SEGUIDORES DO BLOG




CALENDÁRIO NEGRO - MAIO

1 – Circula em Campos (RJ), o primeiro número do jornal Vinte e Cinco de Março, de propriedade de Carlos Lacerda, inimigo radical da escravatura, contendo matéria onde se insinuava que os abolicionistas daquela cidade utilizar-se-iam mesmos de métodos violentos, se isso se fizesse necessário, com vistas ao alcance de seus objetivos. (1884)
1 – Nasce em Salvador (BA), o poeta José Carlos Limeira Marinho Santos (1951)
2 – Nasce em Miraí (MG), o cantor, compositor e letrista, Ataulfo Alves, autor de: "Ai que saudades da Amélia", "Errei Sim", "Na Cadência do Samba", "Leva meu samba", "Atire a primeira pedra" (1909)
2 – Nasce na Bahia, Maria Stella de Azevedo Santos - Mãe Stella de Oxossi, uma das mais importantes ialorixás brasileiras, sacerdotisa do Ilê Axé Opô Afonjá (1925)
2 – Com a atenção de todo o planeta voltada para a África do Sul e a presença de inúmeras personalidades, entre elas Coretta King, viúva do líder americano Martin Luther King, Nelson Mandela recebe a faixa presidencial de Frederick de Klerk, tornando-se o primeiro negro a presidir o país (1994)
3 – A ordem de São Bento institui o regime de "Ventre Livre" nas suas propriedades (1865)
3 – Nasce numa pequena cabana de madeira na floresta de Barnweel (EUA), o "padrinho do soul", James Brow (1933)
3 – Nasce em Cachoeiro do Itapemirim (ES), Elson Ananias, o famoso mestre-sala Elson PV (1940)
3 – Nascimento do geógrafo Milton Santos, que revolucionou a Geografia, dando-lhe um enfoque humanista (1926)
4 – O
s "Viajantes da Liberdade" - ativistas pelos direitos civis em defesa dos direitos da população negra nos Estados Unidos que, entre o ano de 1961 e os seguintes, viajaram em ônibus interestaduais pelo sul dos Estados Unidos (1961)

4 – Nasce em Indiana, nos EUA, Sigmund Esco Jackson, o Jackie Jackson, um dos primeiros integrantes da banda Jackson Five e o mais velho da família Jackson (1951)

5 – Nasce em Rio Claro, (SP), a cantora Vicentina de Paula Oliveira, Dalva de Oliveira que eternizou através de sua voz, canções como: "Ave Maria no Morro", "Vingança", "Máscara Negra", entre tantos sucessos (1917)
5 – Fundação no Rio de Janeiro, da Associação das Escolas de Samba do Brasil (AESB) (1952)
5 – Nasce em Salvador (BA), o Bloco-Afro Muzenza (1981)
6 – É inaugurada em Salvador (BA), a Casa do Benin (1988)

8 – Nasce em Hazlehurst, Mississipi (EUA), o cantor de blues, Robert Johnson (1911)
8 – Nasce no bairro de Madureira, Rio de Janeiro, Neuma Gonçalves da Silva - D. Neuma, uma das mais tradicionais integrantes da Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira (1922)
8 – Em uma noite histórica para o teatro brasileiro, o ator Aguinaldo Camargo no palco do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, viveu o trágico Brutus Jones O'Neill na peça "O Imperador Jones". Era a primeira apresentação do T E N - Teatro Experimental do Negro (1945)
9 – Nasce no Rio de Janeiro o escritor, filólogo, bacharel em Direito, poeta, compositor e sambista Nei Braz Lopes - Nei Lopes (1942)
9 – Fundação em Belo Horizonte (MG), da Casa Dandara, entidade voltada para a promoção da cultura afro-brasileira. (1987)
10 – O líder Nelson Mandela assume a presidência da África do Sul (1994)
11 – Realiza-se no Rio de Janeiro (RJ), organizada pelo Movimento Negro, a Marcha Contra os 100 Anos de Opressão (1988)
11 – Nasce na Rua Fonseca Telles, bairro de São Cristóvão, Rio de Janeiro, o cantor e compositor José Bispo Clementino dos Santos - Jamelão (1913)
12 – Nasce em Ovamboland, fronteira da Namíbia com Angola, o presidente da SWAPO, Shafushuna Samuel Nujoma - Sam Nujoma (1929)

12 – Nasce no Rio de Janeiro, a atriz Ruth Pinto de Souza - Ruth de Souza (1931)
12 – Encenação da "Missa dos Quilombos" pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro (1988)
12 – Dia da Escrava Anastácia
13 – Dia consagrado aos Pretos Velhos
13 – Nasce numa sexta-feira, Afonso Henrique Lima Barreto, uma das maiores expressões da literatura brasileira. Escreveu verdadeiras obras-primas como "Recordações do Escrivão Isaías Caminha", "Triste Fim de Policarpo Quaresma", "Clara dos Anjos", "Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá" (1881)
13 – Assinada pela Princesa Isabel a Lei Áurea declarando extinta a escravidão no Brasil, último país da América a libertar seus escravos (1888)
13 – Nasce em São Pedro da Aldeia (RJ), o artista plástico e único morador da Casa da Flor, Gabriel Joaquim dos Santos. Construção feita com suas próprias mãos utilizando cacos, faróis de automóveis, espelhos, mariscos, etc. (1892)
13 – Fundação em Itapetininga (SP) do Clube Recreativo 13 de Maio (1911)
13 – Nasce nos Estados Unidos o pugilista Joe Louis (1914)
13 – O Jornal "O Clarim da Alvorada", promove uma romaria aos túmulos dos abolicionistas Luiz Gama e Antônio Bento, no Cemitério da Consolação, em São Paulo (1927)
13 – Nasce em Ouro Preto (MG), o compositor Sebastião Vitorino Teixeira Catone, da Portela (1930)
13 – Nasce em Caitité (BA), o cantor e compositor Eurípedes Waldick Soriano - Waldick Soriano (1933)
13 – Nasce em Macaé (RJ), a cantora Abelim Maria da Cunha - Angela Maria (1929)
13 – Nasce no Rio de Janeiro, o ator, escritor e produtor cultural Haroldo Costa (1930)
13 – Nasce nos Estados Unidos, o cantor e compositor Steveland Morris - Stevie Wonder (1950)
13 – Inauguração do Monumento aos Pretos Velhos, no bairro de Inhoaíba, Rio de Janeiro (1958)
13 – A Lei de n. 2 340 de autoria do Deputado Estadual Jorge Leite, muda o nome da Rua Maruim no bairro de Madureira (RJ) para rua Compositor Silas de Oliveira (1974)
13 – Fundação no bairro do Engenho Velho de Brotas, Salvador (BA), do Afoxé Badauê (1978)
13 – Fundação no Rio de Janeiro, do Bloco Afro Cultural Olodumarê dos Palmares (1985)
13 – Dia Nacional de Denúncia contra o Racismo
14 – Os líderes da Revolta dos Malês, os libertos Jorge da Cunha Barbosa e José Francisco Gonçalves e os escravos Gonçalo, Joaquim e Pedro, são fuzilados no Campo da Pólvora, em Salvador (BA) (1835)
14 – Nasce em New Orleans, o músico Sidney Bechet (1897)
15 – Ministério da Justiça do Pará relatava terem os negros escravizados na fazenda "Pernambuco", pertencente ao Convento do Carmo, expulsado o feitor e assenhorando-se na fazenda mantendo em estado de rebelião (1866)
15 – Nasce em Campo Belo (MG), a pintora Maria Auxiliadora (1938)
15 – Nasce em São Paulo, o cantor Mário Ramos - Vassourinha (1923)
15 – Nasce em Muriaé (MG), Geraldo Teodoro, Mestre Teodoro, fundador da Folia de Reis "Estrela Dalva do Oriente, no subúrbio da Penha, Rio de Janeiro (1926)
15 – Nasce em Flint, Michigan (EUA), a cantora Lillie Mae Jones, Betty Carter, uma das grandes damas do jazz norte-americano (1929)

16 – O cantor Michael Jackson lança pela primeira vez em um show o passo Moonwalk (1983)
16 – Nasce em Indiana, EUA,
Janet Damita Jo Jackson, a cantora Janet Jackson (1966)

17 – Nasce no Rio de Janeiro, João Machado Guedes - João da Baiana, compositor, ritmista, autor de sambas, corimá, chulas, batucadas e vários pontos de candomblé (1887)
17 – Nos Estados Unidos, a Suprema Corte bane a segregação racial em escolas públicas (1954)
17 – A gaúcha Deise Nunes de Souza é coroada Miss Brasil. A primeira Miss Brasil negra em todos esses anos de concurso (1986)
18 – O baiano Antônio Ferreira França apresenta projeto de sua autoria fixando a data de 25 de maio de 1881 para a total extinção da escravatura no país (1830)
18 – O arcebispo sul-africano Desmond Tutu, Prêmio Nobel da Paz em 1984,chega ao Brasil para uma visita de uma semana (1987)
18 – Nasce em Omaha, Nebraska, (EUA), o fundador do movimento Black Muslims (Muçulmanos Negros), Malcolm Little, conhecido internacionalmente como Malcolm X (1925)
18 – Criação do Conselho Nacional de Mulheres Negras, no Rio de Janeiro (1950)
19 – Nasce no Rio de Janeiro (RJ) o cantor, compositor e instrumentista Alfredo José da Silva - Johnny Alf (1929)
20 – Nasce no Recife (PE), o músico, compositor e instrumentista Felipe Neri Trindade (1714)
20 – Nasce a bailarina e coreógrafa Mercedes Batista, primeira bailarina negra do Teatro Municipal (1921)
21 – Nasce no bairro da Gamboa (RJ), o pintor Manuel Faria Leal (1938)
21 – Nasce no Brooklin, EUA,
Christopher George Latore Wallace, o The Notorious B.I.G, Biggie ou Biggie Smalls, considerado um dos maiores rappers de todos os tempos (1972)

22 – Nasce em Londres, Naomi Elena Campbell ou Naomi Campbell, top model (1970)

22 – Nasce em Birmigham, Alabama (EUA), Herman Poole Blount ou Le Sony'r Ra, compositor de jazz, bandleader, pianista, poeta e filósofo, conhecido por sua "filosofia cósmica", composições musicais e performances (1914)
23 – Fundação em Salvador (BA), do Bloco-afro Malê Debalê (1979)
23 – Nascimento do poeta Carlos de Assumpção, autor do célebre poema Protesto (1927)

24 – Nasce em Kingston, Jamaica, Cecil Bustamente Campbell ou Prince Buster, uma das figuras mais importantes na história do Ska e do Rocksteady (1938)
25 – Criação da Organização da Unidade Africana - OUA (1963)
25 – Dia da Libertação da África, promovido pela ONU (1972)

25 – Dia de Solidariedade aos Povos da África Austral, instituído pela ONU em 20/05/72
25 – Nasce no bairro do Pilão, Feira de Santana (BA), o ator José Hilton dos Santos Almeida - Hilton Cobra (1956)
26 – Nasce em Mirante do Paranapanema (SP), o ator Antonio Viana Gomes - Tony Tornado (1930)
26 – Nasce em Alton, Illinois (EUA), o genial inovador do jazz, Miles Deney Davis III - Miles Davis(1926)
27 – Nasce em Yonkers, EUA,
Jayson Tyrone Phillips, o Jadakiss, rapper estadunidense (1975)

27 – Nasce em Três Lagos (MG) José Luís Barbosa, o Zequinha Barbosa, atleta campeão mundial indoor dos 800 metros rasos em Indianápolis, 1987, e ganhador de medalhas de prata e bronze em campeonatos mundiais (1961)

28 – Nasce em Pindamonhangaba (SP), o atleta João Carlos de Oliveira, João do Pulo, recordista mundial no salto triplo (1954)

29 – Nasce em Indiana (EUA), Rebbie Jackson, cantora, irmã mais velha de Michael Jackson (1950)
30 – O Centro de Estudos Afro-Asiáticos, a Sociedade de Estudos da Cultura Negra no Brasil (SECNEB) realizam no Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, as "Semanas Afro - Brasileiras, incluindo exposições de arte afro-brasileira, experiências de danças rituais Nagô, música sacra, popular e erudita afro-brasileira, seminários e palestras, com um público de aproximadamente 6 mil pessoas (1974)

30 – Nasce em Atlanta, EUA, Ralph Harold Metcalfe, atleta e congressista estadunidense, campeão olímpico do revezamento 4X100m nos jogos de Berlim, em 1936 (1910)

31 – Nasce no Rio de Janeiro Paulo Roberto da Costa, o Paulinho da Costa, percussionista brasileiro que se tornou um dos músicos mais requisitados nos estúdios de gravações em Los Angeles, na Califórnia (EUA) e um dos músicos que mais gravou e participou de discos nos tempos modernos, sendo considerado pela revista Down Beat "um dos percussionistas mais talentosos do nosso tempo (1948)

31 – Nasce Darryl "D.M.C." Matthews McDaniels, rapper estadunidense pioneiro da cultura hip hop e um dos membros fundadores do lendário grupo Run-D.M.C. (1964)

31 – Nasce no Harlem, Nova Iorque (EUA), Azealia Amanda Banks, a Azealia Banks, rapper estadunidense (1991)

.

Pesquisa personalizada

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

I Fórum Baiano de Educação Quilombola - BA

 A Constituição de 1988 incorpora em seu conteúdo o reconhecimento de que o Brasil é um  Estado pluriétnico, que há outras percepções e usos da terra para além da lógica  mercantil,  e que as comunidades reamanescentes de quilombos no Brasil possuem o  direito  á terra e à manutenção da sua cultura. Em muitas comunidades quilombolas, nas várias regiões do País, se faz presente uma grave situação de vulnerabilidade e insegurança. Essa situação se relaciona, em grande parte, ao conflito sobre a posse das terras por elas ocupadas e também à precariedade do acesso à infra-estrutura básica, necessária para a efetivação de condições de vidas dignas.
Ao tomar posse do Governo da Bahia, em janeiro de 2007, o Governador Jaques Wagner assumiu como uma das diretrizes principais a consolidação de políticas de igualdade e de direitos humanos com foco nas relações étnicas e de gênero, considerando a forte desigualdade social que afeta, principalmente, os afrodescendentes e as mulheres. É nessa perspectiva que a Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC), por meio da Superintendência de Desenvolvimento da Educação Básica (SUDEB), reafirma como compromisso político prioritário a educação das relações étnico-raciais e a ampliação do efeito de políticas públicas educacionais de reparação e inclusão de negros/negras na Bahia. Para tanto, instituiu a Coordenação de Educação das Relações Étnico-Raciais e Diversidade, em abril de 2008.
O Brasil possui mais de 1340 comunidades quilombolas certificadas pela Fundação Palmares.  Existem comunidades remanescentes de quilombos em quase todos os Estados, exceto no Acre, Roraima e no Distrito Federal. Os que possuem o maior número de comunidades remanescentes de quilombos são Bahia, Maranhão, Minas Gerais e Pará.  A Bahia possui mais de 500 comunidades quilombolas, das quais a  Fundação Cultural Palmares, órgão do Ministério da Cultura já certificou até setembro de 2009, a 297 delas. Isso revela que uma política de promoção dos direitos quilombolas é estratégica na Bahia.
 Estudos realizados sobre a situação dessas localidades demonstram que as unidades educacionais estão longe das residências dos alunos e as condições de estrutura são precárias, geralmente construídas de palha ou de pau-a-pique. De acordo com o Censo Escolar de 2007, o Brasil tem aproximadamente 151 mil alunos matriculados em 1.253 escolas localizadas em áreas remanescentes de quilombos e quase 75% destas matrículas estão concentradas na região Nordeste, onde a maioria dos professores não é capacitada adequadamente e o número é insuficiente para atender à demanda. Poucas comunidades têm unidade educacional com o ensino fundamental completo e apenas três comunidades quilombolas na Bahia possuem escolas de ensino médio. As escolas das crianças e adolescentes quilombolas ficam muito distantes de suas casas e, muitas vezes, não há estradas asfaltadas para facilitar a longa caminhada. Para aqueles persistentes que chegam à escola, outras questões se destacam: os conteúdos não levam em conta a cultura e a história dessas crianças e adolescentes; há manifestaçoies de preconceitos pelo fato das crianças  e adolescentes serem negras e quilombolas, os materiais didáticos não dão tratamento adequado a importância da historia africana e afrobrasileira.
            Respondendo a esse contexto conhecido de desigualdades que envolvem as populações quilombolas, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia elege como uma das suas  prioridades a melhoria da educação quilombola na Bahia. Neste contexto, pretendemos realizar o I Fórum de Educação Quilombola da Bahia,  através do qual estaremos, identificando, sistematizando, analisando, junto com lideranças e professores/as quilombolas as demandas educacionais  dessas comunidades,  na perspectiva de construirmos um política de educação quilombola na Bahia, como estratégia de garantia do direito à educação para essas comunidades.

I FÓRUM BAIANO DE EDUCAÇÃO QUILOMBOLA

Objetivo Geral: espaço de interlocução entre as comunidades quilombolas  a e a Secretaria da Educação na construção coletiva de uma Política Pública Educacional para as Comunidades Quilombolas:

Objetivos específicos
  • Identificar e sistematizar junto com lideranças e professores/as quilombolas às demandas educacionais  dessas comunidades;
  • Subsídios/identificação de questões centrais para o processo de elaboração das Diretrizes Curriculares Estaduais para a Educação Quilombola bem como a definição de sua concepção.

Público: Professor@s quilombolas, lideranças quilombolas, e Secretários Municipais de Educação.

Programação:

Dia 05/11/09

MANHÃ: Política Pública Educacional para as Comunidades Quilombolas da Bahia: Conquistas e Desafios

Dia 05/11/2009
09 h - Mesa de abertura:
09:00 h - Mesa de Abertura:
Governador Jaques Wagner
Secretário da Educação - Osvaldo Barreto  
Secretária de Promoção da Igualdade - Luísa Bairros
Secretário de Desenvolvimento Social – Walmir Assunção
Secretária da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos – Nelson Pelegrino
Coordenação de Desenvolvimento Agrário – CDA/SEAGRILuiz Anselmo Pereira de Souza
Secretário de Desenvolvimento Urbano – SEDUR – Afonso Florence
Secretária da Casa Civil - Eva Maria Cella Dal Chiavon
Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrário – EBDAEmerson José Osório Pimentel Leal
SECAD/MEC  - André Lázaro/ Armênio Schimidth
Comissão Nacional Quilombola (CONAQ) – Simplício Arcanjo
Liderança Quilombola Estadual –  
Fórum Baiano de Educação e Diversidade – Normando Batista (CECUP)
Fundação Palmares – Zulu Araújo
Secretaria Nacional de Promoção da Igualdade Racial -SEPPIR  - Edson Santos

10:30 - Conferência de Abertura:
Professor Valdélio Silva
Militante do Movimento Negro

Professor da Universidade Estadual da Bahia (UNEB)

Mestre em Antropologia (UFBA) com a Dissertação  Do Mucambu do Pau Preto a Rio Das Rãs: Liberdade e Escravidão na Construção da Identidade Negra de um Quilombo Contemporâneo (Ensaio Etnográfico)

14:00 - Diálogo com professores e lideranças -  diagnóstico e elementos para construção das Diretrizes Estaduais da Educação Quilombola

Grupos de Trabalho

·        Alfabetização
Coordenador(a)/ sistematizador (a) das propostas: Geny Ayres – Coordenação Quilombola/SEPROMI
·        Educação de Jovens e Adultos
Coordenador(a)/ sistematizador (a) das propostas: Nádia Barreto - Coordenação Núcleo Quilombola/CDA
·        Acesso à Educação Básica 
Coordenador(a)/ sistematizador (a) das propostas: Ana Placidino - Coordenação Comunidades Tradicionais /SEDES
·        Acesso à Educação Profissional
Coordenador(a)/ sistematizador (a) das propostas: Maísa - SERIN
·        Acesso ao Ensino Superior
Coordenador(a)/ sistematizador (a) das propostas: Leonor Araújo- Coordenação Inclusão e Diversidade/MEC


16:00 – Intervalo

16:30 – Mesas redondas simultâneas.
  1. Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos para as Comunidades Quilombolas – SUDEB/TOPA
      Coordenador(a)/ sistematizador (a) das propostas: Vanda Sá Barreto – Superintendente da Igualdade Racial/SEPROMI
  1. Ensino Fundamental e Médio para as Comunidades Quilombolas e Educação Profissional – SUDEB / SUPROF
Coordenador(a)/ sistematizador (a) das propostas: Maria Auxiliadora/ Assessora de Educação Quilombola MEC           

  1. Ensino Superior e Educação Quilombola  MEC / CODES / IFBA, UFBA, UNEB, UEFS, UESC,UFRB, UNIVASF
Coordenador(a)/ sistematizador (a) das propostas: Eduardo Oliveira – Coordenador da REDEPECT (UFBA)

18:30 – Atividade Cultural

Dia 06/11/09

08:00 - Apresentação de Pesquisas sobre a Educação Quilombola
Coordenação: Vanda Sá Barreto – Superintendente de Igualdade Racial SEPROMI

10:00 – Fórum Estadual de Educação Quilombola
  • Apresentação da Experiência do Fórum de Educação Indígena e do Campo
  • Estrutura do Fórum/Proposta
  • Formação de grupos de discussão
  • Regulamentação do Fórum. Construção do documento com os grupos de discussão
Coordenador@/sistematizador@ das propostas: Sérgio São Bernardo - Instituto Pedra de Raio

12:30 – Almoço

14:00 – Plenária final
Construção do documento final e encerramento.
Coordenador(a) / sistematizador (a) das propostas: João Evangelista/Liderança Quilombola de SEABRA

17:00 – Atividade Cultural