SEGUIDORES DO BLOG

.

.

Calendário Negro - Janeiro

1 - Dia consagrado ao orixá Oxalá.
1 - Independência do Haiti. (1804)
1 - Lincoln assina a Proclamação de Emancipação abolindo a escravatura nos Estados Unidos.(1863)
1 - Primeira libertação coletiva de escravos no Brasil, na Vila de Acarapé, hoje Redenção, Estado do Ceará. (1883)
1 - Independência do Sudão. (1957)
1 - Festa Nacional de Cuba. (1959)
1 - Festa Nacional de Samoa. (1960)
1 - Morre na Costa Rica, Monica de Veyrac, a primeira diplomata negra da história do Itamaraty. (1985)
1 - O africano Kofi Annan assume o cargo de Secretário-Geral da ONU. (1997)
2 - Fundação em São Paulo (SP), da Irmandade do Rosário dos Homens Pretos. (1711)
3 - Fundação em Porto Alegre (RS), da União dos Homens de Cor. (1943)
3 - Morre em Salvador (BA), aos 72 anos, vítima de câncer, o compositor Oscar da Penha - Batatinha. (1997)
4 - Realiza-se em Brasília (DF), o I Encontro das Religiosas da Assunção Negra. (1991)
5 - Morre nos Estados Unidos, o compositor, arranjador, contrabaixista, Charles Mingus. (1979)
5 - A Lei n. 7.716, denominada Lei Caó define os crimes resultantes de preconceitos de raça ou de cor. (1989)
6 - Dia consagrado a São Baltazar, um dos três reis magos que levaram oferendas para Jesus.
6 - Nasce na cidade de Salvador (BA), o médico psiquiatra Juliano Moreira. (1873)
6 - Morre no Rio de Janeiro, o jornalista José Ferreira de Menezes abolicionista promotor público, autor de "Punhal de Marfim", "O Tropeiro", Jaques Serafim", "Poverino". (1881)
6 - Fundação no Rio de Janeiro do Rancho Rei de Ouro, organizado por Hilário Jovino Ferreira. (1893)
6 - Nasce no Rio de Janeiro, o compositor José Gonçalves - Zé com Fome ou Zé da Zilda, autor entre outros sucessos de "Aos Pés da Cruz" e "Só pra Chatear". (1908)
6 - Fundação na Guatemala da Associação Garafiuna (ASO - GARAFIUNA). (1981)
6 - Morre o trumpetista americano Dizzy Gillespie. (1993)
7 - Nasce em Bom Jardim, município de Santo Amaro (BA), Teodoro Fernandes Sampaio - Teodoro Sampaio. (1855)
7 - Criação, na África do Sul, por um grupo composto de advogados, jornalistas, professores e líderes negros, do CNA- Congresso Nacional Africano agremiação política que se notabilizou na luta contra o "apartheid". (1912)
7 - Nasce no Rio de Janeiro (RJ) o cantor e compositor Luiz Carlos dos Santos - Luís Melodia. (1952)
10 - Nasce o cientista americano George Washington Carver. (1864)
10 - Tem início na Bahia, nos salões do Instituto Geográfico e Histórico Segundo Congresso Afro-Brasileiro. (1937)
12 - Nasce, em Congonhas (MG), o bispo Dom Silvério Gomes Pimenta. Um dos precursores da igreja progressista, ocupou, na Academia Brasileira de Letras, a cadeira de Alcindo Guanabara. (1840)
12 - O escritor Joaquim Maria Machado de Assis, aos 16 anos, publica o seu primeiro texto; a poesia "Ela". (1855)
12 - Morre no Rio de Janeiro o cantor e compositor João Machado Gomes – João da Baiana. (1974)
12 - O jogador de futebol Ronaldo Nazário – Ronaldinho é eleito o melhor jogador de futebol do mundo. (1997)
12 - Morre aos 74 anos de idade, o atleta olímpico Adhemar Ferreira da Silva, cinco vezes recordista mundial de salto triplo. (2001)
13 - Nasce na cidade de Cachoeira (BA), o engenheiro, professor universitário André Pinto Rebouças - André Rebouças. (1838)
15 - Nasce em Atlanta, Georgia (EUA), Martin Luther King Jr., Prêmio Nobel da Paz em 1964, por sua luta contra a discriminação racial e os direitos civis nos Estados Unidos. (1929)
15 - Na Bahia, o governo suprime a exigência de registro policial para os templos de ritos afro-brasileiros. É o único estado brasileiro a abolir essa exigência. (1976)
16 - Tem início no Rio de Janeiro, a I Conferência Estadual da Tradição dos Orixás. (1988)
16 - Morre aos 80 anos de idade, no bairro de Jacarepaguá (RJ), o cantor e compositor Aniceto Silva Júnior, Aniceto. (1993)
17 - O presidente do Congo Laurent Kabila é morto durante tentativa de golpe. (2001)
17 - Nasce em Lousville (EUA), o campeão de box Muhammed Ali. (1942)
17 - Nasce em Arkebutla, Missouri (EUA), o ator James Earl Jones. (1931)
20 - Dia consagrado ao orixá Oxossi no Rio de Janeiro.
20 - Nasce em Juiz de Fora (MG), Sebastião Cirino, músico, compositor, autor de "Cristo nasceu na Bahia", entre outras obras. (1902)
20 - Realiza-se na antiga Rua Engenho de Dentro, atual Adolfo Bergamini, o primeiro concurso entre escolas de samba no Rio de Janeiro. (1929)
20 - Nasce em Cachoeira do Paraguaçu (BA), Beatriz Moreira da Costa, a ialorixá Mãe Beata de Iemanjá, escritora, militante negra e social, autora do livro "Caroço de dendê - a sabedoria dos terreiros. (1931)
20 - Morre assassinado pela PIDE (Polícia Portuguesa) em Conacry, Amilcar Cabral, poeta revolucionário, fundador do PAIGC (Partido Africano de Independência de Guiné-Bissau e Cabo Verde). (1973)
20 - Morre no Rio de Janeiro, o jogador de futebol Manuel Francisco dos Santos -Mané Garrincha. (1983)
22 - Nasce em Quintas da Barra, Salvador, (BA), a atriz Francisca Xavier, Chica Xavier. (1932)
22 - Morre em Salvador (BA), a ialorixá Maria Bebiana do Espírito Santo, Mãe Senhora. (1967)
23 - Início da luta armada em Guiné-Bissau, primeira colônia portuguesa a se tornar independente. (1963)
24 - Tem início em Salvador (BA), a Revolta dos Malês, a insurreição urbana mais importante dos escravos brasileiros, com um saldo de 100 mortos e 281 presos. (1835)
24 - Sai o primeiro número do jornal "O Clarim". (1924)
24 - Morre Joseph Kasavabu, Presidente do Congo. (1969)
25 - Nasce em Maputo, Moçambique, o ex-jogador de futebol, Eusébio da Silva Ferreira, o "Pantera Negra", estrela do Benfica e da Seleção Portuguesa na década de 60. (1942)
25 - Nasce no Rio de Janeiro, a cantora Leny Andrade Lima - Leni Andrade. (1943)
26 - Nasce em Birminghan, Alabama (EUA), a ativista política americana Angela Yvonne Davis – ngela Davis. (1944)
27 - Nasce em Maceió (AL), o cantor e compositor Djavan Caetano Viana - Djavan. (1949)
28 - Criação do Dia do Rancho.
28 - É assassinada com cinco tiros, no Rio de Janeiro, a historiadora e militante negra, Maria Beatriz Nascimento. (1995)
29 - Morre em meio a uma hemoptise, no Rio de Janeiro, José do Patrocínio, "O Tigre da Abolição".(1905)
31 - Promulgada a sentença condenando a morte o escravo Manuel Congo condenando a 650 açoites e gonzo de ferro ao pescoço os demais escravos participantes da Insurreição Negra de Paty do Alferes. (1839)
31 - Pressionada pela Casa Branca, a Câmara dos Deputados aprovou a XIII Emenda à Constituição, abolindo para sempre a escravidão nos Estados Unidos. (1865)

Pesquisa

Pesquisa personalizada



quarta-feira, 26 de outubro de 2011

POLIS/UFAM promove "V Ciclo de Palestras sobre Cultura Afrobrasileira" - AM

O V Ciclo de Palestras sobre Cultura Afrobrasileira faz parte das atividades do Núcleo de Pesquisa em Política, Instituições e Práticas Sociais (POLIS) vinculado ao Departamento de História (UFAM). Ao longo destes anos, com o apoio sistemático da PROEXTI. o Ciclo se institucionalizou como evento permanente do POLIS e sua mais relevante contribuição para as atividades do Mês da Consciência Negra em Manaus.
A temática desta edição reitera a importância de reposicionar a Amazônia no mapa da diáspora como um destino relevante para as populações africanas e, até aqui, muito pouco explorado. A proposta é ampliar o debate historiográfico sem perder de vista os impactos destas discussões no cotidiano escolar, seja na formação continuada de professores seja na atuação em sala de aula para cumprimento da Lei n.º 10.639. Também continuamos empenhados em entusiasmar novos pesquisadores comprometidos com a produção do conhecimento sobre as trajetórias históricas das populações africanas e afro-descendentes no Brasil e na Amazônia.
Com sua realização, o V Ciclo de Palestras pretende contribuir para o fim do preconceito, da discriminação e da invisibilidade das populações africanas e afro-descendentes na Amazônia. Por fim, é preciso registrar que esta quinta edição possui um importante diferencial: o lançamento do livro O fim do silêncio: presença negra na Amazônia, publicação coletiva de pesquisadores vinculados ao POLIS, parceiros de trabalho da UFAM e de outras instituições de pesquisa e de ensino superior.  È o resultado concreto de nosso empenho e de nossos esforços de investigação.
  
PROGRAMAÇÃO

Dia 27 de novembro de 2011 – 18:30 h
Abertura: Noite de Autógrafos e lançamento do Livro O fim do silêncio: presença negra na Amazônia
Visita à Mostra Negros, corpos e almas
Local: Museu Amazônico – Rua Ramos Ferreira, 1036 - Centro

28 de novembro de 2011 – 16 h
Conferência Sons de tambores: o ensino de História da África e dos africanos na formação de professores e pesquisadores no Brasil
Profª Drª Mônica Lima e Souza ( UFRJ)
Local: Auditório Rio Negro – ICHL – UFAM

29 de novembro de 2011 – 16 h
Conferência O tráfico de escravos entre África e o Pará-Maranhão (1755-1846): novos dados,novo olhar.
Prof.º Dr.º Didier Lahon ( UFPA)
Local: Auditório Rio Negro – ICHL – UFAM

30 de novembro de 2011 – 18 às 20 h
Encerramento: Tacacá na Bossa
Sessão Especial de lançamento do livro O fim do silêncio: presença negra na Amazônia com a presença dos autores e convidados.
Participações Especiais:
Grupo Matumbé Capoeira
Tambor de Crioula Punga Baré
Maracatu Eco da Sampopema
Cabanos
Bateria da Vitória Régia

Local: Largo de São Sebastião, Centro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário