SEGUIDORES DO BLOG




CALENDÁRIO NEGRO – AGOSTO

1 - Nasce o instrumentista e compositor Bucy Moreira, neto de Tia Ciata (1909)

1 - Nasce em Recife (PE) o cantor José Adauto Micheles - Orlando Dias (1923)
1 - Independência do Benin (ex Daomé) (1975)
1 - O líder sul-africano Nelson Mandela inicia visita ao Brasil de seis dias (1991)
2 - O Deputado Federal cearense Silva Guimarães, apresenta lei acabando com a escravidão no Brasil (1859)
2 - Nasce no Recife (PE) o compositor e percussionista Juvenal de Holanda Vasconcelos - Naná Vasconcelos (1944)
2 - O atleta olímpico José Telles da Conceição recebe medalha de bronze no salto a altura (1952)
2 - Nasce no Morro da Mangueira (RJ), o compositor Carlos Moreira de Castro - Carlos Cachaça (1902)
3 - Independência do Níger (1960)
3 - Nasce na Cidade do Rio de Janeiro, a atriz Isabel Cristina Teodoro Filardis - Isabel Filardis (1973)
4 - Nasce o compositor Francisco José Freire Júnior. (1881)
4 - Nasce em New Orleans (EUA), o músico de jazz, trompetista e cantor Louis Daniel Armstrong, Louis Armstrong, tido como o mais importante de sua época. Seu estilo característico e voz rouca apareceram inclusive em inúmeros filmes de Hollywood. (1900)
4 - Foi tombado o primeiro terreiro de candomblé do Brasil, o Casa Branca - Ilê Axé Ia Nassô Oká pela Prefeitura de Salvador (BA). (1982)
5 - Parte de Cuiabá (MT) uma força, sob o comando do capitão Luciano Pereira de Souza, composta por oitenta homens tendo como intuito de destruir o Quilombo do Rio Manso (1871)
5 - Quando voltava a Joanesburgo, após uma viagem pelo interior, Nelson Mandela, é capturado pela polícia sul-africana. Mandela é considerado culpado e condenado a dez anos de trabalhos forçados (1962)

5 – Nasce em Salvador Oscar da Penha, o Batatinha, famoso cantor e compositor de sambas brasileiro (1924-1997)
5 - Os atletas americanos Evelyn Ashford e Edwin Moses (EUA) ganham medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos em Los Angeles (EUA) (1984)
6 - Nasce em Varre-e-Sai (RJ), um dos maiores instrumentistas e compositores brasileiros, Baden Powell de Aquino, autor de composições consagradas como: "Samba Triste", "Canção de Ninar Meu Bem", "Samba em Prelúdio", "Deixa", "Berimbau", entre outras (1937)
6 - Independência da Jamaica (1962)
6 - Aprovada nos Estados Unidos pelo Presidente Johnson a Lei dos Direitos ao Voto, permitindo aos negros o direito de votar (1965)
6 - O velocista Joaquim Cruz, ganha medalha de ouro durante as Olimpíadas de Atlanta, nos Estados Unidos (1984)
7 - Nasce Abebe Bikila, atleta etíope, o primeiro homem a ganhar por duas vezes a Maratona Olímpica (1932)
7 - Começa a integração racial nas escolas de Washington e Baltimore (EUA) (1954)
7 - Independência da Costa do Marfim (1960)
8 - Registrado o primeiro ato de escravidão de negros em Lagos por Portugal. 235 pessoas entre homens, mulheres e crianças (1444)
8 - O parlamento inglês aprova o "Bill Aberdeen" pelo qual toma a si a tarefa de aplicar as normas do tratado de 1826. Navios ingleses passaram a incursionar em portos brasileiros, apresar navios e prender súditos brasileiros. Em vista da difícil situação que então se criou, e sem poder fazer e respeitar sua soberania pela força, o governo decidiu empreender a repressão e extinção do tráfico negreiro por lei internacional. Isso se deu com a chamada Lei Eusébio de Queiroz (1845)
8 - A polícia do Império dissolve ato abolicionista na Rua do Ouvidos no Rio de Janeiro (1887)
8 - Nasce em Nova Iorque (EUA), o músico Bennett Lester Carter, Benny Carter, um dos grandes saxofonistas do jazz (1907)
9 - Após inúmeros protestos de várias instituições civis, o Brasil corta relações esportivas e culturais com a África do Sul (1985)
10 - Nasce em Maragopipe (BA), o jurista, parlamentar e político, Antônio Pereira Rebouças (1798)
10 - Nasce no Sítio de Boa Vista, Caxias (MA), o poeta Gonçalves Dias (1823)
10 - O atleta olímpico Carl Lewis repetindo o feito de Jesse Owens, conquista quatro medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Los Angeles (1984)

10 – Nasce no Rio de Janeiro/RJ, Antônio Gilson Porfírio, o Agepê, cantor e compositor (1942)
11 - Nasce na Rua Frei Caneca, bairro do Estácio, Rio de Janeiro, Saturnino Gonçalves, primeiro presidente da Estação Primeira de Mangueira (1897)
11 - Nasce nos Estados Unidos, o escritor Alex Haley, autor de "A Autobiografia de Malcolm X" e do clássico americano, "Negras Raízes" (1921)
11 - Independência do Chade (1960)
12 - É publicado o manifesto dos conjurados baianos da Revolta dos Alfaiates (Revolta dos Búzios ou Conjuração Baiana), protestando contra os impostos, a escravidão dos negros e exigindo independência e liberdade (1798)
13 - Nasce nos Estados Unidos, Ernest E. Just, proeminente biólogo (1883)
14 - Nasce no Rio de Janeiro a cantora Eliana Leite da Silva - Eliana Pittman (1945)
14 - Nasce em Lansing, Michigan (EUA), o jogador de basquete Earvin Magic Johnson (1959)
15 - Nasce no bairro da Tijuca (RJ), o cantor e compositor Darcy Fernandes Monteiro - Darcy da Mangueira, autor entre tantos sucessos de "Quero Sim", "Memória do Compositor", "Santos Dumont", "Ao Poeta Cartola" e o antológico "Mundo Encantado de Monteiro Lobato". (1932)
15 - Independência do Congo (1960)
16 - Dia consagrado ao Orixá Obaluaê
17 - Nasce em Sant'ana, Jamaica, Marcus Mobiah Garvey - Marcus Garvey (1887)
17 - Nasce no bairro de Cavalcante (RJ), o compositor, integrante da Velha Guarda da Portela, Ildemar Diniz - Monarco, autor de sambas de sucesso como: "Tudo Menos Amor", "Amor de Malandro", entre outros (1933)
17 - Nasce na Rua João Vicente, subúrbio de Oswaldo Cruz (RJ), Antônio Candeia Filho - Candeia, cantor, compositor, um dos fundadores do GRANES Quilombo (1935)
17 - Independência do Gabão (1960)
18 - Nasce no Morro da Serrinha, em Madureira, (RJ), Eva Emely Monteiro, sambista, integrante da Escola de Samba Império Serrano, compositora, uma das principais integrantes do grupo de Jongo da Serrinha (1938)
19 - Nasce no Rio de Janeiro, Licínia da Costa Jumbeba - Tia Lili, neta mais velha de Tia Ciata, antiga porta-estandarte do Recreio das Flores (1885)
19 - Nasce no Rio de Janeiro a cantora Araci Teles de Almeida, Araci de Almeida (1914)
20 - Fundação no Rio de Janeiro da Companhia de Dança Rubens & Barbot. (1990)
21 - Nasce nos Estados Unidos, o músico Willian "Count" Basie (1904)
21 - Ocorre no Condado de Southampton, Virgínia (EUA) a Insurreição de Nat Turner (1831)
22 - Fundação no Rio de Janeiro, do Comitê Brasileiro de Solidariedade aos Povos da África do Sul e Namíbia - COMÁFRICA (1985)
22 - A Lei n. 7.668 cria a Fundação Cultural Palmares, instituição pública vinculada ao Ministério da Cultura (1988)
23 - Nascimento de José Correia Leite, fundador do jornal O Clarim da Alvorada (1900)
23 - Nasce no Recife (PE), o harpista e professor de música, Felipe Benício Barboza (1722)
23 - É preso na Praça da Piedade em Salvador (BA), um dos líderes da Revolução dos Alfaiates ou Conjuração Baiana, o soldado Luís Gonzaga das Virgens (1798)
23 - Nasce em São Paulo (SP), o ativista da imprensa negra paulista, José Benedito Correia Leite (1900)
24 - Primeiro Congresso de Cultura Negra das Américas, na Colômbia (1977)
24 - Nasce no bairro da Saúde (RJ), o compositor e ritmista Raul Gonçalves Marques - Raul Marques, que teve sua fase áurea como compositor nos anos 40 (1913)
24 - Dia consagrado ao Orixá Oxumarê
24 - Realiza-se em Cali, Colômbia, o I Congresso de Culturas Negras das Américas (1963)
24 - Nasce em São Bernardo do Campo (SP), o atacante da Seleção Brasileira de Futebol Denílson de Oliveira (1977)
26 - Nasce o compositor e integrante da Velha Guarda da Portela, Manacéa, autor, entre tantos sambas de sucesso, de "Quantas Lágrimas" (1922)
26 - Surge em São Paulo, o Jornal Mundo Novo (1950)
26 - Realiza-se em Alagoas o I Encontro Nacional do Parque Histórico de Zumbi, no terreiro onde Palmares existiu (1980)
26 - O atleta americano Frederick Carleton Lewis - Carl Lewis, cognominado "O filho do vento", ganhador de nove medalhas de ouro e uma de prata nas Olimpíadas e oito de ouro, uma de prata e uma de bronze em mundiais despede-se das pistas de atletismo, vencendo os 4x100m do Meeting de Berlim, Alemanha (1997)
27 - Nasce no Rio de Janeiro, a cantora Sandra Cristina Frederico de Sá - Sandra de Sá (1955)
28 - Realiza-se no teatro São Joaquim, em Goiás o Festival Abolicionista (1887)
28 - Nasce em Santa Cruz do Rio Pardo (SP) a atriz Jacira de Almeida Sampaio - Jacira Sampaio, famosa por interpretar a Tia Anastácia, do Sítio do Pica Pau Amarelo (1928)
28 - Realiza-se nos Estados Unidos a "Marcha sobre Washington" onde mais de 250 mil norte-americanos de diferentes formações religiosas e étnicas realizam a maior manifestação da história da capital da Nação a favor da integração racial (1963)
29 - Durante a batalha de Rhode Island nos Estados Unidos, uma companhia formada por soldados inteiramente negros sob o comando do Coronel Greene "se distinguiu por feitos de alto valor". (1778)
29 - Nasce em Vila Rica, hoje Ouro Preto (MG), o famoso escultor, Antônio Francisco Lisboa - Aleijadinho. (1730)
29 - Abolição dos escravos na ilha de São Domingos, atual Haiti. (1793)
29 - Nasce em Kansas City, Missúri (EUA), o músico Charlie "Bird" Parker. (1920)
29 - Nasce em Gary, Indiana (EUA) o cantor e compositor Michael Joe Jackson, Michael Jackson (1958)
30 - Na Virgínia (EUA), mais de mil escravos chefiados por Gabriel Prosser e Jack Bowler marcham sobre a cidade de Richmond. Pela ação da milícia do Estado, dezenas foram presos e 35 executados (1800)
30 - O jangadeiro Francisco José do Nascimento, o "Chico da Matilde" e cognominado "O Dragão do Mar", lidera o movimento de jangadeiros no Ceará, impedindo o transporte de escravizados nas jangadas (1881)
30 - Nasce o cantor norte-americano Johnny Mathis (1935)
30 - Durante o III Encontro de Religiosos Negros, é solicitado à Santa Sé, através do cardeal ecumenista Willes Brands, a instituição do rito católico afro-brasileiro (1986)
31 - Nasce em Alagoa Grande (PB) o cantor e compositor José Gomes Filho - Jackson do Pandeiro (1919)
31 - Independência de Trindade e Tobago (1962)

.

Pesquisa personalizada

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

POSAFRO/UFBA convida para defesas de tese e dissertação - BA

Defesa de Dissertação: "Vendedores do Sagrado": o cotidiano dos vendedores de produtos destinados à prática religiosa do Candomblé na cidade do Salvador - BA.
Autora: Karine Silene Duarte Limeira
 
Banca Examinadora:
Prof. Dr. Jeferson Bacelar (Orientador/PosAfro/UFBA)
Prof. Dr. Claudio Luiz Pereira (UFBA)
Prof. Dr. Vilson Caetano Junior (UFBA)
 
28 de dezembro de 2011,  10 horas 
Auditório Milton Santos, CEAO
 
 
Defesa de Tese: "Las Politicas Educativas para Comunidades Negras en Colombia.
Autora: Angela Edith Gonzalez Cuesta
 
Banca Examinadora:
Prof. Dr. Livio Sansone (Orientador/PosAfro/UFBA)
Prof. Dr. Jocélio Teles dos Santos (UFBA) 
Prof. Dr. Claudio Luiz Pereira (UFBA)
Profa. Dra. Suzana Maia (UFRB)
Prof. Dr. Osmundo Pinho (UFRB)  
 
28 de dezembro de 2011,  14 horas 
Auditório Milton Santos, CEAO
 

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Estudos Africanos no Brasil & Sephis Policy Dialogue - BA

Hoje às 18:00 até quinta às 21:00

Centro de Estudos Afro Orientais (CEAO), Largo 2 de julho , Salvador (Salvador, Bahia, Brazil)

  • Dia 20 de dezembro

    18:00h – Mesa de abertura: Um balanço do programa Sephis e cooperações.

    Alyxandra Gomes - Sephis
    Profº Livio Sansone – Fábrica de Ideias
    Profª Jamile Borges - UFBA
    Profº Jocélio Telles - UFBA
    Profº Nicolau Parés - UFBA
    Profº Cláudio Pereira - UFBA

    20:00h - Conferência: Profº Lazare Ki-Zerbo – Francofonia e CIJK “O panafricanismo e o legado de Joseph Ki-Zerbo”[com tradução]

    Dia 21 de dezembro
    14:00h - Mesa redonda: Movimento negro, educação e a Lei 10639/03.
    Profª Magali Mendes - FECONEZU
    Profº Amilcar Pereira - UFRJ
    Profº Monica Lima - UFRJ
    Profª Andreia Lisboa – Sec. de Educação BA

    18:00h – Mesa redonda: A pesquisa sobre África & a tradução da África
    Profª Patricia Santos Teixeira - UNIFESP
    Profº Alain Pascal Kaly - UFRRJ
    Profº Jacques Depelchin - UEFS
    Raquel L. de Souza- Univ. do Texas

    20:00h - Conferência: Profº Abdul Rasheed N´Allah – Reitor Kwasu University – Nigéria. “Estudos Africanos na Nigéria e a literatura Yoruba”[com tradução]

    Dia 22 de dezembro

    17:30h - Exibição de documentários de temática africana no auditório do Ceao
    18:30h – Mesa redonda: Cinema africano e documentários.
    Adyr Assunção – Projeto Imagem dos Povos
    Profº Antônio Mota – UFPE

    20:00 – Encerramento: Perspectivas de novas cooperações Sul Sul Ceao/Clacso.
    Livio Sansone e Victoria Mutti.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Inscrições para Plataforma Afro até hoje!

Quando o racismo científico, o etnocentrismo, a hierarquia das raças, a eugenia, a democracia racial e tantos outros conceitos que deram base para o racismo que conhecemos hoje, ganharam força no Brasil? Ficou curioso? 

Então se inscreva no curso EAD ‘Racismo Científico: Doutrinas Raciais do Século XIX’, o primeiro curso da Plataforma Afro.
 
A Plataforma Afro foi lançada em 2011 no bairro da Mata Escura em Salvador, uma iniciativa do Instituto Diáspora Afro precursora no movimento negro nacional, que visa democratizar o acesso de cidadãos afrodescendentes à sua História, com cursos na modalidade de Educação a Distância – EAD. O Ambiente Virtual de Aprendizagem utiliza o software Moodle, o curso será oferecido gratuitamente e exclusivamente à distância.

As aulas terão início em janeiro de 2012, o curso contará com carga horária de 60 horas, exclusivamente pela internet e totalmente gratuito.

Inscrições de 12 a 16 de dezembro de 2011.

Clique aqui para se inscrever.

Site do curso: Instituto Diáspora Afro

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

CEAO lança mais um número da revista Afro-Ásia - BA

 (Clique na imagem para ampliá-la)

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Revista Contemporânea lança Dossiê "Relações Raciais e Ações Afirmativas"

A Revista de Sociologia da UFSCar publicou um dossiê sobre Relações Raciais e Ações Afirmativas, leitura imprescindível para os estudiosos e interessados na área.
Vale a pena também ler a edição n. 1, com o dossiê Diferenças e (Des)Igualdades.

A revista está disponível no endereço: 

NGEALC/UNEB lança a Revista Eletrônica Africanias - BA

Seguindo uma definição de Nina Friedemann em “Cabildos negros, refugios de africanias en Colombia” (Revista Montalbán, Caracas: Universidade Católica Andrés Bello,1988), podemos entender africanias como a bagagem cultural submergida no inconsciente iconográfico dos negro-africanos escravizados que se faz perceptível na música, na dança, na religião, na poesia, no modo de ser e de ver o mundo, na língua, e que, no decorrer dos séculos, como forma de resistência e de continuidade na opressão, se transformaram e se converteram em matrizes para um novo sistema cultural e linguístico que nos identifica como brasileiros.

Esta revista eletrônica foi idealizada pelo NGEALC para tratar de temas recentes e atuais do que temos em nós da herança e do legado dos povos negro-africanos, através de uma linguagem renovadora, crítica e diferenciada da visão europeizante e etnocêntrica que ainda permeia os estudos afrobrasileiros e não afro-brasileiros como prescrito na recente reforma ortográfica que parece considerar o termo afro como se fosse um aparte e não parte inscrita da nossa identidade cultural e linguística. Assim, portanto, pretendemos que a nossa africania esteja sempre presente nas páginas de Africanias.com

http://www.africaniasc.uneb.br/index.html

FONTE: Facebook

sábado, 10 de dezembro de 2011

Morre, aos 93 anos, mestre João Pequeno de Pastinha - BA

O capoeirista estava hospitalizado. A causa da morte não foi divulgada



O mestre João Pequeno de Pastinha morreu na tarde desta sexta-feira (9), aos 93 anos. A notícia foi divulgada em uma nota de falecimento publicada no perfil do Facebook de Cristiane Miranda, mais conhecida como Nani de João Pequeno, neta do capoeirista. Até o momento não há informações sobre o velório.

Confira a nota abaixo:
Caros  Camaradas,
Eu NANI DE JOÃO PEQUENO (CRISTIANE MIRANDA), venho através desta  nota  informar com muitas lagrimas e dor a perda do nosso GRANDIOSO E SAUDOSO MESTRE JOÃO PEQUENO  DE PASTINHA que faleceu hoje às 15hs.
Peço que tenhamos nesse momento compreensão para que com tranqüilidade prestemos nossas homenagens.
Assim que possível divulgarei mais detalhes sobre o sepultamento. 


FONTE: iBahia.com

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Tese aborda a pesquisa social em Moçambique - BA

Defesa de Tese de Doutorado

Título: "Dinâmicas de Pesquisa em Ciências Sociais no Moçambique Pós-Independente: o caso do Centro de Estudos Africanos, 1975-1990"

Doutorando: Carlos Manuel Dias Fernandes

Banca Examinadora:
Dr. Valdemir Donizette Zamparoni (orientador)
Dr. Jacques Depelchin(UEFS)
Dra Maria Rosário Gonçalves de Carvalho(UFBA)
Dr. Claudio Alves Furtado(Universidade de Cabo Verde)
Dr. Jocelio Teles dos Santos(UFBA)

Data: 15 de dezembro de 2011
Horário: 09 horas
Local: Auditório Milton Santos - Lgo. 2 de Julho, CEAO

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Lançamento Antologia Afro em Salvador - BA

(Clique na imagem para ampliá-la)

Pesquisa em quilombos do Brasil, Equador e Panamá apresenta resultados em Brasília

Evento acontece até amanhã (9/12) e mostra alguns resultados do projeto Quilombo das Américas. O trabalho reuniu pesquisadores que fizeram levantamentos das condições de vida em comunidades afrorrurais do Brasil, Equador e Panamá
 
Um retrato das condições de vida em comunidades afrorrurais no Brasil, Equador e Panamá. O resultado desse trabalho será exibido na I Oficina para Intercâmbio de Experiências e Pacto de Ações, entre os dias 7 e 9 de dezembro, no auditório do subsolo do bloco A Esplanada dos Ministérios, em Brasília. O evento vai contar com a participação da ministra Luiza Bairros, da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (Seppir/PR), além de representantes das instituições que participam do projeto.
 
A oficina vai mostrar parte do resultado de 47 dias de pesquisas de campo, nos meses de outubro e dezembro, nas comunidades de Valle del Chota-Salinas e La Concepción, no Equador; Garachiné, em Darién, no Panamá, e Empata Viagem, em Maraú, na Bahia. As atividades fizeram parte do Projeto Quilombo das Américas, uma iniciativa inspirada pelo Ano Internacional dos Afrodescendentes e coordenada pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (Seppir/PR). 
 
O trabalho reuniu pesquisadores com diversas formações e de diferentes países, que levantaram aspectos sociais, econômicos, alimentares, institucionais, tecnológicos e culturais de comunidades similares aos quilombos. Além da Embrapa, participam do projeto a Agência Brasileira de Cooperação (ABC) do Ministério das Relações Exteriores, o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea), a Secretaria Geral Ibero-americana (Segib), o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Entidade das Nações Unidas para Igualdade de Gênero e Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres) e o Programa Interagencial de Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia.
 
Segundo a pesquisadora Paula Balduino, que coordena o projeto, o estudo piloto foi o primeiro passo para a constituição de uma rede de comunidades afrorrurais da América do Sul e Caribe. Segundo ela, o encontro tem dois objetivos principais, socializar o resultado das pesquisas e promover um diálogo qualificado entre representantes afrorrurais e entre representantes institucionais. “A ideia é que as comunidades possam interagir entre elas. Por isso, cinco representantes de cada um dos territórios pesquisados vão participar do encontro. Além disso, outras lideranças afrorrurais de territórios que não foram contemplados pela pesquisa também foram convidadas”, diz.
 
Para a pesquisadora, as informações apresentadas durante a oficina podem mostrar a instituições brasileiras e do exterior inúmeras possibilidades de trabalho em comunidades afrorrurais brasileiras, panamenhas e equatorianas.
 
O projeto
A escravidão e a resistência de comunidades negras são traços comuns na maior parte dos países da América Latina e do Caribe. Quilombos, palenques, cumbes, maroons e cimarrones são as denominações dadas em diferentes nações a comunidades rurais constituídas por afrodescendentes. O projeto Quilombo das Américas buscou traçar um perfil dessas comunidades, buscando pontos comuns de uma história que acabou influenciando questões sociais, políticas, econômicas e culturais.
 
Segundo o pesquisador Edson Guiducci Filho, da Embrapa Hortaliças (Brasília-DF) o projeto também abordou a questão da soberania alimentar desses locais. Ele explica que os estudos levantaram informações sobre organização social, os sistemas produtivos, entre outras questões, como o à terra, à saúde e à educação.
 
Marcos Esteves – 4505/14/45/DF
Secretaria de Comunicação – Secom
Tel.: (61) 3448-1931

Festa da Diversidade no Pelô - BA

(Clique na imagem para ampliá-la)

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Livro-vídeo comemora 25 anos do projeto Vídeo nas aldeias - SP

(Clique na imagem para ampliá-la)

Colabore com o Projeto de Pesquisa Racismo no Carnaval de Salvador - BA

Caros e caras,

Um grupo de pesquisadores do Centro de Estudos das Populações Afro-Índio-Americanos - CEPAIA e do Departamento de Educação do Campus I da UNEB lançou no dia 18 de novembro o Projeto de Pesquisa Racismo no Carnaval de Salvador. A intenção deste projeto é investigar de que maneira o racismo se manifesta no âmbito do carnaval de Salvador, identificando os fatores estruturais que antecedam a realização da festa, bem como as ocorrências de discriminação racial durante o evento. Um dos instrumentos adotado na pesquisa é um questionário a ser preenchido por todas as pessoas que já participaram do carnaval de Salvador na condição de foliões, trabalhadores ou telespectadores, seja a pessoa de Salvador ou de qualquer parte do Brasil e do mundo. Asseguramos também sigilo absoluto dos/as entrevistados/as.
Portanto, solicito que contribuam com esta pesquisa conectando ao site abaixo e respondendo ao questionário.

Desde já, muito obrigado!
Abraços,
Valdélio Silva
www.racismonocarnaval-salvador.org.brwww.racismonocarnaval-salvador.org.br

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

VI Encontro de Arte de Matriz Africana 2011 - RS

De 07 a 11 de dezembro, em Porto Alegre-RS

O Encontro de Arte de Matriz Africana chega a sua sexta edição, buscando alargar as fronteiras e solidificar os processos de trocas e interações das artes negras brasileiras. Uma realização do Caixa-Preta, que se afirma não somente como um núcleo de produção cênica, mas como um polo catalizador de ações no campo da cultura negra contemporânea.

As cinco edições do Encontro de Arte de Matriz Africana, realizado ininterruptamente desde 2006, tem se firmado no calendário cultural da cidade de Porto Alegre, trazendo uma reflexão sobre o momento atual da arte e da diversidade cultural brasileira. Na última edição houve uma ampliação, consagrando-se como um evento nacional com participações de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Florianópolis, Cuba e Alemanha.

Outro aspecto importante do Encontro, bem como da própria trajetória do Caixa-Preta, é dar acesso e visibilidade a um público que não está presente em outras produções e eventos. Se considerarmos a quantidade de pessoas negras que frequentam o Encontro já se confirma sua legitimidade.

Visa, por meio da apresentação de espetáculos, oficinas em diversas áreas, debates e painéis referentes a teatro, dança, performance e cinema estabelecer uma intensa troca de experiências e saberes entre os participantes. O caráter experimental e focado na pesquisa das linguagens cênicas negras contemporâneas, coloca o Encontro no centro do desenvolvimento do estudo e conceituação do teatro negro contemporâneo. Além do evento, o Caixa edita a Revista MATRIZ, mais um instrumento de reflexão e debate da cena atual. Toda a programação tem entrada franca.


Programação

7 dezembro
Centro Municipal de Cultura
19h Abertura
Show Play Blacks – Glau Barros e Gil Collares
Homenagem ao ator Sirmar Antunes
Exposição fotográfica Caixa-Preta
Coquetel

8 dezembro
Sede da Associação das Entidades Carnavalescas
Painel: Estética e Carnaval ou Estética do Carnaval
Thiago Pirajira
Waldemar de Moura Lima - Pernambuco
Antonio Ademir de Moraes - Urso

20h30 Garganta – Grupo Bacantes – dir. Zé Renato Lopes

9 dezembro
Sede da Associação das Entidades Carnavalescas
Palestra sobre da obra de Artur Rocha – Isabel Silveira dos Santos


10 dezembro
Saguão do Centro Municipal de Cultura
14h Banca livros de cultura afro-brasileira

Redenção
17h É Assim que eles miam – Xirê Jogodedança - teatro de rua

Álvaro Moreyra
20h No Palco Ruth Souza – Lucila Clemente e Kaya Rodrigues
21h Batuque, Tuque, Tuque

11 dezembro
Álvaro Moreyra
20h Hamlet Sincrético – Caixa-Preta – dir. Jessé Oliveira

Curadoria: Jessé Oliveira e Vera Lopes
Produção: Jessé Oliveira, Kdoo Guerreiro, Anna Mack, Vera Lopes, Silvia Abreu
Programação gráfica: Kdoo Guerreiro
Divulgação: Silvia Abreu

Caixa-Preta
Jessé Oliveira, Vera Lopes, Glau Barros, Marcelo de Paula, Adriana Rodrigues, Juliano Barros, Márcio Oliveira, Miguel Tamarajó, Gil Colares, Éd Rosas, Kdoo Guerreiro, Wagner “Madeira” Santos, Leandro Daitx, Camila de Moraes, Josiane Acosta, Diego Neimar, Rodrigo Abiaxé, Nina Fola e Silvia Abreu.

Sede da Associação das Entidades Carnavalescas:
Av. Ipiranga, 311

Sala Álvaro Moreyra / Centro Municipal de Cultura
Erico Veríssimo, 307

TODA A PROGRAMAÇÃO TEM ENTRADA FRANCA

Comemoração ao Ano Internacional do Afrodescendentes no Parque da Cidade - BA

Seminário "A questão racial no sistema de ensino no Brasil - um estudo etnográfico" - BA

MAFRO promove exposição "A infância nas mãos" - BA

(Clique na imagem para ampliá-la)

Programa de liderança seleciona organizações e militantes negros do Nordeste

Foram prorrogadas até o dia 20 de dezembro, as inscrições para a seleção pública do Programa Equidade Racial do Nordeste. Voltado para organizações e militantes negros dos nove estados do Nordeste, o Programa é uma iniciativa conjunta da Coordenadoria Ecumênica de Serviço – CESE, o Instituto Cultural Steve Biko e o Instituto Mídia Étnica – IME.
O Programa prevê a seleção de 30 pessoas, representantes de organizações negras do Nordeste que participarão de um curso de formação política na área de Liderança e Comunicação. O curso acontecerá em Salvador, em março de 2012, com todas as despesas pagas pelo Programa. Desses 30 participantes, 10 organizações serão selecionadas para receber apoio financeiro e acompanhamento das ações de fortalecimento institucional. Outros nove candidatos irão integrar a rede de comunicadores do Portal Correio Nagô, realizando atividade remunerada de produção de conteúdo comunicacional (textos, vídeos, fotos etc). No ato da inscrição, os candidatos devem informar o interesse apenas na formação e/ou no financiamento para fortalecimento institucional e/ou a rede de comunicadores. Neste caso último caso, os interessados terão que apresentar suas experiências no uso das ferramentas da comunicação.
Podem concorrer somente candidatos/as que tenham disponibilidade para encontros presenciais em outros Estados e que integrem ou forem devidamente recomendados por organizações cuja sede principal esteja localizada na região Nordeste. Para participar, acesse o formulário de seleção clicando aqui. O envio dos formulários deve ser feito unicamente pelo e-mail: editais@cese.org.br
“Este Programa busca desenvolver ações efetivas que contribuam para mudanças estruturais no quadro de desigualdades da região Nordeste e tem como principal foco o combate ao racismo e às desigualdades raciais e de gênero”, explica Rosana Fernandes, assessora de projetos da CESE.
Para mais informações entre em contato: Raquel L. de Souza 71.8767-9956 / 9150-9678 / 9990-5565 e Luciana Reis: 71 8614-7764.

FONTE: Correio Nagô

domingo, 4 de dezembro de 2011

Edital apoia a produção de etnodocumentários

(Clique na imagem para ampliá-la)

sábado, 3 de dezembro de 2011

Comissão de Direitos Humanos aprova inclusão de nome indígena ou africano no RG

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias aprovou na quarta-feira (30) projeto que permite aos afrodescendentes e indígenas inserir em suas identidades sobrenomes de origem africana ou indígena, sejam eles familiares ou não.
A proposta altera a Lei de Registros Públicos (6.015/73), que possibilita a mudança de nome aos maiores de 18 anos.
O texto aprovado é um substitutivo apresentado pelo deputado Márcio Marinho (PRB-BA) ao Projeto de Lei 803/11, dos deputados petistas Nelson Pellegrino (BA), Edson Santos (RJ) e Luiz Alberto (BA), que originalmente beneficiava apenas os afrodescendentes.

“A regra deve também permitir ao índio o acréscimo de nome de ancestrais, a fim de resguardar sua identidade cultural e familiar, guardando simetria com o tratamento dispensado aos afrodescendentes”, justificou Marinho.
O substitutivo de Márcio Marinho também deixa claro que o sobrenome afrodescendente ou indígena será acrescentado ao nome, uma vez que os apelidos de família não podem ser prejudicados. Além disso, o registro civil poderá ser alterado em qualquer tempo, independentemente da maioridade civil.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.


Reportagem - Noéli Nobre
Edição - Wilson Silveira

Agência Câmara de Notícias

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

IPEA promove Seminário “Ações Afirmativas e População Negra” - RJ

Palestrantes: José Jorge de Carvalho – Professor da Universidade de Brasília - UnB e
Marcio Rebouças – Instituto Rio Branco e Ministério das Relações Exteriores
Mediadora: Tatiana Dias Silva - Técnica de Planejamento e Pesquisa do Ipea
Horário: das 14h30 às 18h
Local: Auditório do 16º andar - SBS, Qd 1, Bl J. Edifício BNDES/Ipea, Brasília (DF)
Informações: Tatiana Silva ( tatiana.silva@ipea.gov.br)
Telefone: (61) 3315-5122
Realização: Disoc (Diretoria de Estudos e Políticas Sociais)
Obs: Videoconferência para 17º andar do Ipea (representação no Rio de Janeiro)

Cursos de pós-graduação na área de Estudos Étnicos - BA

(Clique na imagem para ampliá-la)

Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da UFSCar comemora 20 anos com a realização de um seminário na área - SP

De 5 a 7 de dezembro o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (Neab) da UFSCar realiza o I Seminário Internacional da Afrodescendência sobre o tema "20 anos do Neab/UFSCar: desafios ante a maturidade", que comemora em conjunto a criação do Núcleo e o Ano Internacional dos Afrodescendentes. O evento é aberto ao público interessado e as inscrições podem ser feitas até a data do Seminário.

O evento busca reunir pensadores e pesquisadores em torno das discussões sobre a discriminação, racismo, memória social afro-brasileira, ações afirmativas e educação para as relações étnicorraciais. Nestes temas incluem-se discussões mais específicas, que abordam questões contemporâneas no Brasil, como a Lei 10.634/03 e diáspora africana. Além disso, as discussões relacionadas aos 20 anos do Neab terão como objetivo avaliar a sua trajetória ao longo destes anos e propor reflexões sobre as contribuições, desafios e ações futuras do Núcleo. A programação conta com mesas-redondas e rodas de conversa com diferentes pesquisadores da temática do Brasil e do exterior.

Os interessados em participar do Seminário devem enviar a ficha de inscrição preenchida, disponível no site, para o e-mail seminario.afrodescendencia.neab@gmail.com e efetuar o pagamento da taxa, de acordo com o tipo de inscrição solicitada. O comprovante de pagamento deve ser apresentado no credenciamento dos participantes, que acontece às 14 horas do dia 5/12, na sala do Neab no edifício do CECH, localizado na área Sul do campus São Carlos.

Desde sua criação, o Núcleo desenvolve atividades de pesquisa, ensino e extensão cujo objetivo é subsidiar a formulação e execução de políticas públicas de promoção da igualdade racial, divulgar estudos sobre a realidade da população negra na sociedade brasileira, registrar a memória social afro-brasileira, contribuir com a formação de educadores da Educação Básica nesta temática e organizar programas e materiais de ensino que visem o diálogo entre as diversas culturas.

As atividades do Seminário acontecem nas dependências da UFSCar, conforme consta na programação. Mais informações podem ser obtidas no site do Núcleo ou pelo telefone (16) 3351-8408.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

UNESCO seleciona Consultor/a em juventude e temática étnico-racial - DF

PROJETO 914BRAZ3044 EDITAL Nº 009/2011

1. Perfil: Contratação de 01 (um) Profissional com Graduação na área de Ciências Humanas ou Sociais, reconhecido pelo MEC, com experiência nas temáticas racial e juventude.
2. Nª de vagas:01
3. Qualificação educacional: Nível Superior completo em Ciências Humanas ou Sociais aplicadas em Instituição reconhecida pelo MEC;
4. Experiência profissional: Nível Superior completo em Ciências Humanas ou Sociais aplicadas em Instituição reconhecida pelo MEC;
b. Experiência profissional mínima de 2 (dois) anos em programas de combate ao racismo;
c. Desejável experiência com mobilização de organizações populares e/ou sociais nos temas vinculados a juventude e igualdade racial.
5. Atividades:
1. Buscar e analisar os documentos que registram: as relações do poder público com as políticas públicas de juventude e a questão racial; bem como eventos, congressos, leis, etc.;
2. Efetuar mapeamento de atores vinculados ao tema da juventude negra nos território com altos índices de violência;
3. Elaborar metodologia de formação de redes de atores vinculados ao tema do enfrentamento da violência contra a juventude negra, com a proposição de métodos de mobilização, discussão e articulação local das ações de combate à violência contra a juventude negra.
4. Elaborar subsídios para o desenvolvimento de campanha para a superação da estigmatização da juventude negra.

6. Produtos/Resultados esperados:
1. Documento analítico contendo histórico das políticas públicas nacionais dirigidas à juventude negra;
2. Documento contendo mapeamento de atores vinculados ao tema da juventude negra nos território com altos índices de violência;
3. Documento técnico contendo instrumentos de construção e manutenção de redes de atores vinculados ao tema do enfrentamento da violência contra a juventude negra, com a proposição de métodos de mobilização, discussão e articulação local das ações de combate à violência contra a juventude negra.

7. Local de Trabalho: Brasília/DF. Em caso de necessidade de deslocamento de Consultor, as despesas serão custeadas pelo projeto.
8. Duração do contrato: 05 meses
9. Os produtos serão recebidos e homologados pela SNJ/PR que poderá aprová-los, mediante análise, que considerará a plena concordância dos produtos com os preceitos metodológicos vigentes e os critérios de qualidade.
Qualquer serviço realizado, mas não aceito ou não homologado deverá ser refeito, não eximindo o Consultor das penalidades e de outras sanções previstas em Contrato
O pagamento dos produtos gerados será realizado somente após o processo de aceite e atesto.
Os interessados deverão enviar o CV do dia 27/11/2011 até o dia 02/12/2011 no seguinte endereço I.
Os interessados deverão encaminhar os currículos entre os dias 27/11 a 02/12 no seguinte email: selecao.juventude@planalto.gov.br, indicando NECESSARIAMENTE o Código do Projeto RACIAL2011(914BRAZ3044) e o número do Edital (Edital n° 009/2011). II. Serão desconsiderados os Currículos remetidos após a data indicada e que não apresentem o número do edital e o código do Projeto., indicando o número do edital e o nome do perfil em que se candidata. Serão desconsiderados os CVs remetidos após a data limite indicada neste edital.
Em atenção às disposições do decreto nº 5.151, de 22/07/2004, é vedada a contratação, a qualquer título, de servidores ativos da Administração Pública Federal, Estadual, do Distrito Federal ou Municipal, direta ou indireta, bem como empregados de suas subsidiárias ou controladas, no âmbito dos projetos de cooperação técnica internacional.