Inclusão Social;

4- Os proponentes selecionados concordam com a divulgação do resultado pelos II Fórum Internacional 20 De Novembro e pelo VII Fórum Pró-Igualdade Racial e Inclusão Social e comprometem-se a comparecer à solenidade de entrega dos resultados da Premiação Lélia Gonzalez, em que irão receber a Carta de Premiação;

5- Dúvidas, críticas, sugestões e recursos serão avaliados e resolvidos pela Comissão da Premiação Lélia Gonzalez dos II Fórum Internacional 20 De Novembro e VII Fórum Pró-Igualdade Racial e Inclusão Social, que poderá acatar, responder ou arquivar determinada provocação sem maiores informações;

6- A organização geral e os devidos encaminhamentos dessa Premiação são de responsabilidade e autonomia da Comissão da Premiação Lélia Gonzalez do Fórum 2013;

7- Os casos omissos neste edital serão avaliados pela Comissão da Premiação Lélia Gonzalez e, tendo necessidade, será remetido para Comissão Científica dos II Fórum Internacional 20 De Novembro e VII Fórum Pró-Igualdade Racial e Inclusão Social e divulgados por meio eletrônico.

Cruz das Almas, 22 de agosto de 2013.

COMISSÃO ORGANIZADORA:

Prof. Bruno José Rodrigues Durães (PROPAAE)

Profa. Giovana Carmo Temple (PROEXT)

Prof. Juvenal de Carvalho (PROPLAN)


(texto transcrito conforme original recebido em PDF)


quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Palestra "Novos Modelos Curriculares e Democratização das Universidades Públicas" - BA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

O Instituto de Humanidades Artes e Ciências Prof. Milton Santos

e o Programa de Pós Graduação em Estudos Interdisciplinares sobre a Universidade

promovem a palestra:

 

"Novos Modelos Curriculares e Democratização das Universidades Públicas

a partir das Políticas de Ação Afirmativa“

Proferida pelas Doutoras em Educação:

                Dra. Denise Maria Botelho (URFPE): doutora pela USP,  Coordenadora do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB-DED-UFRPE)  e Professora-Orientadora do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) na linha de pesquisa "Educação e políticas públicas: gênero, raça/etnia e juventude" - UnB Desenvolve atividades de ensino, extensão e pesquisa nas áreas de políticas educacionais; educação para as relações raciais e de gênero e religiões de matrizes africanas. 

e

                Dra. Tatiane Cosentino Rodrigues (UFSCar): doutora pela UFSCar e possui experiência na área de Educação, com ênfase em Educação, atuando principalmente em políticas educacionais, relações raciais, diversidade, diferença, movimento negro, currículo e formação de professores.

               

                O evento discutirá como a universidade está produzindo conhecimento com a entrada de grupos até então excluídos do ensino superior.

Dia 11/09/13 (quarta-feira)

Horário: das 15:00 às 18:00 horas,

Local: sala 101, do PAF 3, Rua Barão de Jeremoabo , s/nº,  Campus Universitário de Ondina.

                Público-alvo:  Estudantes e docentes de graduação e pós-graduação da UFBA e pessoas interessadas na temática.

                Inscrições:      Podem ser feitas gratuitamente pelo e-mail: ihac.extensao@gmail.com .

                                     Os estudantes devem informar o número de matrícula e curso no qual está matriculado.

VAGAS LIMITADAS!

Maiores informações pelo e-mail: josesacchetta@gmail.com; caumuniz@gmail.com

Seminário "Somos Africanos? Novo pensamento negro" - BA


PROGRAMAÇÃO

Seminário Somos Africanos?
Período: 4 a 6 de setembro
Local: Biblioteca Pública do Estado da Bahia

DIA 4/9

18h - Abertura Solene do Seminário
Auditório: Kátia Matoso

Mesa de Abertura:
Senadora Lídica da Mata
Ministra Chefe Luiza Bairros - SEPPIR
Embaixador Paulo Cordeiro - Sub-Secretário Geral para Assuntos Africanos
Embaixador Manuel Lubisse - Representante da União Africana
Elias Sampaio - Secretário de Promoção da Igualdade Racial - SROMI
Zulu Araújo - Presidente da CEMAG

19h – Conferência
Auditório: Kátia Matoso

50 anos da União Africana: Nova Parceria para o Desenvolvimento.
Embaixador Manuel Tomás Lubisse – Representante da
União Africana.

21h Coquetel de receptivo dos convidados
(Inscrição nos grupos de trabalho)

DIA 5/9

9h - Palestra 1: O pensamento Afro brasileiro e a África.
Auditório: Kátia Matoso

Mediador: Dra. Dora Lúcia de Lima Bertúlio – Procuradora Geral – Fundação Cultural Palmares
Palestrantes:
Emb. Murade Isaac Miguigy Murargy – Secretário
Executivo da CPLP
Prof. Dr. Mário Teodoro – Doutor em Economia pela Université Paris

11h Intervalo (Coffee Break)

11h20 – Debate

14h30 - Distribuição de material para os 03 Grupos de
trabalhos
Auditório: Kátia Matoso

14h30 às 17h30 – Grupo de trabalho
Dança e Teatro afro-brasileiro e os desafios do mercado:
(Sala 06)
Mediador: Fernanda Júlia – Diretora Teatral, pensadora e
pesquisadora da cultura afro brasileira

Música afro-brasileira e os desafios do mercado:
(Sala 07)
Mediador: Gog – Rapper e escritor

Artes visuais e cinema afro-brasileiro, e os desafios do
mercado:
(Sala de projeção Luiz Orlando)
Mediador: Jefferson D – Cineasta

DIA 6/9

09h - Palestra 2 – O Pensamento Afro brasileiro e a América Latina.
Auditório: Kátia Matoso

Mediador: Zulu Araújo – Cemag
Palestrante:
Prof. Dr. Júlio Cesar Tavares – Doutor em Antropologia

11h00 Intervalo

11h20 Debate

14h30 às 16h30 – Grupo de Trabalho

Dança e Teatro afro-brasileiro e os desafios do mercado:
(Sala 06)
Mediador:

Música afro-brasileira e os desafios do mercado:
(Sala 07)
Mediador: Gog – Rapper e escirtor

Artes visuais e cinema afro-brasileiro, e os desafios do
mercado:
(Sala de projeção Luiz Orlando)
Mediador: Jefferson D – cineasta

17h – Eleição do Comitê Editorial da
publicação e plenária final.

20h – Show musical:
Novos talentos da musica afro-brasileira – Dão
Local: Quadrilátero

Para se inscrever no evento, clique AQUI.