SEGUIDORES DO BLOG




CALENDÁRIO NEGRO - JULHO

1 – Nasce em São José do Rio Pardo (SP), o militante político, Geraldo Rodrigues dos Santos - Geraldão (1923)
1 – Fundação em São Paulo do Clube Negro de Cultura Social (1932)
1 – Independência da Somália (1960)
1 – Independência da Ruanda (1960)
1 – Independência do Burundi (1962)
1 – Nasce no Estado do Alabama (EUA), o atleta Frederick Carleton Lewis, Carl Lewis (1961)
2 – Independência da Bahia (1823)

2 – Nasce na província de Kasai, Congo "Belga", República Popular do Congo, Patrice Lumumba (1925). Lutou pela independência e pela unidade do território. Em 1960, com a independência tornou-se primeiro - ministro
2 – As mulheres negras denunciam no Congresso das Mulheres Brasileiras realizado no Rio de Janeiro, a degradação de serem consideradas objetos de prazer (1975)
2 – Nasce em Campos (RJ), o cantor e compositor Wilson Batista de Oliveira, autor entre outros sucessos de "Casinha Pequenina", "Louco", "Nega Luzia", "Acertei no Milhar" (1913)
3 – Nasce no Rio de Janeiro, o poeta, repentista, Laurindo José da Silva Rabelo - Laurindo Rabelo, autor entre outras obras de "O meu segredo", "A linguagem dos tristes", "Adeus ao mundo" (1826)
3 – Aprovada a Lei Afonso Arinos, que inclui entre as contravenções penais a prática de atos resultantes de preconceito de raça ou de cor (1951)
3 – Independência da Argélia, África (1962)
4 – O tenista norte-americano Arthur Ashe vence em Wimbledon (1975)
5 – Nasce no Recife (PE), o músico Manoel de Almeida Botelho. (1721)
5 – Nasce na Fazenda da Agulha, Trajano de Morais, (RJ), a cantora e compositora Carmelita Madriaga - Carmem Costa (1920)
5 – Independência de Cabo Verde (1975)

6 – Nasce Alzira Rufino, ativista do Movimento Negro e no Movimento de Mulheres Negras (1949)
6 – Nasce em Jacarepaguá (RJ), José Luiz de Moraes - Caninha, que dividiu com "Sinhô" a honra de ser autor dos maiores sucessos populares da década de 1920. Compôs: "Vou me vingar", "Condor Brasileiro", "Batucada", entre outros . (1881 ou 1883 - data imprecisa)
7 – Ato público do Movimento Unificado Contra a Discriminação Racial nas escadarias do Teatro Municipal (SP) que denunciava
a discriminação racial sofrida por quatro jovens negros do time de voleibol do Clube de Regatas Tietê e protestava pela morte de Robson Silveira da Luz nas dependências do 44° Distrito de Guainazes (1978). Foi lida a Carta Aberta à Nação contra o Racismo. Mais tarde, passou a ser chamado de Movimento Negro Unificado/MNU (1978)
7 – Nasce no Rio de Janeiro, Marcelino José Claudino, o Tio Maçu, um dos fundadores da Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira e seu primeiro mestre-sala. (1889 ou 1899 - data imprecisa).
7 – Independência de Malawi. (1965)
7 – Nasce em São Paulo (SP), o lateral-esquerdo da Seleção Brasileira de Futebol, José Roberto da Silva, Zé Roberto. (1974)
7 – Dia Nacional de Luta contra o Racismo.
8 – O americano Willian De Hart Hubbard competindo no salto a distância nos Jogos de Paris, torna-se o primeiro negro a conquistar uma medalha de ouro olímpica individual (1924)
8 – Fundação do Instituto de Pesquisas da Cultura Negra (IPCN), Rio de Janeiro (1975)
9 – Na formulação de uma política geral para o serviço militar, pouco depois que o General Washington assume o comando, fica decidido que não era necessário o serviço dos negros. É emitida uma ordem aos oficiais de recrutamento para que não alistassem "qualquer desertor das fileiras do clero, vadio, negro, ou vagabundo ou qualquer pessoa suspeita de ser inimiga da liberdade da América e nem qualquer um com menos de 18 anos de idade." (EUA) (1775)
9 – Nos Estados Unidos, o médico Daniel Hale Williams realiza, com sucesso, a primeira operação de coração (1893)
10 – Abolição da escravatura negra na província do Amazonas. (1884)
10 – Nasce na Praça Mauá, Rio de Janeiro, o ator e diretor Ivan de Almeida. (1938)
10 – Nasce no Rio de Janeiro o cantor, compositor e integrante do grupo Golden Boys, Renato Corrêa, autor de "Casaco Marrom", "Canção de Esperar" (Renato Corrêa e Rossini Pinto), entre outros sucessos. (1944)
10 – Independência das Bahamas (1973)
11 – Nasce em Campinas (SP), o compositor Antônio Carlos Gomes (1834)
11 – Nasce em Florianópolis (SC), Antonieta de Barros, escritora, educadora, deputada constituinte por Santa Catarina em 1935 (1901)
11 – No estádio de Wembley, em Londres, Inglaterra, foi realizado o Freedom Festival, grande espetáculo musical, dedicado a Nelson Mandela, além de representar mais um protesto contra o "apartheid' (1988)
12 – Nasce no Rio de Janeiro o compositor Nilton Bastos (1899)
12 – Nasce na Filadélfia/EUA, o cantor, ator e bailarino "Bill" Cosby (1937)
12 – Independência de São Tomé e Príncipe (1975)
12 – O jogador de futebol Edson Arantes do Nascimento, Pelé é eleito por indicação de jornalistas de 19 países, atleta do século. (1980)
13 – Abolição da escravatura no território de Northwest (EUA) (1787)
13 – Nasce em Paquetá (RJ), o compositor, músico, organizador e regente de várias bandas do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, Anacleto Augusto de Medeiros. Compôs quadrilhas, valsas, choros, além de músicas sacras (1866)
13 – Nasce no interior de São Paulo, a atriz, manequim e modelo Vera Lúcia Maria - Veluma (1953)
14 – Sai o primeiro número do Jornal "A Liberdade" em São Paulo (1919)
14 – Nasce em Juiz de Fora (MG), Décio Antônio Carlos - Mano Décio da Viola, um dos maiores compositores de samba do Rio de Janeiro, autor de "Apoteose do Samba", "Heróis da Liberdade", "Exaltação a Tiradentes", entre outros sambas de sucesso (1909)
14 – Fundação no Rio de Janeiro do Grupo Afro-Brasileiro Alaafin Aiyê (1987)
14 – Criado o Conselho Consultivo do Programa Nacional do Centenário da Abolição da Escravatura, com a finalidade de acompanhar as atividades da Comissão do Programa Nacional do Centenário da Abolição, formado por intelectuais e artistas ligados à luta pela questão do negro em todo o país. Portaria Ministerial 314 de 14/07/87, Diário Oficial 16/07/87 (1987)
15 – Nasce em Duala, Camarões, o guitarrista Francis Bebey (1929)
15 – Nasce em São José do Rio Preto (SP) o maestro, compositor e instrumentista Paulo Gonçalves de Moura - Paulo Moura (1932)
15 – Tem início em Esmeralda, Equador, a I Conferência sobre a Mulher Negra nas Américas (1984)
16 – Nasce na antiga Rua Ceará, atual Marechal Rondon, bairro de São Francisco Xavier, (RJ), a cantora Elisete Moreira Cardoso - a "Divina" Elizeth Cardoso (1920)
16 – O Papa Pio XI declara Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil (1930)
16 – Nasce na Bahia, o quarto-zagueiro Zózimo Alves Calazans, campeão do Mundo nas Copas de 1958 e 1962 (1932)

16 – Nasce no Rio de Janeiro/RJ, Djalma de Andrade, o instrumentista e cantos Bola Sete (1923)
17 – O Presidente dos Estados Unidos Abrahan Lincoln torna lei uma medida que dava liberdade a todos os escravos vindos de senhores rebeldes para territórios ocupados pela União (1862)
17 – Nasce em Aracaju, Sergipe, a historiadora Maria Beatriz Nascimento (1942)
17 – Nasce no Rio de Janeiro o jogador e técnico de futebol Carlos Alberto Torres (1944)
17 – Independência do Gabão (1960)
17 – Na Cidade do Cabo, África do Sul, grupos policiais invadem o campus da universidade e impedem a realização de um concerto de rock e jazz em homenagem a Nelson Mandela. (1988)
17 – O ator Grande Otelo recebe o título de Cidadão Paulistano (1978)
18 – Nasce perto de Umtata, capital da reserva de Transkei, África do Sul, Nelson Mandela, um dos maiores nomes do nosso século. (1918)
18 – O jogador de futebol Edson Arantes do Nascimento, Pelé, faz seu jogo de despedida da Seleção Brasileira de Futebol. (1971)
19 – A cantora americana Josephine Baker alcança enorme sucesso em sua apresentação em Paris. (1925)
19 – Nasce no Rio de Janeiro, o ensaísta, historiador, escritor, Joel Rufino dos Santos (1941)
20 – Nasce em Fort-de-France, Martinica, o médico, escritor Frantz Fanon (1921)
20 – Nasce em Campos (RJ) o cantor e compositor Dermeval Miranda Maciel - Roberto Ribeiro. (1940)
20 – Nasce no Morro do Salgueiro, o compositor Geraldo Soares de Carvalho - Geraldo Babão.
20 – Fundação em Porto Alegre (RS), do Grupo Palmares (1971)
21 – Nasce no bairro de Botafogo (RJ), a cantora e compositora Jovelina Faria Belfort, Jovelina Pérola Negra (1944)
21 – Nasce, no Rio de Janeiro (RJ), o compositor Luiz Carlos Batista - Luiz Carlos da Vila, autor, entre outras obras, de "Kizomba, a festa da raça", samba - enredo campeão do carnaval do Centenário da Abolição, em 1988 (1949)
21 – Albert J. Luthuli, líder político africano, recebe o Prêmio Nobel da Paz (1967)
21 – Tem início em Argel, o Festival Cultural Pan-Africano (1969)

21 – Nasce em Salvador/BA Luiz Gonzaga Pinto da Gama, o rábula, orador, jornalista e escritor abolicionista Luiz Gama (1830)
22 – Nasce no Rio de Janeiro, o músico, cantor e compositor, ritmista, administrador de empresa e sambista, Elton Antônio Medeiros - Elton Medeiros, autor de "O Sol Nascerá", "Recomeçar", "Vida", "Onde a dor não tem razão" (Elton Medeiros e Paulinho da Viola) entre outros sucessos (1930)
23 – O atleta olímpico brasileiro, Adhemar Ferreira da Silva, conquista em Helsinque, Finlândia, a medalha de ouro no salto triplo com a marca de 16,22m superando o recorde mundial da prova (1952)
24 – Nasce em Villers-Cotterets, França, o escritor Alexandre Dumas, autor de "Os Três Mosqueteiros", "O Conde de Monte Cristo", "Os Irmãos Corsos", entre outras obras. (1802)
25 – Nasce em Recife(PE), Solano Trindade, poeta, pintor, teatrólogo, ator e folclorista, fundador da Frente Negra Pernambucana, do Centro de Cultura Afro-Brasileiro, para divulgação de artistas negros, e do Teatro Popular Brasileiro (1908)
25 – É organizada em Silver Bluff (EUA), por oito escravos, a I Igreja Batista Negra da América (1778)
25 – Realiza-se no Teatro São Luiz, no Rio de Janeiro a primeira conferência abolicionista contando com a presença do Maestro Carlos Gomes (1880)
25 – Nasce em Niterói (RJ), o compositor e instrumentista, Alcebíades Barcelos, o Bide (1902)
25 – Nasce no Rio de Janeiro (RJ), o cantor, compositor e artista plástico, Nelson Matos - Nelson Sargento (1924)
25 – Dia da Mulher Afro-latino-americana e Caribenha
26 – Dia consagrado ao Orixá Nanã. - é considerada "Mãe de todos os Orixás" para alguns, e a mais velha deusa das águas. É considerada ainda mãe de Omulu e Oxumarê e às vezes também de Exu. Está associada à água e à lama que a liga à agricultura, à fertilidade, aos grãos. Suas cores são o branco e o branco ou o preto e o roxo. Seu elemento é a água. Saudação: Salubá!
26 – Nasce Marta Ferreira da Silva, Tia Marta do Império, mãe de santo conceituada do Morro da Serrinha, incentivadora do jongo, e integrante da Ala das Baianas do Império Serrano desde 1947.
26 – O Presidente dos Estados Unidos Harry S. Truman ordena que haja doravante "...igualdade de tratamento e de oportunidade para todas as pessoas nas Forças Armadas, sem distinção de raça, cor, religião ou origem nacional. (1948)
26 – Independência da Libéria, África/ 1846

27 – O atleta João Carlos de Oliveira, João do Pulo, conquista a medalha de bronze no salto triplo, durante as Olimpíadas de Montreal (1979)
28 – Os deputados Andrade Bezerra e Cincinato Braga apresentam Projeto de Lei n. 291 pretendendo proibir a entrada de "indivíduos humanos das raças de cor preta" no Brasil (1921)

28 – Nasce João Henrique dos Reis, o João Paulo, cantor sertanejo da dupla João Paulo & Daniel (1960).
29 – Nasce Carmem Teixeira da Conceição, Tia Carmem do Xibuca, irmã de santo da famosa Tia Ciata (1878)
29 – Nasce em São José dos Campos (SP), o poeta, crítico, historiador e jornalista, Cassiano Ricardo Leite - Cassiano Ricardo (1895)
29 – Ialorixás da Bahia divulgam documento condenando o sincretismo religioso (1986)
29 – Nasce na Bahia o cantor Anísio Silva (1920)
30 – Nasce em Augusta (EUA),
Laurence John Fishburne III, o ator Laurence Fishburne (1961)
31 – Nasce em Queluz (SP), Natalino José do Nascimento - Natal da Portela, um dos fundadores e da Escola de Samba Portela. (1905)

.

Pesquisa personalizada

domingo, 14 de dezembro de 2008

II Bahia Afro Festival Film - BA

O II Bahia Afro Festival Film acontece em Salvador a partir
desta segunda-feira, dia 15 de dezembro, com um seminário
que discutirá o uso do audiovisual no ensino da história da
África e da cultura afro-brasileira.
O Festival prossegue até o dia 21 de dezembro, exibindo
filmes gratuitos na Senzala do Barro Preto, sede do Ilê
Aiyê, no Curuzu.
A cerimônia de abertura será dia 16 de dezembro, às 20h,
com o filme "Até Oxalá vai a guerra", sobre a demolição
de um terreiro de
Candomblé pela Prefeitura de Salvador.
E o encerramento contará com um grande show de música
negra, com Aloísio Menezes, Márcia Short, Wil Carvalho,
Gerônimo e o DJ Sankofa.

PROGRAMAÇÃO
Baff – Senzala do Barro Preto – ILÊ AIYÊ

Dia 16 de dezembro (terça-feira)

20h
SOLENIDADE DE ABERTURA
Exibição:
“Jornal do Festival” 08 '
“Até Oxalá vai a Guerra”
de Carlos Pronzato e Stefano Barbi. prod.:Mestiça Filmes.
Doc cor. 40' Brasil 2008
sinopse: Em fevereiro de 2008, a prefeitura de Salvador,
demoliu o terreiro de candomblé OYÁ ONIPÓ NETO, configurado um ato
de intolerância religiosa, e violência frente as influências
culturais e africanas na Bahia.
Debate com a presença dos realizadores e convidados especiais.

Dia 17 de dezembro (quarta-feira)

Das 10 às 12h
“Jornal do festival”
“Coletânea de desenhos animados com personagens afro–descendentes”
“Orixás da Bahia”
de Lázaro Faria – Prod. Casa de Cinema da Bahia
Doc. Cor 40' Brasil 2000.
sinopse: Filme educativo cultural sobre 10 (dez) orixás de
origem yorubá. Este filme teve a supervisão de Mãe Stella de
Oxóssi, uma das mais importantes yalorixás do Candomblé.

Das 14 às 16h
Filme: “Nappy Heads”
de Sabrina Moella – prod. Hart House Film Boards
ensaio P/B 03' EUA 2008
sinopse: pontuado ritmicamente aos sons de flauta e piano, a
câmera passeia livremente por um grupo de Ballet Creole,
revivendo gestos e expressões de liberdade.

Filme: “Jornal do Festival”

Filme “Nappy Heads” - de Sabrina Moella - prod. Hart House Film
Boards
ensaio P/B 03' EUA 2008

Filme: “Sete Dias em Burkina”, de Carlinhos Antunes e Márcio
Wernek – prod. Linha do tempo e Mundano prod.
Doc. Cor 52' Brasil 2006
sinopse: Documentário que retrata a história e a cultura de
Burkina Faso, país da África Ocidental, apontado pelo IDH
- Índice de Desenvolvimento Humano – como o penúltimo país
mais pobre do mundo. O país abriga um dos festivais de
música mais importante do continente, o NAK – Festival Noites
Atípicas de Koudougou.

Das 17 às 19h.
Filme: “Jornal do Festival”
Filme: “Mandinga em Manhatan” de Lazaro Faria – prod. Casa
de Cinema da Bahia
Doc. Cor 50' Brasil 2005
sinopse: o filme retrata a diáspora da capoeira a partir
da Bahia e sua chegada aos cinco continentes, através dos
mestres de capoeira.

Filme: “Samba riachão” de Jorge Alfredo – prod. Truq cine
vídeo
Doc. Cor 80' Brasil 2001
sinopse: Samba Riachão percorre os caminhos sinuosos de
um artista popular negro,pobre e famoso que vestido de
malandro e possuído pelo samba, se tornou uma lenda viva
ao povo brasileiro.

Das 20 às 22h.
Filme: “Jornal do Festival”
“Nappy Heads”
de Sabrina Moella – prod. Hart house film boards
ensaio P/B 03' EUA 2008

Filme: ”NZINGA” de Octávio Bezerra – prod. Rode de la
Creta
ficção cor 120' Brasil
sinopse: o filme é sobre a teia da percussão, desde
o toque ancestral do candomblé até a música
contemporânea afro-brasileira e retrata um Brasil
mestiço que ginga protegido pela rainha NZinga.

Dia 18 de dezembro (quinta-feira)

A partir das 10h
Filme: “Jornal do festival”
“Nappy Heads”
de Sabrina Moella – prod. Hart house film boards
ensaio P/B 03' EUA 2008

Filme: “O pescador de estrelas” de Marcela Rincon
– prod. Animação cor 12' Colômbia
sinopse: um tributo a imaginação infantil e a
tradição oral do pacífico colombiano tendo como
cenário as praias de Pianguita para contar uma
história de amor salpicada de fantasias.

Filme: “Coletânea de desenho animado” animação cor 71'
Das 14 às 16h.
Filme: “Jornal do festival”
Filme: “Orixá da Bahia “ - prod. Casa de Cinema da Bahia
Doc. Cor 40' Brasil 2000

Filme: “Em nome de Cristo” - de Roger M'Bala
prod. Abyssa filmes/amka filmes
ficção cor 82' Africa 1993
sinopse: numa pequena aldeia da costa africana,
vive um pobre criador de porcos desprezado por
todos. Um dia, teve a visão de um deus criança
que o escolhe para salvar seu povo. Ele se torna
então Magloire. primeiro primo de Cristo, funda
uma seita, e a aldeia fica dividida entre
seguidores e acusadores estabelecendo o conflito.

Das 17 às 19h
Filme: “Jornal do festival”
Filme: “A Vênus da Lapa”, de Flávio Leandro
prod. Jabi Onsky prod.
Ficção cor 12' Brasil 2007
sinopse: baseado em um conto de Lígia fagundes
Telles, narra a vida de um mecânico que se apaixona
por um travesti num cabaré do RJ.

Filme: “DRUM” de Zola Mazeko
prod. Black roots pictures
ficção cor 104' Africa do Sul 2004.
sinopse: Drum é um filme sobre a vida de um
jornalista famoso em Sofhia Town, bairro símbolo
da resistência cultural em Johannesburg - África
do Sul. O jornalista denuncia as condições que os
negros vivem na época da segregação.

Das 20 às 22h.
Filme: “Jornal do festival”
Filme: “Manuel Zapata, abridor de caminhos”, de
Maria Lopez.
Prod. Azul e Naranja prod.
Doc. Cor 28' Colômbia 2007
sinopse: a vida de Manuel Zapata, um dos afro -
colombianos mais destacados do século XX, escritor, antropólogo e cientista social. Zapata, mais que isso, um vagabundo aventureiro apaixonado por viagens e pela natureza, sempre buscando caminhos para seu povo.

Filme: “Negro Pacífico” de Andrea Arboleda e J. Muñoz
prod. Manu generacion áudio virtual
Doc. Cor 52' Colômbia 2004
sinopse: o documentário põe em cena a vida de “El
suave”, que regressa a sua terra para reencontrar
sua mãe e sua história.

Filme: “Até Oxalá vai a guerra” de Carlos Pronzato
e Stefano Barbi.
Prod.: Mestiça Áudio. Virtual
Doc. Cor 40' Brasil 2008

Dia 19 de dezembro (Sexta-feira)

Das 10 às 12h.
Filme: “Jornal do Festival”
Filme: “Nappy Heads”
de Sabrina Moella – prod. Hart house film boards
ensaio P/B 03' EUA 2008

Filme: “Coletânea de desenhos animados dos com
personagens afro–descendentes”
de Lázaro Faria – Prod. Casa de Cinema da Bahia
animação cor 71'

Das 14 às 16 h.
Filme: “Jornal do Festival”

Filme: “Nappy Heads”
de Sabrina Moella – prod. Hart house filme boards
ensaio P/B 03' EUA 2008

Filme: “Sete dias em Burkina”
de Carlinhos Antunes e Márcio Werneck
prod. Linha do tempo / mudano produções
Doc. Cor 52' Brasil

Filme: “Família Alcântara”
de Lilian e Daniel santiago
prod. Terra firme digital
Doc. Cor 56' Brasil 2004
Sinopse: a Família Alcântara é composta por 65
pessoas e suas origens remetem-se à bacia do
Rio Congo, no continente africano. Atualmente
vivem na cidade de João Monlevade, na região
mais conhecida como Vale do Aço. Através de um
intenso trabalho cultural seguem sua história,
mantida por séculos de tradição oral.

Das 17 às 19h

Filme: “Jornal do Festival”

Filme: “Nappy Heads”
de Sabrina Moella – prod. Hart house filme boards
ensaio P/B 03' EUA 2008

Filme: “DRUM” de Zola Mazeko
prod. Black roots pictures
ficção cor 104' Africa do Sul 2004.

A partir das 20h

Filme: “Jornal do Festival”

Filme: “Nappy Heads”
de Sabrina Moella – prod. Hart house film boards
ensaio P/B 03' EUA 2008

Filme: “Cidade das mulheres” de Lázaro Faria
prod. Casa de cinema da Bahia
Doc. Cor 72' Brasil 2004.

Filme: “Balé de pé no chão”
de Lilian Santiago e marina Monteiro
prod. Terra firme digital
Doc. Cor 52' Brasil 2005.
Sinopse: a origem a ascensão de Mercedes batista, a
1º bailarina clássica negra brasileira, que após
enfrentar as discriminações e preconceitos, se torna
a famosa e respeitada bailarina no Brasil e no
exterior, um exemplo de talento e determinação.

Dia 20 de dezembro (Sábado)

A partir das 20h.

· CERIMÔNIA DE ENCERRAMENTO

Filme: “Jornal do Festival”

Homenageados:
· Luiz Orlando (in memorian) - Cineclubista
· Ruth de Souza - Atriz
· Antônio Carlos dos Santos - Vovô do Ilê Aiyê
· João Silva - Publicitário

l Premiação de melhor Filme com entrega do troféu
“Casa de Cinema da Bahia”

l Menções honrosas com troféus.

Filme: “exibição do filme premiado”

Show Musical de encerramento com os artistas:

· Will Carvalho
· Aloísio Menezes
· Gerônimo
· Márcia Short